news.med.br  -  Medical Journal
Medical Journal - 17/12/21
A síndrome1 de Sjögren é uma doença autoimune2 caracterizada por boca3 e olhos4 secos, características sistêmicas e redução da qualidade de vida. Não existem tratamentos modificadores da doença. Um novo produto biológico, o ianalumabe (VAY736), com dois modos de suprimir as células5 B, já havia demonstrado eficácia preliminar. Este ensaio de determinação de dose, publicado no The Lancet, teve como objetivo avaliar a segurança e eficácia de diferentes doses subcutâneas de ianalumabe em pacientes com síndrome1 de Sjögren primária moderada a grave. A pontuação do Índice de Atividade da Doença da Síndrome1 de Sjögren diminuiu desde a linha de base em todos os grupos de ianalumabe, com a alteração máxima da pontuação observada no grupo de 300 mg de ianalumabe. O estudo atingiu seu objetivo principal, mostrando uma diminuição relacionada à dose na atividade da doença. No geral, o ianalumabe foi bem tolerado e seguro, sem aumento de infecções6.
1 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
2 Autoimune: 1. Relativo à autoimunidade (estado patológico de um organismo atingido por suas próprias defesas imunitárias). 2. Produzido por autoimunidade. 3. Autoalergia.
3 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
4 Olhos:
5 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
6 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
   [Mais...]

Medical Journal - 16/12/21
Um experimento em cultura de células1 mostrou ser possível estimular o sistema imune2 de recém-nascidos a combater o HIV3, vírus4 causador da AIDS. A descoberta amplia a possibilidade de novas intervenções terapêuticas para a proteção contra doenças infecciosas nesse período da vida. O estudo foi conduzido na Faculdade de Medicina da USP e publicado no Journal of Infectious Diseases. Os pesquisadores avaliaram os efeitos imunomoduladores e antivirais de adjuvantes de interferon tipo I (IFN-I) em macrófagos5 derivados de monócitos6 do cordão umbilical7 após infecção8 por HIV3-1. Os resultados sugerem que os macrófagos5 do cordão umbilical7 são capazes de estabelecer respostas antivirais induzidas por adjuvantes de IFN-I semelhantes aos de seus homólogos adultos, revelando um potencial candidato a adjuvante para aumentar a resposta imune neonatal.
1 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
2 Sistema imune: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
3 HIV: Abreviatura em inglês do vírus da imunodeficiência humana. É o agente causador da AIDS.
4 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
5 Macrófagos: É uma célula grande, derivada do monócito do sangue. Ela tem a função de englobar e destruir, por fagocitose, corpos estranhos e volumosos.
6 Monócitos: É um tipo de leucócito mononuclear fagocitário, que se forma na medula óssea e é posteriormente transportado para os tecidos, onde se desenvolve em macrófagos.
7 Cordão Umbilical: Estrutura flexível semelhante a corda, que conecta um FETO em desenvolvimento à PLACENTA, em mamíferos. O cordão contém vasos sanguíneos que transportam oxigênio e nutrientes da mãe ao feto e resíduos para longe do feto.
8 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
   [Mais...]

Medical Journal - 15/12/21
Idosos submetidos à cirurgia de catarata1 para melhorar a visão2 têm menor probabilidade de desenvolver demência3 posteriormente, segundo um novo estudo publicado no JAMA Internal Medicine. No estudo de coorte4 avaliando 3.038 adultos de 65 anos de idade ou mais com catarata1, os participantes que se submeteram à extração de catarata1 tiveram, em média, 71 por cento da chance de desenvolver demência3 do que aqueles que não fizeram cirurgia de catarata1 após controlar vários riscos adicionais. Em comparação, o risco de demência3 não diferiu entre os participantes que se submeteram ou não à cirurgia de glaucoma5, que não restaura a visão2. Se validada em estudos futuros, a cirurgia de catarata1 pode ter relevância clínica em idosos com risco de desenvolver demência3.
1 Catarata: Opacificação das lentes dos olhos (opacificação do cristalino).
2 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.
3 Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
4 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
5 Glaucoma: É quando há aumento da pressão intra-ocular e danos ao nervo óptico decorrentes desse aumento de pressão. Esses danos se expressam no exame de fundo de olho e por alterações no campo de visão.
   [Mais...]

Medical Journal - 15/12/21
O citrato de sildenafila (Viagra, Revatio) pode ser um candidato a medicamento para prevenir ou tratar a doença de Alzheimer1, sugeriu uma nova pesquisa. Ao longo de 6 anos de acompanhamento, os usuários de citrato de sildenafila foram 69% menos propensos a desenvolver a doença de Alzheimer1 do que os não usuários, mostrou um estudo publicado na revista Nature Aging. O viagra também emergiu como um potencial modificador do risco da doença em uma análise de medicamentos que podem ser reaproveitados para o Alzheimer2. Além disso, o medicamento, que é aprovado para tratar disfunção erétil e hipertensão arterial3 pulmonar, aumentou o crescimento de neuritos e diminuiu a expressão de fosfo-tau em modelos de neurônios4 derivados de células-tronco5 pluripotentes induzidas. Entender os endofenótipos pode revelar mecanismos subjacentes comuns e levar a medicamentos que podem ser reaproveitados para doenças como Alzheimer2, observaram os pesquisadores.
1 Doença de Alzheimer: É uma doença progressiva, de causa e tratamentos ainda desconhecidos que acomete preferencialmente as pessoas idosas. É uma forma de demência. No início há pequenos esquecimentos, vistos pelos familiares como parte do processo normal de envelhecimento, que se vão agravando gradualmente. Os pacientes tornam-se confusos e por vezes agressivos, passando a apresentar alterações da personalidade, com distúrbios de conduta e acabam por não reconhecer os próprios familiares e até a si mesmos quando colocados frente a um espelho. Tornam-se cada vez mais dependentes de terceiros, iniciam-se as dificuldades de locomoção, a comunicação inviabiliza-se e passam a necessitar de cuidados e supervisão integral, até mesmo para as atividades elementares como alimentação, higiene, vestuário, etc..
2 Alzheimer: Doença degenerativa crônica que produz uma deterioração insidiosa e progressiva das funções intelectuais superiores. É uma das causas mais freqüentes de demência. Geralmente começa a partir dos 50 anos de idade e tem incidência similar entre homens e mulheres.
3 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
4 Neurônios: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO. Sinônimos: Células Nervosas
5 Células-tronco: São células primárias encontradas em todos os organismos multicelulares que retêm a habilidade de se renovar por meio da divisão celular mitótica e podem se diferenciar em uma vasta gama de tipos de células especializadas.
   [Mais...]

Medical Journal - 14/12/21
Estudo publicado no European Heart Journal avaliou a associação da ingestão de alimentos ultraprocessados (AUP) e mortalidade1 entre indivíduos com história de doença cardiovascular (DCV) e analisou algumas vias biológicas que possivelmente relacionam a ingestão de AUP à morte. Maior ingestão de AUP, em oposição à menor ingestão, foi associada a maiores riscos de mortalidade1 por todas as causas e mortalidade1 por DCV. Níveis alterados de cistatina C explicaram 18,3% e 16,6% da relação entre AUP com mortalidade1 por todas as causas e mortalidade1 por DCV, respectivamente. O estudo concluiu que uma dieta rica em alimentos ultraprocessados está associada a riscos aumentados de mortalidade1 por todas as causas e por doenças cardiovasculares2 entre indivíduos com eventos cardiovasculares prévios, possivelmente por meio de uma função renal3 alterada.
1 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
2 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
3 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
   [Mais...]

Medical Journal - 14/12/21
Uma rara mutação genética1 identificada pela primeira vez em pessoas da Velha Ordem Amish demonstrou reduzir o risco de doenças cardíacas em cerca de 35 por cento, de acordo com dados de um estudo publicado na revista Science. A esperança é que seja possível desenvolver tratamentos que tenham o mesmo impacto. A mutação2 em um gene chamado B4GALT1 estava associada a níveis 38% mais baixos de colesterol3 de lipoproteína de baixa densidade (LDL4) e também foi associada a níveis mais baixos de fibrinogênio5, que ajuda a coagular6 o sangue7. Altos níveis de fibrinogênio5 parecem aumentar o risco de doenças cardíacas. Os pesquisadores agora estão tentando descobrir exatamente como a mutação2 reduz o LDL4 e o fibrinogênio5 para que possam desenvolver medicamentos que tenham o mesmo efeito.
1 Mutação genética: É uma alteração súbita no genótipo de um indivíduo, sem relação com os ascendentes, mas passível de ser herdada pelos descendentes.
2 Mutação: 1. Ato ou efeito de mudar ou mudar-se. Alteração, modificação, inconstância. Tendência, facilidade para mudar de ideia, atitude etc. 2. Em genética, é uma alteração súbita no genótipo de um indivíduo, sem relação com os ascendentes, mas passível de ser herdada pelos descendentes.
3 Colesterol: Tipo de gordura produzida pelo fígado e encontrada no sangue, músculos, fígado e outros tecidos. O colesterol é usado pelo corpo para a produção de hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, cortisol e progesterona). O excesso de colesterol pode causar depósito de gordura nos vasos sangüíneos. Seus componentes são: HDL-Colesterol: tem efeito protetor para as artérias, é considerado o bom colesterol. LDL-Colesterol: relacionado às doenças cardiovasculares, é o mau colesterol. VLDL-Colesterol: representa os triglicérides (um quinto destes).
4 LDL: Lipoproteína de baixa densidade, encarregada de transportar colesterol através do sangue. Devido à sua tendência em depositar o colesterol nas paredes arteriais e a produzir aterosclerose, tem sido denominada “mau colesterol“.
5 Fibrinogênio: Proteína plasmática precursora da fibrina (que dá origem à fibrina) e que participa da coagulação sanguínea.
6 Coagular: Promover a coagulação ou solidificação; perder a fluidez, transformar-se em massa ou sólido.
7 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
   [Mais...]

Medical Journal - 13/12/21
As doenças imunomediadas coletivamente foram associadas a um risco aumentado de câncer1, com riscos nem sempre isolados ao órgão envolvido, demonstrou um grande estudo de coorte2. No geral, 48 doenças autoimunes3 comuns e outras condições imunomediadas foram associadas a um risco total modesto de câncer1. Na análise multivariável, três condições foram especificamente associadas a um risco total de câncer1 aumentado: colite4 ulcerativa, asma5 e colangite biliar primária, de acordo com os resultados do estudo publicado no JAMA Oncology. Os resultados sugerem, portanto, que as doenças imunomediadas estão associadas ao risco de câncer1 em nível local e sistêmico6, apoiando o papel da imunorregulação local e sistêmica no desenvolvimento do câncer1.
1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
3 Autoimunes: 1. Relativo à autoimunidade (estado patológico de um organismo atingido por suas próprias defesas imunitárias). 2. Produzido por autoimunidade. 3. Autoalergia.
4 Colite: Inflamação da porção terminal do cólon (intestino grosso). Pode ser devido a infecções intestinais (a causa mais freqüente), ou a processos inflamatórios diversos (colite ulcerativa, colite isquêmica, colite por radiação, etc.).
5 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
6 Sistêmico: 1. Relativo a sistema ou a sistemática. 2. Relativo à visão conspectiva, estrutural de um sistema; que se refere ou segue um sistema em seu conjunto. 3. Disposto de modo ordenado, metódico, coerente. 4. Em medicina, é o que envolve o organismo como um todo ou em grande parte.
   [Mais...]

Medical Journal - 13/12/21
O tratamento de pacientes com câncer1 de ovário2 recorrente tem sido baseado principalmente na terapia sistêmica. O papel da cirurgia citorredutora secundária não é claro. Neste estudo, publicado no The New England Journal of Medicine, pacientes com câncer1 de ovário2 recorrente foram aleatoriamente designadas para se submeter a cirurgia citorredutora secundária e, em seguida, receber quimioterapia3 à base de platina, ou receber quimioterapia3 à base de platina apenas. A sobrevida4 global mediana foi de 53,7 meses no grupo de cirurgia e 46,0 meses no grupo de não cirurgia. As pacientes com ressecção completa tiveram o desfecho mais favorável, com sobrevida4 global mediana de 61,9 meses. O estudo concluiu que, em mulheres com câncer1 de ovário2 recorrente, a cirurgia citorredutora seguida de quimioterapia3 resultou em uma sobrevida4 global mais longa do que a quimioterapia3 sozinha.
1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Ovário: Órgão reprodutor (GÔNADAS) feminino. Nos vertebrados, o ovário contém duas partes funcionais Sinônimos: Ovários
3 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
4 Sobrevida: Prolongamento da vida além de certo limite; prolongamento da existência além da morte, vida futura.
   [Mais...]

Medical Journal - 10/12/21
Fumar há muito tempo é associado à disfunção erétil e doenças cardiovasculares1. No entanto, poucas pesquisas exploraram se há uma associação semelhante entre os homens que usam sistemas eletrônicos de liberação de nicotina, comumente chamados de e-cigarros, ou cigarros eletrônicos. No primeiro estudo de base populacional desse tipo, publicado no American Journal of Preventive Medicine, os resultados sugerem que homens entre 20 e 65 anos de idade sem história de doença cardiovascular, mas que usam cigarros eletrônicos diariamente são 2,4 vezes mais prováveis de relatar disfunção erétil do que homens que nunca usaram cigarros eletrônicos. Assim, o uso de cigarros eletrônicos parece estar associado à disfunção erétil independente da idade, doença cardiovascular e outros fatores de risco.
1 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
   [Mais...]

Medical Journal - 08/12/21
Dietas com maior potencial inflamatório foram associadas a um risco aumentado de demência1 incidente2, mostrou um estudo observacional prospectivo3. Cada aumento de unidade nas pontuações do índice inflamatório da dieta foi associado a um risco 21% maior de demência1 ao longo de 3 anos. Em comparação com os participantes com as pontuações mais baixas de dieta inflamatória, aqueles com as pontuações mais altas tinham três vezes mais probabilidade de desenvolver demência1 incidente2, escreveram os pesquisadores no estudo publicado na revista Neurology. Esses achados podem servir para o desenvolvimento de estratégias de prevenção primária da demência1 por meio de intervenções dietéticas personalizadas e precisas.
1 Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
2 Incidente: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
3 Prospectivo: 1. Relativo ao futuro. 2. Suposto, possível; esperado. 3. Relativo à preparação e/ou à previsão do futuro quanto à economia, à tecnologia, ao plano social etc. 4. Em geologia, é relativo à prospecção.
   [Mais...]

» 08/12/2021 - O tratamento da insônia pode ser benéfico na prevenção da depressão em idosos
» 07/12/2021 - Ingestão precoce de aminoácidos entre bebês muito prematuros é segura e está associada a melhor pontuação de QI aos 5 anos de idade
» 07/12/2021 - Exposição à duloxetina durante a gravidez não foi associada a maior risco de malformações congênitas e natimortos
» 06/12/2021 - A obesidade e a hiperinsulinemia levam os adipócitos a ativar um programa do ciclo celular, levando à sua senescência
» 06/12/2021 - Injeções semanais de novo agente de amilina, cagrilintida, tiveram resultados positivos para a perda de peso
» 03/12/2021 - O uso pré-natal de maconha pode afetar o desenvolvimento e o comportamento das crianças, através da supressão das redes de genes imunológicos na placenta e do aumento dos fenótipos de ansiedade
» 02/12/2021 - Células cancerosas usam nanotubos para chegar às células imunológicas próximas e capturar suas mitocôndrias geradoras de energia
» 01/12/2021 - Sintomas de fibrilação atrial têm maior probabilidade de não serem relatados ou reconhecidos no diabetes
» 01/12/2021 - Cirurgia bariátrica pode prevenir o câncer em pacientes com obesidade e diabetes
» 30/11/2021 - Quase 1 em cada 5 pessoas com hipertensão toma medicamentos que aumentam a pressão arterial


Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Receber conteúdos