Gostou do artigo? Compartilhe!

DETECTR: uma nova forma de detecção rápida, sensível e específica do novo coronavírus SARS-CoV-2 baseada em CRISPR

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Avanços recentes em diagnósticos baseados em CRISPR sugerem que DETECTR, uma combinação de amplificação isotérmica mediada por loop com transcriptase reversa (RT-LAMP, do inglês Reverse transcription loop-mediated isothermal amplification) e subsequente ativação de nuclease do observador Cas12 por amplicon direcionado a complexos de ribonucleoproteína, poderia ser uma alternativa mais rápida e mais barata para o qRT-PCR1 sem sacrificar sensibilidade / especificidade.

Nesse estudo, publicado pelo The Journal of Infectious Diseases, comparou-se o DETECTR com o qRT-PCR1 para diagnosticar COVID-19 em 378 amostras de pacientes.

Os ensaios de diluição da amostra do paciente sugerem uma sensibilidade analítica mais alta de DETECTR em comparação com qRT-PCR1, no entanto, isso não foi confirmado nesta grande coorte2 de pacientes, onde relatou-se reprodutibilidade de 95% entre os dois testes. Esses dados mostraram que ambas as técnicas são igualmente sensíveis na detecção de SARS-CoV-2, fornecendo valor adicional de DETECTR para as plataformas de qRT-PCR1 usadas atualmente.

Para DETECTR, diferentes gRNAs podem ser usados ​​simultaneamente para evitar resultados negativos devido a mutações no gene N. Faixas de fluxo lateral, adequadas como um teste no ponto de atendimento, mostraram uma correlação de 100% com o ensaio DETECTR de alto rendimento. É importante ressaltar que o DETECTR foi 100% específico para SARS-CoV-2 em relação a outros coronavírus humanos.

Como não há necessidade de equipamento especializado, o DETECTR pode ser rapidamente implementado como uma abordagem complementar tecnicamente independente para qRT-PCR1, aumentando assim a capacidade de testes de laboratórios microbiológicos3 médicos e liberando as plataformas de PCR1 existentes para testes diagnósticos de rotina que não do SARS-CoV-2.

Saiba mais sobre "Testes da COVID-19" e "Precisão diagnóstica dos testes sorológicos para covid-19".

 

Fonte: The Journal of Infectious Diseases, publicação em 10 de outubro de 2020.

 

NEWS.MED.BR, 2020. DETECTR: uma nova forma de detecção rápida, sensível e específica do novo coronavírus SARS-CoV-2 baseada em CRISPR. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1381988/detectr-uma-nova-forma-de-deteccao-rapida-sensivel-e-especifica-do-novo-coronavirus-sars-cov-2-baseada-em-crispr.htm>. Acesso em: 5 dez. 2020.

Complementos

1 PCR: Reação em cadeia da polimerase (em inglês Polymerase Chain Reaction - PCR) é um método de amplificação de DNA (ácido desoxirribonucleico).
2 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
3 Microbiológicos: Referente à microbiologia, ou seja, à especialidade biomédica que estuda os microrganismos patogênicos, responsáveis pelas doenças infecciosas, englobando a bacteriologia (bactérias), virologia (vírus) e micologia (fungos).
Gostou do artigo? Compartilhe!