news.med.br  -  Medical Journal
Medical Journal - 19/09/18
Um estudo com publicação online pelo American Journal of Psychiatry diz que níveis elevados de um metabólito1 do diclorodifeniltricloroetano (DDT) no soro2 de grávidas fornecem a primeira evidência com biomarcadores de que um inseticida pode estar envolvido na etiologia3 do autismo em crianças.
1 Metabólito: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
2 Soro: Chama-se assim qualquer líquido de características cristalinas e incolor.
3 Etiologia: 1. Ramo do conhecimento cujo objeto é a pesquisa e a determinação das causas e origens de um determinado fenômeno. 2. Estudo das causas das doenças.
   [Mais...]

Medical Journal - 18/09/18
A progressão para o diabetes tipo 21 em pessoas com pré-diabetes2 pode ser acentuadamente reduzida com intervenções destinadas a corrigir os distúrbios fisiopatológicos subjacentes (ou seja, a secreção prejudicada de insulina3 e a resistência à insulina4), segundo publicação do The Lancet Diabetes5 & Endocrinology.
1 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
2 Pré-diabetes: Condição em que um teste de glicose, feito após 8 a 12 horas de jejum, mostra um nível de glicose mais alto que o normal mas não tão alto para um diagnóstico de diabetes. A medida está entre 100 mg/dL e 125 mg/dL. A maioria das pessoas com pré-diabetes têm um risco aumentado de desenvolver diabetes tipo 2.
3 Insulina: Hormônio que ajuda o organismo a usar glicose como energia. As células-beta do pâncreas produzem insulina. Quando o organismo não pode produzir insulna em quantidade suficiente, ela é usada por injeções ou bomba de insulina.
4 Resistência à insulina: Inabilidade do corpo para responder e usar a insulina produzida. A resistência à insulina pode estar relacionada à obesidade, hipertensão e altos níveis de colesterol no sangue.
5 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
   [Mais...]

Medical Journal - 17/09/18
Um estudo publicado pelo The New England Journal of Medicine (NEJM) avaliou a relação entre aspirina e sobrevida1 livre de incapacidades em idosos saudáveis e mostrou que o uso deste medicamento não prolongou a sobrevida1 livre de incapacidades por um período de cinco anos, mas levou a uma taxa mais alta de hemorragia2 grave do que o uso de placebo3.
1 Sobrevida: Prolongamento da vida além de certo limite; prolongamento da existência além da morte, vida futura.
2 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
3 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
   [Mais...]

Medical Journal - 11/09/18
Pesquisa publicada pelo periódico Sleep estudou afro-americanos em relação à apneia obstrutiva do sono1 (AOS). O Jackson Heart Sleep Study determinou a prevalência2 e as relações da AOS em geral e por sexo entre os afro-americanos e seus fatores de risco.
1 Apnéia obstrutiva do sono: Pausas na respiração durante o sono.
2 Prevalência: Número de pessoas em determinado grupo ou população que são portadores de uma doença. Número de casos novos e antigos desta doença.
   [Mais...]

Medical Journal - 06/09/18
Estudo publicado pelo periódico Cancer1 Epidemiology mostra crescimento dos casos de câncer1 atribuíveis ao alto índice de massa corporal2 (IMC3) no Brasil. Os pontos mais importantes do estudo são: o IMC3 elevado é responsável por 15.000 (3.8%) de todos os novos casos de câncer1 diagnosticados no Brasil; os locais mais comuns foram mama4 em mulheres e cólon5 em homens; a carga de câncer1 atribuível ao alto IMC3 foi maior em mulheres e mais pronunciada nos estados mais ricos. Em 2025, os casos de câncer1 atribuíveis ao IMC3 elevado devem dobrar em relação a 2012.
1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Índice de massa corporal: Medida usada para avaliar se uma pessoa está abaixo do peso, com peso normal, com sobrepeso ou obesa. É a medida mais usada na prática para saber se você é considerado obeso ou não. Também conhecido como IMC. É calculado dividindo-se o peso corporal em quilogramas pelo quadrado da altura em metros. Existe uma tabela da Organização Mundial de Saúde que classifica as medidas de acordo com o resultado encontrado.
3 IMC: Medida usada para avaliar se uma pessoa está abaixo do peso, com peso normal, com sobrepeso ou obesa. É a medida mais usada na prática para saber se você é considerado obeso ou não. Também conhecido como IMC. É calculado dividindo-se o peso corporal em quilogramas pelo quadrado da altura em metros. Existe uma tabela da Organização Mundial de Saúde que classifica as medidas de acordo com o resultado encontrado.
4 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
5 Cólon:
   [Mais...]

Medical Journal - 31/08/18
O diabetes mellitus1 está associado a um risco aumentado de eventos cardiovasculares. O uso de aspirina reduz o risco de eventos vasculares2 oclusivos, mas aumenta o risco de sangramento. O balanço entre benefícios e riscos para a prevenção primária de eventos cardiovasculares em pacientes com diabetes3 não é claro.
1 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
2 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
3 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
   [Mais...]

Medical Journal - 29/08/18
O uso de álcool é um dos principais fatores de risco para a carga global de doenças e causa perda substancial de saúde1. Nesta análise, publicada pelo The Lancet, descobriu-se que o risco de mortalidade2 por todas as causas, e de câncer3 especificamente, aumenta com o aumento dos níveis de consumo, e o nível de consumo que minimiza a perda de saúde1 é zero.
1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
3 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
   [Mais...]

Medical Journal - 28/08/18
Ensaio clínico controlado e randomizado1 de eficácia comparativa, publicado pelo BMJ, foi realizado para determinar a eficácia das intervenções do tai chi chuan em comparação com o exercício aeróbico, um tratamento padrão atual em pacientes com fibromialgia2, e testar se a eficácia do tai chi depende de sua dosagem ou duração.
1 Randomizado: Ensaios clínicos comparativos randomizados são considerados o melhor delineamento experimental para avaliar questões relacionadas a tratamento e prevenção. Classicamente, são definidos como experimentos médicos projetados para determinar qual de duas ou mais intervenções é a mais eficaz mediante a alocação aleatória, isto é, randomizada, dos pacientes aos diferentes grupos de estudo. Em geral, um dos grupos é considerado controle – o que algumas vezes pode ser ausência de tratamento, placebo, ou mais frequentemente, um tratamento de eficácia reconhecida. Recursos estatísticos são disponíveis para validar conclusões e maximizar a chance de identificar o melhor tratamento. Esses modelos são chamados de estudos de superioridade, cujo objetivo é determinar se um tratamento em investigação é superior ao agente comparativo.
2 Fibromialgia:
   [Mais...]

Medical Journal - 27/08/18
A eficiência do sono, a duração do sono e a vigília após o início do sono podem modificar o risco de enxaqueca1, segundo trabalho publicado pelo Neurology Reviews.
1 Enxaqueca: Sinônimo de migrânea. É a cefaléia cuja prevalência varia de 10 a 20% da população. Ocorre principalmente em mulheres com uma proporção homem:mulher de 1:2-3. As razões para esta preponderância feminina ainda não estão bem entendidas, mas suspeita-se de alguma relação com o hormônio feminino. Resulta da pressão exercida por vasos sangüíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente. O tratamento da enxaqueca envolve normalmente drogas vaso-constritoras para aliviar esta pressão. No entanto, esta medicamentação pode causar efeitos secundários no sistema circulatório e é desaconselhada a pessoas com problemas cardiológicos.
   [Mais...]

Medical Journal - 23/08/18
O trabalho publicado pelo periódico Journal of Clinical Epidemiology mostra que a terapia nutricional médica realizada por nutricionistas registrados é eficaz para a dislipidemia e que múltiplas sessões individuais com nutricionista1 foram benéficas tanto clinicamente quanto em relação aos custos. A intervenção dietética levou à melhoria dos lipídios, glicose2, peso corporal e pressão arterial3, levando a reduções na necessidade de medicamentos hipolipemiantes.
1 Nutricionista: Especialista em nutricionismo, ou seja, especialista no estudo das necessidades alimentares dos seres humanos e animais, e dos problemas relativos à nutrição.
2 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
3 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
   [Mais...]

» 22/08/2018 - Aplicativo móvel para contracepção é aprovado pela FDA
» 20/08/2018 - Quanto de carboidrato na dieta está associado à menor mortalidade? Estudo prospectivo de coorte e metanálise publicado pelo The Lancet
» 17/08/2018 - Insuficiência cardíaca estimula o crescimento tumoral por fatores circulantes
» 15/08/2018 - Combinação tripla de medicamentos anti-hipertensivos versus cuidados usuais para o controle da pressão arterial em pacientes com hipertensão leve a moderada
» 13/08/2018 - Consumo de sódio é associado com doença cardiovascular e acidente vascular cerebral apenas com ingestão média superior a cinco gramas ao dia, em publicação do The Lancet
» 10/08/2018 - Associação entre exercício físico e saúde mental em 1,2 milhões de indivíduos nos EUA: estudo transversal publicado pelo The Lancet Psychiatry
» 09/08/2018 - Relação cintura-quadril e mortalidade na insuficiência cardíaca
» 07/08/2018 - Aquisição da linguagem em filhos de mães com epilepsia que usaram ácido fólico na gestação, estudo publicado no Neurology
» 25/07/2018 - O consumo de cafeína aumenta o risco de fibrilação atrial de início recente?
» 24/07/2018 - Distúrbios do sono podem colaborar para o declínio cognitivo de idosos


Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Assinar
O news.med.br® é parte integrante da Plataforma HiDoctor® e é oferecido a você gratuitamente.