news.med.br  -  Medical Journal
Medical Journal - 19/08/21
A gordura1 visceral e ectópica2 são os principais impulsionadores dos resultados cardiometabólicos adversos na obesidade3. O objetivo neste estudo, publicado pelo The Lancet Diabetes4 & Endocrinology, foi avaliar os efeitos da liraglutida injetável 3,0 mg por dia na distribuição de gordura1 corporal em adultos com sobrepeso5 ou obesidade3 sem diabetes tipo 26 com alto risco de doença cardiovascular. Foi demonstrado que, em adultos com sobrepeso5 ou obesidade3 com alto risco de doença cardiovascular, a liraglutida 3,0 mg uma vez ao dia mais intervenção no estilo de vida reduziram significativamente o tecido adiposo7 visceral ao longo de 40 semanas de tratamento.
1 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
2 Ectópica: Relativo à ectopia, ou seja, à posição anômala de um órgão.
3 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
4 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
5 Sobrepeso: Peso acima do normal, índice de massa corporal entre 25 e 29,9.
6 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
7 Tecido Adiposo: Tecido conjuntivo especializado composto por células gordurosas (ADIPÓCITOS). É o local de armazenamento de GORDURAS, geralmente na forma de TRIGLICERÍDEOS. Em mamíferos, existem dois tipos de tecido adiposo, a GORDURA BRANCA e a GORDURA MARROM. Suas distribuições relativas variam em diferentes espécies sendo que a maioria do tecido adiposo compreende o do tipo branco.
   [Mais...]

Medical Journal - 19/08/21
Novo estudo sobre os fundamentos moleculares dos exercícios de resistência, publicado no FASEB Journal, mostra que, ao mudar o funcionamento interno das células1, o treinamento com pesos, além de fortalecer os músculos2, também pode reduzir a gordura3. O estudo, que envolveu ratos e pessoas, descobriu que após o treinamento com pesos, os músculos2 criam e liberam pequenas bolhas de material genético que podem fluir para as células1 de gordura3, iniciando processos relacionados à queima de gordura3. No artigo publicado, os pesquisadores explicam esse processo de como vesículas4 extracelulares derivadas de músculos2 induzidas por sobrecarga mecânica promovem a lipólise do tecido adiposo5. Os resultados aumentam as evidências científicas de que os exercícios de resistência têm benefícios exclusivos para a perda de gordura3. E também ressaltam o quão extensos e interconectados os efeitos internos do exercício podem ser.
1 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
2 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
3 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
4 Vesículas: Lesões papulares preenchidas com líquido claro.
5 Tecido Adiposo: Tecido conjuntivo especializado composto por células gordurosas (ADIPÓCITOS). É o local de armazenamento de GORDURAS, geralmente na forma de TRIGLICERÍDEOS. Em mamíferos, existem dois tipos de tecido adiposo, a GORDURA BRANCA e a GORDURA MARROM. Suas distribuições relativas variam em diferentes espécies sendo que a maioria do tecido adiposo compreende o do tipo branco.
   [Mais...]

Medical Journal - 18/08/21
Um ensaio clínico, com resultados publicados no The British Medical Journal, testou se uma dieta especial poderia aliviar as dores de cabeça1 frequentes em pacientes com enxaqueca2. A dieta enfatizava alimentos que contêm grandes quantidades de ácidos graxos ômega-3, os óleos encontrados em alguns peixes, enquanto limitava os alimentos que são fontes ricas em ácidos graxos ômega-6, como muitos óleos vegetais. Os resultados demonstraram que as intervenções de aumento de ácido eicosapentaenoico (EPA) + ácido docosahexaenoico (DHA), com manutenção ou diminuição do ácido linoleico, alteraram os mediadores bioativos implicados na patogênese3 da cefaleia4 e diminuíram a frequência e gravidade das dores de cabeça1, mas não melhoraram significativamente a qualidade de vida. Essas descobertas sugerem que as mudanças na dieta podem ser um complemento útil para os tratamentos existentes para a dor crônica.
1 Cabeça:
2 Enxaqueca: Sinônimo de migrânea. É a cefaléia cuja prevalência varia de 10 a 20% da população. Ocorre principalmente em mulheres com uma proporção homem:mulher de 1:2-3. As razões para esta preponderância feminina ainda não estão bem entendidas, mas suspeita-se de alguma relação com o hormônio feminino. Resulta da pressão exercida por vasos sangüíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente. O tratamento da enxaqueca envolve normalmente drogas vaso-constritoras para aliviar esta pressão. No entanto, esta medicamentação pode causar efeitos secundários no sistema circulatório e é desaconselhada a pessoas com problemas cardiológicos.
3 Patogênese: Modo de origem ou de evolução de qualquer processo mórbido; nosogenia, patogênese, patogenesia.
4 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
   [Mais...]

Medical Journal - 18/08/21
Pesquisa publicada na revista científica Neurology investigou as respostas comportamentais e neuronais de pacientes com enxaqueca1 a uma estimulação visual do automovimento por meio de um passeio de montanha-russa virtual, em comparação com controles. Foi demonstrado que as montanhas-russas virtuais desencadeiam atividade alterada das células2 cerebrais relacionadas à tontura3 e enjoo em pessoas que sofrem de enxaqueca1, mesmo que não estejam tendo enxaqueca1 no momento – uma descoberta que pode levar a uma melhor compreensão das enxaquecas4 e ao desenvolvimento de novos tratamentos.
1 Enxaqueca: Sinônimo de migrânea. É a cefaléia cuja prevalência varia de 10 a 20% da população. Ocorre principalmente em mulheres com uma proporção homem:mulher de 1:2-3. As razões para esta preponderância feminina ainda não estão bem entendidas, mas suspeita-se de alguma relação com o hormônio feminino. Resulta da pressão exercida por vasos sangüíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente. O tratamento da enxaqueca envolve normalmente drogas vaso-constritoras para aliviar esta pressão. No entanto, esta medicamentação pode causar efeitos secundários no sistema circulatório e é desaconselhada a pessoas com problemas cardiológicos.
2 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
3 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
4 Enxaquecas: Sinônimo de migrânea. É a cefaléia cuja prevalência varia de 10 a 20% da população. Ocorre principalmente em mulheres com uma proporção homem:mulher de 1:2-3. As razões para esta preponderância feminina ainda não estão bem entendidas, mas suspeita-se de alguma relação com o hormônio feminino. Resulta da pressão exercida por vasos sangüíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente. O tratamento da enxaqueca envolve normalmente drogas vaso-constritoras para aliviar esta pressão. No entanto, esta medicamentação pode causar efeitos secundários no sistema circulatório e é desaconselhada a pessoas com problemas cardiológicos.
   [Mais...]

Medical Journal - 17/08/21
As vacinas de RNA mensageiro (mRNA) que atuam contra a proteína spike do SARS-CoV-2 medeiam a proteção contra doença grave tão cedo quanto 10 dias após a vacinação, quando anticorpos1 neutralizantes são dificilmente detectáveis. Neste ensaio clínico, publicado na revista Nature, os pesquisadores mostram que uma resposta de células2 T CD8+ totalmente funcional e estável é vigorosamente mobilizada uma semana após a vacinação inicial com bnt162b2. Os resultados indicam que as células2 T CD8+ são células2 efetoras importantes, expandidas na janela de proteção inicial após a vacinação primária, precedem a maturação de outros braços efetores da imunidade3 induzida pela vacina4 e são mantidas de forma estável após a vacinação de reforço.
1 Anticorpos: Proteínas produzidas pelo organismo para se proteger de substâncias estranhas como bactérias ou vírus. As pessoas que têm diabetes tipo 1 produzem anticorpos que destroem as células beta produtoras de insulina do próprio organismo.
2 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
3 Imunidade: Capacidade que um indivíduo tem de defender-se perante uma agressão bacteriana, viral ou perante qualquer tecido anormal (tumores, enxertos, etc.).
4 Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
   [Mais...]

Medical Journal - 16/08/21
A longevidade reprodutiva é essencial para a fertilidade e influencia o envelhecimento saudável em mulheres, mas o conhecimento sobre seus mecanismos biológicos subjacentes e tratamentos para preservá-la são limitados. Um novo estudo, publicado na revista Nature, analisou as variantes genéticas que influenciam a idade da menopausa1, oferecendo insights genéticos sobre os mecanismos biológicos que regem o envelhecimento ovariano humano. Foram identificadas 290 regiões de DNA que causam coletivamente cerca de um terço da variação genética na idade em que a menopausa1 ocorre e cerca de 12% da variação total. O gene com maior efeito é o CHEK2: mulheres com uma variante que impede o funcionamento desse gene passam pela menopausa1 3,5 anos mais tarde do que aquelas com uma versão funcional. O não funcionamento desse gene também foi associado a uma resposta mais forte aos medicamentos para infertilidade2.
1 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
2 Infertilidade: Capacidade diminuída ou ausente de gerar uma prole. O termo não implica a completa inabilidade para ter filhos e não deve ser confundido com esterilidade. Os clínicos introduziram elementos físicos e temporais na definição. Infertilidade é, portanto, freqüentemente diagnosticada quando, após um ano de relações sexuais não protegidas, não ocorre a concepção.
   [Mais...]

Medical Journal - 16/08/21
Um novo estudo, publicado na revista Menopause, descobriu que uma dieta baseada em vegetais rica em soja reduz as ondas de calor moderadas a graves na menopausa1 em 84%, de quase cinco por dia para menos de uma por dia. Durante o estudo de 12 semanas, quase 60% das mulheres ficaram totalmente livres de ondas de calor moderadas a graves. Em geral, as ondas de calor (incluindo as leves) diminuíram em 79%. Os resultados indicaram que a combinação de uma dieta vegana com baixo teor de gordura2 e consumo de soja integral – sem uso de medicamentos ou extratos hormonais – foi associada à redução da frequência e gravidade das ondas de calor e também à melhora da qualidade de vida nos domínios vasomotor, psicossocial, físico e sexual em mulheres na pós-menopausa1.
1 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
2 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
   [Mais...]

Medical Journal - 13/08/21
Novo estudo explorou como a menopausa1 muda o cérebro2 das mulheres. Essa compreensão pode acabar sendo uma janela crucial para tentar prevenir o mal de Alzheimer3 e outras doenças crônicas que geralmente acompanham a idade avançada. Em artigo publicado na revista Scientific Reports, os dados mostram que a menopausa1 humana é uma transição neurológica dinâmica que impacta significativamente a estrutura do cérebro2, a conectividade e o perfil metabólico durante o envelhecimento endócrino4 do cérebro2 feminino na meia-idade.
1 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
2 Cérebro: Derivado do TELENCÉFALO, o cérebro é composto dos hemisférios direito e esquerdo. Cada hemisfério contém um córtex cerebral exterior e gânglios basais subcorticais. O cérebro inclui todas as partes dentro do crânio exceto MEDULA OBLONGA, PONTE e CEREBELO. As funções cerebrais incluem as atividades sensório-motora, emocional e intelectual.
3 Alzheimer: Doença degenerativa crônica que produz uma deterioração insidiosa e progressiva das funções intelectuais superiores. É uma das causas mais freqüentes de demência. Geralmente começa a partir dos 50 anos de idade e tem incidência similar entre homens e mulheres.
4 Endócrino: Relativo a ou próprio de glândula, especialmente de secreção interna; endocrínico.
   [Mais...]

Medical Journal - 12/08/21
Dados suecos de nascimento e saúde1 de mais de quarenta anos demonstraram uma forte relação entre parto prematuro e risco de autismo, de acordo com uma nova análise, publicada no periódico científico Pediatrics. Entre mais de 4 milhões de nascimentos únicos de 1973 a 2013, o risco de diagnóstico2 de transtorno do espectro autista (TEA) foi de 2,1% para crianças nascidas antes de 37 semanas de gestação em comparação com 1,6% para aquelas com idade gestacional de 37-38 semanas e 1,4% para aquelas com idade gestacional de 39-41 semanas. Além disso, os dados mostraram o que poderia ser chamado de relação dose-resposta: a idade gestacional mais precoce se correlacionou com maior prevalência3 de TEA.
1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
3 Prevalência: Número de pessoas em determinado grupo ou população que são portadores de uma doença. Número de casos novos e antigos desta doença.
   [Mais...]

Medical Journal - 11/08/21
Crianças com diabetes tipo 21 correm alto risco de desenvolver complicações graves – variando de hipertensão2 a doença renal3 – por volta dos 20 ou 30 anos, de acordo com um estudo de 15 anos com centenas de jovens com a doença, publicado no The New England Journal of Medicine. Os pesquisadores descobriram que, ao final do período de estudo, 60% dos participantes – que tinham em média 26 anos na época – desenvolveram pelo menos uma complicação relacionada ao diabetes4. Assim, o estudo concluiu que, para pessoas que tiveram início de diabetes tipo 21 na juventude, o risco de complicações, incluindo complicações microvasculares, aumentou de forma constante ao longo do tempo e afetou a maioria dos participantes no início da idade adulta.
1 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
2 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
3 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
4 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
   [Mais...]

» 11/08/2021 - Pior controle glicêmico e complicações diabéticas aumentam o risco de demência em pacientes com diabetes tipo 2
» 10/08/2021 - A falta de atendimento especializado está associada ao aumento da morbidade e mortalidade em adultos com doenças cardíacas congênitas
» 10/08/2021 - Estudo não encontra evidências de que o consumo de café aumenta o risco de taquiarritmias incidentes
» 09/08/2021 - Estudo sugere associação de deficiência visual com declínio cognitivo em vários domínios em idosos
» 09/08/2021 - A proteína interleucina-3 astrocítica programa a micróglia, um tipo de célula imunológica do cérebro, e limita a doença de Alzheimer
» 06/08/2021 - Maior ingestão de alimentos ultraprocessados foi positivamente associada ao risco de doença inflamatória intestinal
» 05/08/2021 - Cientistas desenvolvem neuroprótese para decodificação da fala em uma pessoa paralisada com anartria
» 04/08/2021 - Caminhar tem efeitos sobre a plasticidade da substância branca do cérebro em idosos saudáveis
» 04/08/2021 - Neurônios humanos do hipocampo acompanham momentos em uma sequência de eventos, marcando o tempo
» 03/08/2021 - Horário e duração do sono noturno, bem como cochilos diurnos, influenciam na prevalência da obesidade


Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Receber conteúdos