news.med.br
Pharma News - 20/04/06
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso no Brasil do medicamento cloridrato de erlotinibe (Tarceva) para o tratamento de câncer1 de pulmão2 avançado. Segundo pesquisas, ele aumenta em 42% a sobrevida3 de pacientes.
1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.
3 Sobrevida: Prolongamento da vida além de certo limite; prolongamento da existência além da morte, vida futura.
   [Mais...]

Medical Journal - 22/11/05
A morte fetal tardia (aborto espontâneo e natimorto) é duas vezes mais comum em mulheres que bebem oito ou mais copos de café por dia durante a gravidez1 do que em mulheres que evitam café durante a gestação, segundo relatam pesquisadores da University of Aarhus. O alto consumo de café fornece risco aumentado de 59% para morte fetal.
1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
   [Mais...]

Medical Journal - 08/08/19
Em estudo publicado pelo NEJM, a suplementação1 diária de vitamina2 D em pessoas em alto risco de desenvolver diabetes tipo 23 não resultou em um risco significativamente menor de diabetes4 do que com o uso de placebo5, independente do nível basal de vitamina2 D.
1 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
2 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
3 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
4 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
5 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
   [Mais...]

Medical Journal - 14/08/19
A quantidade de ingestão de glúten1 durante os primeiros 5 anos de vida está associada ao risco de doença celíaca autoimune2 e doença celíaca em crianças de risco? Segundo trabalho com publicação online pelo JAMA Network, o alto consumo de glúten1 durante a infância pode conferir risco de doença celíaca.
1 Glúten: Substância viscosa, extraída de cereais, depois de eliminado o amido. É uma proteína composta pela mistura das proteínas gliadina e glutenina.
2 Autoimune: 1. Relativo à autoimunidade (estado patológico de um organismo atingido por suas próprias defesas imunitárias). 2. Produzido por autoimunidade. 3. Autoalergia.
   [Mais...]

Medical Journal - 07/06/19
Em estudo publicado pelo The Lancet Diabetes1 & Endocrinology, a intervenção no estilo de vida em pessoas com tolerância diminuída à glicose2 atrasou o início do diabetes tipo 23 e reduziu a incidência4 de eventos cardiovasculares, complicações microvasculares, mortalidade5 cardiovascular e mortalidade5 por todas as causas, e aumentou a expectativa de vida6.
1 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
2 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
3 Diabetes tipo 2: Condição caracterizada por altos níveis de glicose causada tanto por graus variáveis de resistência à insulina quanto por deficiência relativa na secreção de insulina. O tipo 2 se desenvolve predominantemente em pessoas na fase adulta, mas pode aparecer em jovens.
4 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
5 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
6 Expectativa de vida: A expectativa de vida ao nascer é o número de anos que se calcula que um recém-nascido pode viver caso as taxas de mortalidade registradas da população residente, no ano de seu nascimento, permaneçam as mesmas ao longo de sua vida.
   [Mais...]

Medical Journal - 06/06/19
Um novo composto desenvolvido por especialistas da Universidade de Sheffield matou bactérias gram-negativas resistentes a antibióticos, incluindo E. coli, durante testes. Novos tratamentos para bactérias gram-negativas são vitais, pois elas estão se tornando rapidamente imunes às medicações disponíveis atualmente.   [Mais...]
Saúde - 01/03/19
Já em 2016, a sífilis1 foi declarada como um grave problema de saúde2 pública no Brasil, e os números continuam a crescer a cada ano, tanto nos casos de sífilis1 adquirida, em gestantes e congênita3, sendo o crescimento desta última especialmente preocupante.
1 Sífilis: Doença transmitida pelo contato sexual, causada por uma bactéria de forma espiralada chamada Treponema pallidum. Produz diferentes sintomas de acordo com a etapa da doença. Primeiro surge uma úlcera na zona de contato com inflamação dos gânglios linfáticos regionais. Após um período a lesão inicial cura-se espontaneamente e aparecem lesões secundárias (rash cutâneo, goma sifilítica, etc.). Em suas fases tardias pode causar transtorno neurológico sério e irreversível, que felizmente após o advento do tratamento com antibióticos tem se tornado de ocorrência rara. Pode ser causa de infertilidade e abortos espontâneos repetidos.
2 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
3 Congênita: 1. Em biologia, o que é característico do indivíduo desde o nascimento ou antes do nascimento; conato. 2. Que se manifesta espontaneamente; inato, natural, infuso. 3. Que combina bem com; apropriado, adequado. 4. Em termos jurídicos, é o que foi adquirido durante a vida fetal ou embrionária; nascido com o indivíduo. Por exemplo, um defeito congênito.
   [Mais...]

Medical Journal - 16/11/16
Pesquisadores do Leeds Institute for Biomedical and Clinical Sciences, da University of Leeds, no Reino Unido, compararam o risco de sangramento gastrointestinal com o uso de anticoagulantes1 orais diretos, varfarina e heparina de baixo peso molecular. O trabalho foi publicado pelo The Lancet Gastroenterology&Hepatology.
1 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
   [Mais...]

Medical Journal - 13/05/16
Para entender a relação entre a suplementação1 multivitamínica materna durante a gravidez2, os níveis de folato e de vitamina3 B12 maternos e o risco de desenvolvimento do Transtorno do Espectro Autista em crianças, no futuro, foi realizada uma pesquisa publicada pelo The FASEB Journal.
1 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
3 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
   [Mais...]

Medical Journal - 28/04/16
O estudo, publicado na revista Annals of Neurology e conduzido por um grupo liderado por Alexander Egeberg, da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, sugere que indivíduos com rosácea parecem estar em maior risco para desenvolver demência1. O risco foi maior em pacientes mais velhos e naqueles em que a rosácea foi diagnosticada por um dermatologista em hospital.
1 Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
   [Mais...]

Mostrar: 10
<< - < - 5 - 6 - 7 - 8 - 9 - 10 - > - >>
71 a 80 (Total: 710)
  • Entrar
  • Assinar