news.med.br
Saúde - 13/08/19
Com o objetivo de investigar o efeito do extrato de jabuticaba no fígado1 e no metabolismo2 de camundongos envelhecidos e alimentados com uma dieta de alto teor de gordura3, pesquisadores do Instituto de Biologia (IB) da Unicamp constataram que ele foi capaz de prevenir a pré-diabetes4 e o aumento do acúmulo de gordura3 no fígado1 (esteatose hepática5).
1 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
2 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
3 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
4 Pré-diabetes: Condição em que um teste de glicose, feito após 8 a 12 horas de jejum, mostra um nível de glicose mais alto que o normal mas não tão alto para um diagnóstico de diabetes. A medida está entre 100 mg/dL e 125 mg/dL. A maioria das pessoas com pré-diabetes têm um risco aumentado de desenvolver diabetes tipo 2.
5 Esteatose hepática: Esteatose hepática ou “fígado gorduroso“ é o acúmulo de gorduras nas células do fígado.
   [Mais...]

Medical Journal - 31/07/19
As métricas de saúde1 cardiovascular ideais da American Heart Association estão associadas a menores riscos de doença cardiovascular em pacientes com pré-diabetes2 ou diabetes3? Neste estudo, aqueles com pré-diabetes2 ou diabetes3 que atingiram pelo menos 5 métricas ideais apresentaram menor risco de eventos cardiovasculares em comparação com indivíduos com regulação normal da glicose4.
1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Pré-diabetes: Condição em que um teste de glicose, feito após 8 a 12 horas de jejum, mostra um nível de glicose mais alto que o normal mas não tão alto para um diagnóstico de diabetes. A medida está entre 100 mg/dL e 125 mg/dL. A maioria das pessoas com pré-diabetes têm um risco aumentado de desenvolver diabetes tipo 2.
3 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
4 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
   [Mais...]

Medical Journal - 22/03/19
O colesterol1 é um nutriente comum na dieta humana e os ovos são uma fonte importante de colesterol1. Neste estudo publicado pelo JAMA, cada 300 mg adicionais de colesterol1 consumido ou meio ovo2 a mais por dia foram associados ao maior risco de doença cardiovascular incidente3 e mortalidade4 por todas as causas.
1 Colesterol: Tipo de gordura produzida pelo fígado e encontrada no sangue, músculos, fígado e outros tecidos. O colesterol é usado pelo corpo para a produção de hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, cortisol e progesterona). O excesso de colesterol pode causar depósito de gordura nos vasos sangüíneos. Seus componentes são: HDL-Colesterol: tem efeito protetor para as artérias, é considerado o bom colesterol. LDL-Colesterol: relacionado às doenças cardiovasculares, é o mau colesterol. VLDL-Colesterol: representa os triglicérides (um quinto destes).
2 Ovo: 1. Célula germinativa feminina (haploide e madura) expelida pelo OVÁRIO durante a OVULAÇÃO. 2. Em alguns animais, como aves, répteis e peixes, é a estrutura expelida do corpo da mãe, que consiste no óvulo fecundado, com as reservas alimentares e os envoltórios protetores.
3 Incidente: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
4 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
   [Mais...]

Medical Journal - 06/02/19
Metanálise publicada pelo periódico The Lancet avalia dados de grandes estudos com estatinas para comparar os efeitos da terapia em diferentes faixas etárias, e mostra que a terapia com estas medicações produz reduções significativas nos principais eventos vasculares1, independentemente da idade, mas há menos evidências diretas de benefício entre pacientes com mais de 75 anos que ainda não apresentam evidências de doença vascular2 oclusiva.
1 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
2 Vascular: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
   [Mais...]

Saúde - 03/09/18
O excesso do chamado "bom colesterol1" pode aumentar o risco de ataques cardíacos e morte, de acordo com um estudo apresentado na conferência da Sociedade Europeia de Cardiologia, em Munique.
1 Colesterol: Tipo de gordura produzida pelo fígado e encontrada no sangue, músculos, fígado e outros tecidos. O colesterol é usado pelo corpo para a produção de hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, cortisol e progesterona). O excesso de colesterol pode causar depósito de gordura nos vasos sangüíneos. Seus componentes são: HDL-Colesterol: tem efeito protetor para as artérias, é considerado o bom colesterol. LDL-Colesterol: relacionado às doenças cardiovasculares, é o mau colesterol. VLDL-Colesterol: representa os triglicérides (um quinto destes).
   [Mais...]

Medical Journal - 23/08/18
O trabalho publicado pelo periódico Journal of Clinical Epidemiology mostra que a terapia nutricional médica realizada por nutricionistas registrados é eficaz para a dislipidemia e que múltiplas sessões individuais com nutricionista1 foram benéficas tanto clinicamente quanto em relação aos custos. A intervenção dietética levou à melhoria dos lipídios, glicose2, peso corporal e pressão arterial3, levando a reduções na necessidade de medicamentos hipolipemiantes.
1 Nutricionista: Especialista em nutricionismo, ou seja, especialista no estudo das necessidades alimentares dos seres humanos e animais, e dos problemas relativos à nutrição.
2 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
3 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
   [Mais...]

Saúde - 05/12/17
Pesquisadores do Department of Nutritional Sciences, da The Pennsylvania State University, publicaram no Journal of the American Heart Association (JAHA) um artigo que fala sobre o consumo de amêndoas e chocolate amargo e seus benefícios para o controle do perfil lipídico1.
1 Perfil lipídico: Exame laboratorial que mede colesterol total, triglicérides, HDL. O LDL é calculado por estes resultados. O perfil lipídico é uma das medidas de risco para as doenças cardiovasculares.
   [Mais...]

Medical Journal - 21/06/17
Artigo publicado pelo periódico Circulation diz que como o óleo de coco aumenta o colesterol1 LDL2, uma causa de doença cardiovascular (DCV), e não tem efeitos favoráveis compensatórios conhecidos, a American Heart Association aconselha contra o uso de óleo de coco.
1 Colesterol: Tipo de gordura produzida pelo fígado e encontrada no sangue, músculos, fígado e outros tecidos. O colesterol é usado pelo corpo para a produção de hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, cortisol e progesterona). O excesso de colesterol pode causar depósito de gordura nos vasos sangüíneos. Seus componentes são: HDL-Colesterol: tem efeito protetor para as artérias, é considerado o bom colesterol. LDL-Colesterol: relacionado às doenças cardiovasculares, é o mau colesterol. VLDL-Colesterol: representa os triglicérides (um quinto destes).
2 LDL: Lipoproteína de baixa densidade, encarregada de transportar colesterol através do sangue. Devido à sua tendência em depositar o colesterol nas paredes arteriais e a produzir aterosclerose, tem sido denominada “mau colesterol“.
   [Mais...]

Medical Journal - 07/02/17
Pacientes que atingiram níveis muito baixos de colesterol1 LDL2 (lipoproteína de baixa densidade) em uso de inibidor de PCSK9 não apresentaram risco aumentado para efeitos adversos, exceto para a catarata3, segundo metanálise publicada pelo Journal of the American College of Cardiology (JACC).
1 Colesterol: Tipo de gordura produzida pelo fígado e encontrada no sangue, músculos, fígado e outros tecidos. O colesterol é usado pelo corpo para a produção de hormônios esteróides (testosterona, estrógeno, cortisol e progesterona). O excesso de colesterol pode causar depósito de gordura nos vasos sangüíneos. Seus componentes são: HDL-Colesterol: tem efeito protetor para as artérias, é considerado o bom colesterol. LDL-Colesterol: relacionado às doenças cardiovasculares, é o mau colesterol. VLDL-Colesterol: representa os triglicérides (um quinto destes).
2 LDL: Lipoproteína de baixa densidade, encarregada de transportar colesterol através do sangue. Devido à sua tendência em depositar o colesterol nas paredes arteriais e a produzir aterosclerose, tem sido denominada “mau colesterol“.
3 Catarata: Opacificação das lentes dos olhos (opacificação do cristalino).
   [Mais...]

Medical Journal - 21/09/16
Esta revisão destina-se a ajudar médicos e pacientes com informações para tomar decisões sobre a terapia com estatinas na prevenção de ataques cardíacos e derrames. Ela explica como as evidências disponíveis a partir de ensaios clínicos1 randomizados produzem informações confiáveis tanto sobre a eficácia quanto sobre a segurança do tratamento com estatinas.
1 Ensaios clínicos: Há três fases diferentes em um ensaio clínico. A Fase 1 é o primeiro teste de um tratamento em seres humanos para determinar se ele é seguro. A Fase 2 concentra-se em saber se um tratamento é eficaz. E a Fase 3 é o teste final antes da aprovação para determinar se o tratamento tem vantagens sobre os tratamentos padrões disponíveis.
   [Mais...]

Mostrar: 10
1 - 2 - 3 - 4 - >
1 a 10 (Total: 38)
  • Entrar
  • Assinar