news.med.br
Medical Journal - 10/07/18
A pré-eclâmpsia1 grave está associada a eventos cardiovasculares adversos de curto prazo. Um estudo publicado pelo Journal of the American College of Cardiology teve como objetivo caracterizar as alterações ecocardiográficas, clínicas e laboratoriais de curto prazo em mulheres com pré-eclâmpsia1 grave.
1 Pré-eclâmpsia: É caracterizada por hipertensão, edema (retenção de líquidos) e proteinúria (presença de proteína na urina). Manifesta-se na segunda metade da gravidez (após a 20a semana de gestação) e pode evoluir para convulsão e coma, mas essas condições melhoram com a saída do feto e da placenta. No meio médico, o termo usado é Moléstia Hipertensiva Específica da Gravidez. É a principal causa de morte materna no Brasil atualmente.
   [Mais...]

Medical Journal - 09/07/18
O Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas divulgou novas orientações sobre o manejo da dor no período pós-parto. As recomendações são de uso voluntário e não têm o objetivo de substituir o julgamento do médico assistente.   [Mais...]
Medical Journal - 13/06/18
Em um novo estudo dinamarquês, a exposição ao fluconazol não foi associada a um risco aumentado de natimortalidade ou de morte neonatal. O estudo foi publicado pelo periódico The Journal of the American Medical Association (JAMA).   [Mais...]
Medical Journal - 14/05/18
Será que a atividade física (AF) está associada à fecundidade em mulheres com histórico de aborto espontâneo prévio? A maior fecundidade foi relacionada à prática de caminhada em mulheres com sobrepeso1/obesas e à atividade física vigorosa em mulheres em geral, segundo estudo publicado pelo Human Reproduction.
1 Sobrepeso: Peso acima do normal, índice de massa corporal entre 25 e 29,9.
   [Mais...]

Saúde - 04/05/18
O cuidado integral na gestação deve se estender até o "quarto trimestre" da gravidez1 e incluir comunicação contínua entre as novas mães e seus provedores de cuidados obstétricos durante os primeiros 3 meses após o nascimento do bebê, de acordo com o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG).
1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
   [Mais...]

Medical Journal - 10/04/18
A revista Nature Neuroscience publicou online um artigo que fala sobre inflamação1 materna na gravidez2 e o aumento da probabilidade de distúrbios no neurodesenvolvimento e transtornos psiquiátricos na prole.
1 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
   [Mais...]

Medical Journal - 24/01/18
Com o objetivo de examinar a associação entre as prescrições maternas de agentes antitireoideanos durante a gestação e o risco de malformações1 congênitas2, foi realizado um estudo de coorte3 coreana, publicado pelo periódico Annals of Internal Medicine.
1 Malformações: 1. Defeito na forma ou na formação; anomalia, aberração, deformação. 2. Em patologia, é vício de conformação de uma parte do corpo, de origem congênita ou hereditária, geralmente curável por cirurgia. Ela é diferente da deformação (que é adquirida) e da monstruosidade (que é incurável).
2 Congênitas: 1. Em biologia, o que é característico do indivíduo desde o nascimento ou antes do nascimento; conato. 2. Que se manifesta espontaneamente; inato, natural, infuso. 3. Que combina bem com; apropriado, adequado. 4. Em termos jurídicos, é o que foi adquirido durante a vida fetal ou embrionária; nascido com o indivíduo. Por exemplo, um defeito congênito.
3 Estudo de coorte: Um estudo de coorte é realizado para verificar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.
   [Mais...]

Medical Journal - 24/11/17
Os resultados de uma revisão de meta-análises, sobre múltiplos resultados em saúde1 derivados do consumo de café, foram publicados pelo BMJ e mostram que o consumo de 3 ou 4 xícaras de café ao dia pode ser a medida mais benéfica à saúde1.
1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
   [Mais...]

Medical Journal - 22/11/17
Um estudo publicado pelo American Journal of Epidemiology mostra que as associações de diabetes1 e hipertensão2 na gravidez3 podem aumentar o risco de doenças cardiometabólicas, principalmente quando ambas as condições estão presentes durante a gravidez3.
1 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
2 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
   [Mais...]

Medical Journal - 20/11/17
Com o objetivo de relatar se as práticas de sono materno têm influência na mortalidade1 fetal tardia, foi realizado um estudo com publicação online pelo British Journal of Obstetrics and Gynaecology (BJOG).
1 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
   [Mais...]

Mostrar: 10
1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - > - >>
1 a 10 (Total: 91)
  • Entrar
  • Assinar