Gostou do artigo? Compartilhe!

Novos alvos para o desenvolvimento de medicamentos: inibidores direcionados a aminoácidos específicos poderiam interromper ciclo de vida do SARS-CoV-2

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notcia

O vírus1 SARS‐CoV‐2 desencadeou uma pandemia2 global com consequências devastadoras. A compreensão dos aspectos fundamentais deste vírus1 é de extrema importância.

Em uma nova pesquisa publicada pelo The FEBS Journal, pesquisadores de Portugal caracterizaram alvos responsáveis pela multiplicação viral e que devem ser combatidos por futuras terapias contra a Covid-19. A pesquisa identificou aminoácidos que podem enfraquecer a proteína nsp14 do Sars-CoV-2, utilizada pelo vírus1 para se proliferar no corpo.

Assim, o trabalho estudou a ribonuclease viral nsp14, uma das mais antagonistas do interferon do SARS‐CoV‐2. A nsp14 é uma proteína multifuncional com duas atividades distintas, uma exoribonuclease N-terminal 3'-a-5'(ExoN) e uma N7-metiltransferase C-terminal (N7-MTase), ambas críticas para o ciclo de vida dos coronavírus, indicando a nsp14 como um alvo proeminente para o desenvolvimento de medicamentos antivirais.

Nos coronavírus, a atividade ExoN da nsp14 é estimulada por meio da interação com a proteína nsp10. O estudo realizou uma caracterização bioquímica do complexo nsp14 – nsp10 do SARS‐CoV‐2.

Foram confirmadas as atividades de exoribonuclease 3'-a-5' e MTase da nsp14 e o papel crítico da nsp10 na regulação positiva da atividade ExoN da nsp14. Além disso, demonstrou-se que a atividade N7-MTase da nsp14 do SARS-CoV-2 é funcionalmente independente da atividade ExoN e da nsp10.

Um modelo do complexo nsp14 – nsp10 do SARS-CoV-2 permitiu mapear os resíduos chave da nsp10 envolvidos nesta interação. Os resultados mostram que uma interação estável entre nsp10 e nsp14 é necessária para a atividade ExoN mediada pela nsp14 do SARS-CoV-2.

Este trabalho desvendou uma base para a descoberta de inibidores direcionados a aminoácidos específicos a fim de interromper a montagem desse complexo e interferir na replicação dos coronavírus.

Leia sobre "Tratamentos medicamentosos para covid-19" e "Como o novo coronavírus entra no tecido3 respiratório e pode explorar as defesas".

 

Fonte: The FEBS Journal, publicação em 11 de março de 2021.

 

NEWS.MED.BR, 2021. Novos alvos para o desenvolvimento de medicamentos: inibidores direcionados a aminoácidos específicos poderiam interromper ciclo de vida do SARS-CoV-2. Disponvel em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1391100/novos-alvos-para-o-desenvolvimento-de-medicamentos-inibidores-direcionados-a-aminoacidos-especificos-poderiam-interromper-ciclo-de-vida-do-sars-cov-2.htm>. Acesso em: 12 abr. 2021.

Complementos

1 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
2 Pandemia: É uma epidemia de doença infecciosa que se espalha por um ou mais continentes ou por todo o mundo, causando inúmeras mortes. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a pandemia pode se iniciar com o aparecimento de uma nova doença na população, quando o agente infecta os humanos, causando doença séria ou quando o agente dissemina facilmente e sustentavelmente entre humanos. Epidemia global.
3 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
Gostou do artigo? Compartilhe!