Gostou do artigo? Compartilhe!

Ibuprofeno tópico não está aprovado pelo FDA

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O Food and Drug Administration (FDA) informa aos consumidores e aos profissionais de saúde1 que os produtos contendo ibuprofeno para uso tópico2 associado a uma variedade de outros ingredientes ativos e comercializados como analgésicos3 não são medicamentos aprovados pelo FDA e necessitam da avaliação como medicamento novo para serem legalmente comercializados.

Até o momento, não há aplicações aprovadas pelo FDA para os produtos contendo ibuprofeno para uso tópico2. Estes produtos estão sendo promovidos como "alternativa segura" para substituir o uso oral de ibuprofeno devido a certos efeitos colaterais4, como úlceras5 de estômago6 e efeitos cardiovasculares que estão associados ao uso prolongado do ibuprofeno oral. No entanto, esta divulgação de "segurança de uso" do ibuprofeno tópico2 não foi revisada ou avaliada pelo FDA e este órgão não avaliou os efeitos colaterais4 que podem estar associados ao uso destes produtos tópicos.

O uso oral de ibuprofeno está aprovado como medicamento seguro e efetivo para o tratamento da dor e da inflamação7.

Fonte: FDA

NEWS.MED.BR, 2009. Ibuprofeno tópico não está aprovado pelo FDA. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/pharma-news/40308/ibuprofeno-topico-nao-esta-aprovado-pelo-fda.htm>. Acesso em: 19 set. 2019.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
3 Analgésicos: Grupo de medicamentos usados para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
4 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
5 Úlceras: Feridas superficiais em tecido cutâneo ou mucoso que podem ocorrer em diversas partes do organismo. Uma afta é, por exemplo, uma úlcera na boca. A úlcera péptica ocorre no estômago ou no duodeno (mais freqüente). Pessoas que sofrem de estresse são mais susceptíveis a úlcera.
6 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
7 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
Gostou do artigo? Compartilhe!