Gostou do artigo? Compartilhe!

Vitamina D pode ajudar no tratamento da asma resistente aos corticóides

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia


Baseados em testes laboratoriais com culturas de células1 T CD4+ apenas com dexametasona e cultura de células1 T CD4+ com dexametasona e vitamina2 D3 de pacientes com asma3 resistente ao uso de corticóides, observou-se que a vitamina2 D pode ajudar na resposta do tratamento com corticóides nestes pacientes e também em outras doenças que envolvem inflamação4 e o sistema imunológico5. Entretanto, este estudo não incluiu recomendações sobre o uso de suplemento de vitamina2 D.

A especialista em asma3 que conduziu o estudo foi Catherine Hawrylowicz, PhD do King's College London. A forma de vitamina2 D usada no estudo foi a vitamina2 D3, ou calcitriol, forma usada pelo organismo e também o tipo encontrado em muitos suplementos vitamínicos.

Os pesquisadores estudaram as células1 T desses pacientes, que é produzida pelo sistema imunológico5. As células1 T das pessoas com asma3 resistente ao corticóide não tinham uma boa produção de IL-10, que ajuda na modulação da resposta do sistema imune6 à asma3 e às alergias. Os cientistas expuseram as células1 T CD4+ à vitamina2 D3 e dexametasona e, depois, somente à dexametasona. As células1 T CD4+ tornaram-se mais sensíveis aos esteróides e aumentaram a produção de IL-10 quando na presença de vitamina2 D3 e dexametasona em relação aos níveis de resposta observados na cultura de células1 utilizando somente dexametasona.

Não foram feitos testes respiratórios e os pacientes não foram examinados para verificar modificações no padrão respiratório. Mas, segundo Hawrylowicz
Fonte: The Journal of Clinical Investigation, Dec. 8, 2005. King's College London

NEWS.MED.BR, 2005. Vitamina D pode ajudar no tratamento da asma resistente aos corticóides. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/pharma-news/920/vitamina-d-pode-ajudar-no-tratamento-da-asma-resistente-aos-corticoides.htm>. Acesso em: 19 jan. 2020.

Complementos

1 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
2 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
3 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
4 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
5 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
6 Sistema imune: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
Gostou do artigo? Compartilhe!