Gostou do artigo? Compartilhe!

Irregularidade do sono pode ser novo fator de risco para doença cardiovascular

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O sistema cardiovascular1 exibe fortes ritmos circadianos para manter o funcionamento normal. Horários de sono irregulares, caracterizados por alta variabilidade diária na duração ou horário do sono, representam uma perturbação dos ritmos circadianos na população em geral possivelmente mais branda, mas muito mais comum e crônica do que o trabalho por turnos.

Este estudo, publicado no Journal of the American College of Cardiology, teve como objetivo examinar prospectivamente a associação entre regularidade do sono e risco de doença cardiovascular (DCV).

Saiba mais sobre "Como é o sono", "Ciclos do sono" e "Doenças cardiovasculares2".

No MESA (Estudo Multiétnico de Aterosclerose3, do inglês Multi-Ethnic Study of Atherosclerosis), 1.992 participantes sem DCV completaram a actigrafia4 de punho de 7 dias para avaliação do sono de 2010 a 2013 e foram acompanhados prospectivamente até 2016.

O estudo avaliou a regularidade do sono usando o desvio padrão (DP) da duração do sono e do horário de início do sono medidos pela actigrafia4 ao longo de 7 dias. DCV incidente5 incluiu eventos cardiovasculares não fatais e fatais. Um modelo de riscos proporcionais de Cox foi usado para estimar as razões de risco (HRs) para DCV incidente5 de acordo com o desvio padrão da duração e horário do sono, ajustadas para fatores de risco de DCV tradicionais (incluindo biomarcadores de DCV) e outros fatores relacionados ao sono (incluindo duração média do sono).

Durante um acompanhamento médio de 4,9 anos, 111 participantes desenvolveram eventos cardiovasculares. HRs ajustadas multivariadas (intervalos de confiança de 95%) para DCV em todas as categorias de DP de duração do sono foram 1,00 (referência) para ≤60 min, 1,09 (0,62 a 1,92) para 61 a 90 min, 1,59 (0,91 a 2,76) para 91 a 120 min e 2,14 (1,24 a 3,68) para >120 min (p de tendência = 0,002).

Da mesma forma, em comparação com os participantes com um DP do horário do sono ≤30 min, as HRs (intervalos de confiança de 95%) para DCV foram 1,16 (0,64 a 2,13) ​​para 31 a 60 min, 1,52 (0,81 a 2,88) para 61 a 90 min, e 2,11 (1,13 a 3,91) para >90 min (p de tendência = 0,002).

A exclusão dos trabalhadores atualmente trabalhando em turnos produziu resultados semelhantes.

O estudo concluiu que a duração e o horário irregulares do sono podem ser novos fatores de risco para doença cardiovascular, independentemente dos fatores de risco para DCV tradicionais e da quantidade e/ou qualidade do sono.

Leia sobre "Distúrbios do sono", "Efeitos da privação de sono", "Higiene do sono" e "Sete passos para um coração6 saudável".

 

Fonte: Journal of the American College of Cardiology, Vol. 75, Nº 9, em março de 2020.

 

NEWS.MED.BR, 2020. Irregularidade do sono pode ser novo fator de risco para doença cardiovascular. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1384295/irregularidade-do-sono-pode-ser-novo-fator-de-risco-para-doenca-cardiovascular.htm>. Acesso em: 19 jan. 2021.

Complementos

1 Sistema cardiovascular: O sistema cardiovascular ou sistema circulatório sanguíneo é formado por um circuito fechado de tubos (artérias, veias e capilares) dentro dos quais circula o sangue e por um órgão central, o coração, que atua como bomba. Ele move o sangue através dos vasos sanguíneos e distribui substâncias por todo o organismo.
2 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
3 Aterosclerose: Tipo de arteriosclerose caracterizado pela formação de placas de ateroma sobre a parede das artérias.
4 Actigrafia: Ela estima parâmetros do sono, tais como tempo total de sono, início e fim do sono, tempo de vigília após início do sono, eficiência e latência do sono. Como é uma estimativa, não é considerada padrão ouro para analisar o sono.
5 Incidente: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
6 Coração: Órgão muscular, oco, que mantém a circulação sangüínea.
Gostou do artigo? Compartilhe!