news.med.br

Mais acessados

54% dos exames pélvicos e 71% dos testes de Papanicolau realizados em mulheres jovens dos Estados Unidos são potencialmente desnecessários

54% dos exames pélvicos e 71% dos testes de Papanicolau realizados em mulheres jovens dos Estados Unidos são potencialmente desnecessários

Estudo publicado pelo JAMA Internal Medicine estimou a prevalência1 de exames pélvicos2 bimanuais e testes de Papanicolau3 potencialmente desnecessários entre jovens com idades entre 15 e 20 anos nos Estados Unidos. Tal realização desnecessária de exames pode expor essas mulheres a danos evitáveis.
1 Prevalência: Número de pessoas em determinado grupo ou população que são portadores de uma doença. Número de casos novos e antigos desta doença.
2 Pélvicos: Relativo a ou próprio de pelve. A pelve é a cavidade no extremo inferior do tronco, formada pelos dois ossos do quadril (ilíacos), sacro e cóccix; bacia. Ou também é qualquer cavidade em forma de bacia ou taça (por exemplo, a pelve renal).
3 Papanicolau: Método de coloração para amostras de tecido, particularmente difundido por sua utilização na detecção precoce do câncer de colo uterino.
- 08/01/2020
Taxas de mortalidade por câncer diminuem, sugerindo ganhos notáveis em tipos comuns de câncer

Taxas de mortalidade por câncer diminuem, sugerindo ganhos notáveis em tipos comuns de câncer

As taxas de mortalidade1 por câncer2 diminuíram constantemente desde 1991, resultando em uma queda geral de 29% ou aproximadamente 2,9 milhões de mortes a menos por câncer2 do que se as taxas de pico tivessem persistido, de acordo com um relatório publicado pela American Cancer2 Society.
1 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
2 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
- 13/01/2020
Injeção intravenosa da vacina BCG se mostra mais efetiva que a injeção intradérmica na proteção contra a tuberculose

Injeção intravenosa da vacina BCG se mostra mais efetiva que a injeção intradérmica na proteção contra a tuberculose

Estudo publicado pela revista Nature avaliou a prevenção da tuberculose1 em macacos após imunização2 intravenosa com BCG3. Notavelmente, nove em cada dez macacos que receberam a vacina4 intravenosa de BCG3 foram altamente protegidos, com seis macacos não mostrando níveis detectáveis de infecção5.
1 Tuberculose: Doença infecciosa crônica produzida pelo bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis). Produz doença pulmonar, podendo disseminar-se para qualquer outro órgão. Os sintomas de tuberculose pulmonar consistem em febre, tosse, expectoração, hemoptise, acompanhada de perda de peso e queda do estado geral. Em países em desenvolvimento (como o Brasil) aconselha-se a vacinação com uma cepa atenuada desta bactéria (vacina BCG).
2 Imunização: Processo mediante o qual se adquire, de forma natural ou artificial, a capacidade de defender-se perante uma determinada agressão bacteriana, viral ou parasitária. O exemplo mais comum de imunização é a vacinação contra diversas doenças (sarampo, coqueluche, gripe, etc.).
3 BCG: Vacina utilizada para prevenir a tuberculose. Esta é composta por bacilos vivos e atenuados, que não produzem doença em pessoas com imunidade normal.
4 Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
5 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
- 09/01/2020
JACC: o treinamento para uma maratona pode reverter o enrijecimento da aorta relacionado à idade

JACC: o treinamento para uma maratona pode reverter o enrijecimento da aorta relacionado à idade

O treinamento para uma maratona, mesmo com intensidade de exercício relativamente baixa, reduz a pressão arterial1 central e a rigidez aórtica de maneira equivalente a uma redução de cerca de 4 anos na idade vascular2. É o que mostra um estudo publicado pelo Journal of the American Medical College of Cardiology (JACC).
1 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
2 Vascular: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
- 10/01/2020
Quais são os melhores antidepressivos para os idosos?

Quais são os melhores antidepressivos para os idosos?

Em artigo sobre a segurança e a eficácia de alguns antidepressivos usados em idosos, pesquisadores de Stanford descobriram que, em relação à resposta parcial, a sertralina, paroxetina e duloxetina foram significativamente melhores do que o uso de placebo1. O estudo foi publicado pelo Journal of the American Geriatrics Society.
1 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
- 18/08/2015
Associação entre uso de múltiplas classes de antibióticos na primeira infância e doenças alérgicas na infância

Associação entre uso de múltiplas classes de antibióticos na primeira infância e doenças alérgicas na infância

Em publicação do JAMA Pediatrics, pesquisadores descobriram que antibióticos comumente prescritos em bebês1 foram associados a um risco maior das crianças desenvolverem doenças alérgicas, como asma2 e rinite3 alérgica.
1 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
2 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
3 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
- 20/01/2020

Elogios, críticas ou sugestões

Seu nome:
Seu email:
Mensagem:

  • Entrar
  • Assinar