news.med.br
Medical Journal - 23/05/19
Em estudo publicado pelo JAHA, identificou-se que o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) não é um fator de risco1 independente para doença cardiovascular (DCV). Condições físicas e psiquiátricas e tabagismo que coocorrem com o TEPT explicam por que essa população de pacientes tem um risco aumentado de DCV.
1 Fator de risco: Qualquer coisa que aumente a chance de uma pessoa desenvolver uma doença.
   [Mais...]

Saúde - 16/01/17
A Organização Mundial de Saúde1 divulgou as principais causas de morte no mundo. Estas informações podem ajudar a avaliar a eficácia do sistema de saúde1 de um país, promover melhorias nas ações de saúde1 pública e colaborar para a redução das mortes evitáveis.
1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
   [Mais...]

Medical Journal - 25/04/19
A metformina1 pode promover a perda de peso sustentável a longo prazo melhor do que a intervenção intensiva no estilo de vida, sugere um acompanhamento do Programa de Prevenção do Diabetes2 (1996-2001) no periódico Annals of Internal Medicine.
1 Metformina: Medicamento para uso oral no tratamento do diabetes tipo 2. Reduz a glicemia por reduzir a quantidade de glicose produzida pelo fígado e ajudando o corpo a responder melhor à insulina produzida pelo pâncreas. Pertence à classe das biguanidas.
2 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
   [Mais...]

Medical Journal - 14/03/16
Os pesquisadores do presente trabalho, publicado pelo Annals of Internal Medicine, queriam ver se prednisolona oral era tão eficaz e segura como a indometacina para pacientes1 com sintomas2 de gota3 aguda, vistos no departamento de emergência4 (DE). Para isso estudaram pacientes com sintomas2 da artrite5 gotosa aguda em quatro unidades de atendimento de emergência4 de Hong Kong.
1 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
2 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
3 Gota: 1. Distúrbio metabólico produzido pelo aumento na concentração de ácido úrico no sangue. Manifesta-se pela formação de cálculos renais, inflamação articular e depósito de cristais de ácido úrico no tecido celular subcutâneo. A inflamação articular é muito dolorosa e ataca em crises. 2. Pingo de qualquer líquido.
4 Emergência: 1. Ato ou efeito de emergir. 2. Situação grave, perigosa, momento crítico ou fortuito. 3. Setor de uma instituição hospitalar onde são atendidos pacientes que requerem tratamento imediato; pronto-socorro. 4. Eclosão. 5. Qualquer excrescência especializada ou parcial em um ramo ou outro órgão, formada por tecido epidérmico (ou da camada cortical) e um ou mais estratos de tecido subepidérmico, e que pode originar nectários, acúleos, etc. ou não se desenvolver em um órgão definido.
5 Artrite: Inflamação de uma articulação, caracterizada por dor, aumento da temperatura, dificuldade de movimentação, inchaço e vermelhidão da área afetada.
   [Mais...]

Saúde - 05/03/15
Pessoas com melhor aptidão física aos 40 anos parecem manter maior volume cerebral duas décadas mais tarde na vida e também tendem a apresentar melhor desempenho em testes cognitivos1, sugere nova pesquisa apresentada na reunião da American Heart Association, American Heart Association EPI/Lifestyle 2015, em Baltimore.
1 Cognitivos: 1. Relativo ao conhecimento, à cognição. 2. Relativo ao processo mental de percepção, memória, juízo e/ou raciocínio. 3. Diz-se de estados e processos relativos à identificação de um saber dedutível e à resolução de tarefas e problemas determinados. 4. Diz-se dos princípios classificatórios derivados de constatações, percepções e/ou ações que norteiam a passagem das representações simbólicas à experiência, e também da organização hierárquica e da utilização no pensamento e linguagem daqueles mesmos princípios.
   [Mais...]

Medical Journal - 19/04/05
O hábito de ingerir antiácidos1 antes de tomar remédios que irritam o estômago2 pode cortar totalmente o efeito do medicamento, pois pode prejudicar a absorção do princípio ativo. Outro costume ruim é a ingestão de leite com antibióticos, principalmente. O leite estimula a produção de sucos digestivos, fazendo com que várias drogas percam seus efeitos ao serem degradadas pelo suco gástrico.
1 Antiácidos: É uma substância que neutraliza o excesso de ácido, contrariando o seu efeito. É uma base que aumenta os valores de pH de uma solução ácida.
2 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
   [Mais...]

Medical Journal - 22/01/16
Uma revisão sistemática da toxicidade1 do uso de corticosteroides orais em crianças, mesmo em terapias de cursos rápidos, mostrou que eles podem causar vômitos2, alterações comportamentais e distúrbios do sono (reações mais frequentes), além de aumentar a susceptibilidade3 a infecções4 (reação mais grave).
1 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
2 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
3 Susceptibilidade: 1. Ato, característica ou condição do que é suscetível. 2. Capacidade de receber as impressões que põem em exercício as ações orgânicas; sensibilidade. 3. Disposição ou tendência para se ofender e se ressentir com (algo, geralmente sem importância); delicadeza, melindre. 4. Em física, é o coeficiente de proporcionalidade entre o campo magnético aplicado a um material e a sua magnetização.
4 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
   [Mais...]

Medical Journal - 22/11/05
A morte fetal tardia (aborto espontâneo e natimorto) é duas vezes mais comum em mulheres que bebem oito ou mais copos de café por dia durante a gravidez1 do que em mulheres que evitam café durante a gestação, segundo relatam pesquisadores da University of Aarhus. O alto consumo de café fornece risco aumentado de 59% para morte fetal.
1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
   [Mais...]

Medical Journal - 08/05/19
Em pesquisa publicada pelo JAMA, o peso pré-gestacional e a magnitude do ganho de peso gestacional foram associados com risco de qualquer resultado adverso, no entanto, a magnitude do ganho de peso gestacional foi fracamente associada aos desfechos adversos avaliados.   [Mais...]
Pharma News - 30/09/11
Ensaios clínicos1 randomizados têm destacado os riscos cardiovasculares do uso de anti-inflamatórios não hormonais (AINHs) em doses elevadas. O presente estudo, publicado pela revista PLoS Medicine, fornece estimativas de risco dos AINHs em doses individuais típicas em ambientes comunitários.
1 Ensaios clínicos: Há três fases diferentes em um ensaio clínico. A Fase 1 é o primeiro teste de um tratamento em seres humanos para determinar se ele é seguro. A Fase 2 concentra-se em saber se um tratamento é eficaz. E a Fase 3 é o teste final antes da aprovação para determinar se o tratamento tem vantagens sobre os tratamentos padrões disponíveis.
   [Mais...]

Mostrar: 10
< - 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - > - >>
11 a 20 (Total: 722)
  • Entrar
  • Assinar