news.med.br  -  Pharma News
Pharma News - 13/01/16
Pesquisadores vinculados ao projeto Repurposing Drugs in Oncology analisaram a literatura disponível e acreditam que os dados disponíveis são suficientes para que se dê início a ensaios clínicos1 de uso do diclofenaco no tratamento de vários tipos de câncer2.
1 Ensaios clínicos: Há três fases diferentes em um ensaio clínico. A Fase 1 é o primeiro teste de um tratamento em seres humanos para determinar se ele é seguro. A Fase 2 concentra-se em saber se um tratamento é eficaz. E a Fase 3 é o teste final antes da aprovação para determinar se o tratamento tem vantagens sobre os tratamentos padrões disponíveis.
2 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
   [Mais...]

Pharma News - 23/12/15
A Food e Drug Administration (FDA) aprovou o Zurampic (lesinurade) para tratar níveis elevados de ácido úrico no sangue1 (hiperuricemia) associados à gota2, quando usado em combinação com um inibidor da xantina oxidase (XOI), um tipo de medicamento aprovado para reduzir a produção de ácido úrico no organismo.
1 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
2 Gota: 1. Distúrbio metabólico produzido pelo aumento na concentração de ácido úrico no sangue. Manifesta-se pela formação de cálculos renais, inflamação articular e depósito de cristais de ácido úrico no tecido celular subcutâneo. A inflamação articular é muito dolorosa e ataca em crises. 2. Pingo de qualquer líquido.
   [Mais...]

Pharma News - 19/11/15
O naloxone em forma de spray nasal, aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), fornece importante alternativa para que os membros da família de uma pessoa vítima de overdose de opioides possam atuar como primeiros socorristas, podendo salvar uma vida.   [Mais...]
Pharma News - 22/10/15
A Food and Drug Administration (FDA), dos EUA, aprovou o Veltassa (patiromer para suspensão oral) para tratar a hipercalemia1, uma condição grave em que a quantidade de potássio no sangue2 é demasiadamente elevada e pode causar alterações no ritmo cardíaco.
1 Hipercalemia: É a concentração de potássio sérico maior que 5.5 mmol/L (mEq/L). Uma concentração acima de 6.5 mmol/L (mEq/L) é considerada crítica.
2 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
   [Mais...]

Pharma News - 23/09/15
A Food and Drug Administration (FDA), dos EUA, aprovou o Vraylar (cariprazine), em cápsulas, para tratar a esquizofrenia1 e o transtorno bipolar em adultos.
1 Esquizofrenia: Doença mental do grupo das Psicoses, caracterizada por alterações emocionais, de conduta e intelectuais, caracterizadas por uma relação pobre com o meio social, desorganização do pensamento, alucinações auditivas, etc.
   [Mais...]

Pharma News - 27/07/15
A Food and Drug Administration (FDA) aprovou o Alirocumab (Praluent) como terapia adjuvante para diminuir o LDL colesterol1 em pacientes com hipercolesterolemia2 familiar heterozigótica (HeFH) ou com doença cardiovascular aterosclerótica clínica, que não têm sido capazes de reduzir seu LDL colesterol1 suficientemente com o uso de estatinas em dose máxima.
1 LDL colesterol: Do inglês low-density lipoprotein cholesterol, colesterol de baixa densidade ou colesterol ruim.
2 Hipercolesterolemia: Aumento dos níveis de colesterol do sangue. Está associada a uma maior predisposição ao desenvolvimento de aterosclerose.
   [Mais...]

Pharma News - 06/07/15
A Food and Drug Administration (FDA), dos EUA, aprovou o primeiro medicamento para tratar a causa da fibrose cística1 em pessoas que têm duas cópias de uma mutação2 específica, a F508del.
1 Fibrose cística: Doença genética autossômica recessiva que promove alteração de glândulas exócrinas do organismo. Caracterizada por infecções crônicas das vias aéreas, que leva ao desenvolvimento de bronquiectasias, insuficiência pancreática exócrina, disfunções intestinais, anormalidades das glândulas sudoríparas e disfunção genitourinária.
2 Mutação: 1. Ato ou efeito de mudar ou mudar-se. Alteração, modificação, inconstância. Tendência, facilidade para mudar de ideia, atitude etc. 2. Em genética, é uma alteração súbita no genótipo de um indivíduo, sem relação com os ascendentes, mas passível de ser herdada pelos descendentes.
   [Mais...]

Pharma News - 01/07/15
Baricitinib diário, um inibidor da Janus quinase JAK1 e JAK2, de uso oral, produz melhora rápida dos sinais1 e sintomas2 da artrite reumatoide3 em pacientes com doença ativa que não obtiveram resposta a pelo menos um inibidor do fator de necrose4 tumoral (TNF), como indica o estudo RA-BEACON, apresentado no congresso da The European League Against Rheumatism (EULAR Rome 2015).
1 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
2 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
3 Artrite reumatóide: Doença auto-imune de etiologia desconhecida, caracterizada por poliartrite periférica, simétrica, que leva à deformidade e à destruição das articulações por erosão do osso e cartilagem. Afeta mulheres duas vezes mais do que os homens e sua incidência aumenta com a idade. Em geral, acomete grandes e pequenas articulações em associação com manifestações sistêmicas como rigidez matinal, fadiga e perda de peso. Quando envolve outros órgãos, a morbidade e a gravidade da doença são maiores, podendo diminuir a expectativa de vida em cinco a dez anos.
4 Necrose: Conjunto de processos irreversíveis através dos quais se produz a degeneração celular seguida de morte da célula.
   [Mais...]

Pharma News - 11/06/15
Medicamentos amplamente utilizados no tratamento da doença do refluxo gastroesofágico1 (DRGE), conhecidos como inibidores da bomba de prótons, podem aumentar o risco de ataque cardíaco, de acordo com um estudo de análise de dados que envolveu quase três milhões de pessoas.
1 Refluxo gastroesofágico: Presença de conteúdo ácido proveniente do estômago na luz esofágica. Como o dito órgão não está adaptado fisiologicamente para suportar a acidez do suco gástrico, pode ser produzida inflamação de sua mucosa (esofagite).
   [Mais...]

Pharma News - 01/06/15
A Food and Drug Administration (FDA) está alertando sobre o risco de desenvolver cetoacidose diabética1 com o uso de medicamentos inibidores de SGLT2 para o tratamento da diabetes tipo 22, tais como canagliflozina, dapagliflozina e empagliflozina.
1 Cetoacidose diabética: Complicação aguda comum do diabetes melito, é caracterizada pela tríade de hiperglicemia, cetose e acidose. Laboratorialmente se caracteriza por pH arterial 250 mg/dl, com moderado grau de cetonemia e cetonúria. Esta condição pode ser precipitada principalmente por infecções, infarto agudo do miocárdio, acidente vascular encefálico, trauma e tratamento inadequado do diabetes. Os sinais clínicos da cetoacidose são náuseas, vômitos, dor epigástrica (no estômago), hálito cetônico e respiração rápida. O não-tratamento desta condição pode levar ao coma e à morte.
2 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
   [Mais...]

» 05/05/2015 - FDA aprova Raplixa para controle de hemorragias em cirurgias
» 01/04/2015 - Paracetamol é ineficaz na dor lombar e fornece benefícios mínimos para pessoas com osteoartrite: revisão publicada pelo BMJ
» 31/03/2015 - FDA aprova novo tratamento para a retinopatia diabética em pacientes com edema macular diabético
» 09/03/2015 - FDA aprova novo medicamento antifúngico, o Cresemba
» 26/02/2015 - FDA aprova nova medicação antibacteriana, o Avycaz
» 04/02/2015 - FDA aprova o Ibrance para mulheres na pós-menopausa com câncer de mama avançado
» 03/02/2015 - CMAJ: sulfametoxazol-trimetoprim aumenta o risco de hipercalemia e morte súbita quando associado à espironolactona
» 28/01/2015 - Paracetamol foi o tratamento menos eficaz para a osteoartrite do joelho: revisão sistemática e meta-análise publicada pelo Annals of Internal Medicine
» 22/01/2015 - Novo medicamento para tratar psoríase em placas é aprovado pela FDA
» 07/01/2015 - Novo medicamento para tratamento da hepatite C é aprovado pela Anvisa, o Daklinza (daclatasvir)


Visualizar: Títulos | Resumos
  • Entrar
  • Assinar