news.med.br  -  Pharma News
Pharma News - 16/06/17
Com registro aprovado pela Anvisa no último dia 12, o medicamento Rozerem (ramelteona) é uma nova opção de tratamento para distúrbios do sono, tais como a insônia.   [Mais...]
Pharma News - 01/06/17
Estudo publicado pelo British Medical Journal (BMJ) mostra que o uso de qualquer anti-inflamatório não-esteroide (AINE), incluindo o naproxeno, foi associado a um risco aumentado de infarto1 agudo2 do miocárdio3. O risco de infarto1 com o celecoxibe foi comparável ao dos AINEs tradicionais e foi menor do que para o rofecoxibe. O maior risco foi observado durante o primeiro mês de uso de AINEs e com doses mais elevadas.
1 Infarto: Morte de um tecido por irrigação sangüínea insuficiente. O exemplo mais conhecido é o infarto do miocárdio, no qual se produz a obstrução das artérias coronárias com conseqüente lesão irreversível do músculo cardíaco.
2 Agudo: Descreve algo que acontece repentinamente e por curto período de tempo. O oposto de crônico.
3 Miocárdio: Tecido muscular do CORAÇÃO. Composto de células musculares estriadas e involuntárias (MIÓCITOS CARDÍACOS) conectadas, que formam a bomba contrátil geradora do fluxo sangüíneo. Sinônimos: Músculo Cardíaco; Músculo do Coração
   [Mais...]

Pharma News - 30/05/17
Cientistas do The Scripps Research Institute em San Diego, na Califórnia, reestruturaram um antibiótico existente há décadas e conseguiram aumentar sua potência antimicrobiana em laboratório. O estudo foi publicado pelo periódico Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).   [Mais...]
Pharma News - 22/05/17
Pesquisa da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba, feita em apiários no sul do Paraná e no norte de Santa Catarina, mostra que a própolis orgânica brasileira possui propriedades químicas com potencial farmacológico para várias doenças, já que apresenta substâncias com ação anti-inflamatória, antioxidante, antibacteriana e até anticancerígena.   [Mais...]
Pharma News - 04/05/17
Um medicamento originalmente investigado como terapia para o câncer1 tem se mostrado como grande promessa no tratamento da doença dos olhos2 associada a problemas na tireoide3, também conhecida como orbitopatia ou oftalmopatia de Graves.
1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Olhos:
3 Tireoide: Glândula endócrina altamente vascularizada, constituída por dois lobos (um em cada lado da TRAQUÉIA) unidos por um feixe de tecido delgado. Secreta os HORMÔNIOS TIREOIDIANOS (produzidos pelas células foliculares) e CALCITONINA (produzida pelas células para-foliculares), que regulam o metabolismo e o nível de CÁLCIO no sangue, respectivamente.
   [Mais...]

Pharma News - 25/04/17
Crianças com menos de 12 anos não devem tomar tramadol ou codeína pelo risco de dificuldade respiratória ou morte. A Food and Drug Administration (FDA) também está restringindo o uso de tramadol e codeína em crianças com mais de 12 anos e reforçando a necessidade de recomendação em bula de que as mães que amamentam não tomem os dois opioides, pois as crianças amamentadas podem apresentar depressão respiratória potencialmente fatal.   [Mais...]
Pharma News - 21/02/17
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro do medicamento específico1 Mevatyl (tetraidrocanabinol (THC), 27 mg/mL + canabidiol (CBD), 25 mg/mL), canabinoides obtidos a partir da Cannabis sativa. Este é o primeiro medicamento registrado no Brasil à base de Cannabis Sativa. A solução oral (spray) Mevatyl será destinada ao tratamento clínico de pacientes não responsivos a medicamentos antiespásticos usados nos espasmos2 da esclerose múltipla3.
1 Medicamento específico: O termo aplica-se a produtos farmacêuticos, tecnicamente obtidos ou elaborados, com finalidade profilática, curativa ou paliativa não enquadrados nas categorias de medicamento novo, genérico, similar, biológico, fitoterápico ou notificado e cuja(s) substância(s) ativa(s), independente da natureza ou origem, não é(são) passível(is) de ensaio de bioequivalência, frente a um produto comparador.
2 Espasmos: 1. Contrações involuntárias, não ritmadas, de um ou vários músculos, podendo ocorrer isolada ou continuamente, sendo dolorosas ou não. 2. Qualquer contração muscular anormal. 3. Sentido figurado: arrebatamento, exaltação, espanto.
3 Esclerose múltipla: Doença degenerativa que afeta o sistema nervoso, produzida pela alteração na camada de mielina. Caracteriza-se por alterações sensitivas e de motilidade que evoluem através do tempo produzindo dano neurológico progressivo.
   [Mais...]

Pharma News - 19/09/16
Artigo publicado pelo periódico Pediatrics, da American Academy of Pediatrics, diz que já é tempo de parar de prescrever codeína para crianças. Existem evidências ligando o uso de codeína com risco de vida ou depressão respiratória fatal em pacientes pediátricos.   [Mais...]
Pharma News - 08/09/16
O objetivo do presente estudo foi avaliar a segurança e a eficácia de deflazacort (DFZ) e prednisona (PRED) versus placebo1 na distrofia2 muscular de Duchenne (DMD). Deflazacort apresentou menos efeitos colaterais3.
1 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
2 Distrofia: 1. Acúmulo de grande quantidade de matéria orgânica, mas poucos nutrientes, em corpos de água, como brejos e pântanos. 2. Na medicina, é qualquer problema de nutrição e o estado de saúde daí decorrente.
3 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
   [Mais...]

Pharma News - 06/09/16
Estudo de coorte1 realizado por médicos holandeses, com publicação online pelo JAMA Oncology, avaliou se a perda da impressão digital é um efeito adverso inesperado e frequente do tratamento com a capecitabina.
1 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
   [Mais...]

» 26/08/2016 - Prescrição para crianças obesas: infelizmente a maioria dos pediatras pode estar prescrevendo a dose incorreta
» 09/06/2016 - Antidepressivos não parecem ser vantajosos no transtorno depressivo maior de crianças e adolescentes: meta-análise publicada pelo The Lancet
» 06/06/2016 - Metformina: FDA revisa advertências ao uso da medicação em pacientes com função renal reduzida e muda recomendações
» 16/05/2016 - FDA aconselha restringir o uso de fluoroquinolonas para infecções não complicadas e adverte sobre efeitos secundários incapacitantes
» 04/05/2016 - Aripiprazol: FDA adverte sobre novos problemas para controlar impulsos durante o uso dessa medicação
» 27/04/2016 - Reações adversas a anti-histamínicos sistêmicos em crianças podem ser mais comuns do que sabemos
» 15/04/2016 - Aspirina para a prevenção primária de doenças cardiovasculares e câncer colorretal: atualizações da U.S. Preventive Services Task Force (USPSTF)
» 12/04/2016 - FDA aprova novo medicamento para leucemia linfocítica crônica em pacientes com uma anomalia cromossômica específica
» 28/03/2016 - FDA aprova Cinqair para tratar a asma grave
» 22/03/2016 - Medicamentos contra impotência (Viagra e Cialis) devem ser evitados antes de procedimentos cirúrgicos, segundo especialistas da American Association of Nurse Anesthetists


Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Assinar