Gostou do artigo? Compartilhe!

Obesidade aumenta o risco de recorrência do câncer de próstata, segundo pesquisa publicada na Clinical Cancer Research

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Homens obesos, principalmente aqueles com idade de 40 anos no momento do diagnóstico1 de um câncer2 de próstata3, têm maior risco para a progressão deste tipo de tumor4, de acordo com artigo publicado na edição de outubro da Clinical Cancer2 Research.

Em qualquer idade, mas principalmente na população adulta, manter peso e dieta saudáveis não ajuda somente os pacientes com câncer2 de próstata3 a reduzirem o risco de recorrência5 deste tumor4, mas também reduzem riscos cardiovasculares e diabetes6, diz a Dra. Sara S. Strom, da University of Texas M.D. Anderson Cancer2 Center, Houston.

A Dra. Sara e colaboradores avaliaram as medidas de obesidade7 em diferentes idades num grupo de 526 pacientes com câncer2 de próstata3 tratados com prostatectomia radical com o objetivo de desenvolverem um modelo prognóstico8 de falência bioquimica.

A obesidade7 entre 25 e 40 anos está associada com mais do dobro de risco de falência bioquímica, assim como um ganho anual de peso em excesso de 1,5 quilos entre 25 anos e a idade do diagnóstico1 de um câncer2 de próstata3.

Os homens que ganharam mais peso a partir de 25 anos também experimentam uma progressão significativamente mais precoce em relação àqueles que não ganharam peso ou engordaram mais lentamente, notaram os pesquisadores.

Um fluxograma estatístico incorporando o índice de massa corporal9 (IMC10) mostra melhor a falência bioquímica do que um fluxograma que não contém o IMC10. Este fluxograma precisa ser avaliado em pacientes de outros centros médicos e seguido por um longo período de tempo, segundo concluem os pesquisadores.

Já foram iniciados estudos em ratos para identificar os mecanismos pelos quais os genes e o ambiente (dietas, atividades físicas) influenciam na progressão do câncer2 de próstata3. A Dra. Sara diz que, com a identificação destes mecanismos, poderão ser desenvolvidas novas intervenções terapêuticas a partir de mudanças moleculares. Até o momento, ela recomenda que os médicos prestem atenção ao nível de obesidade7 de seus pacientes, considerando a possibilidade/necessidade do controle da obesidade7 como tratamento adicional do câncer2 de próstata3, e que também reforcem a necessidade de um monitoramento rígido da doença.

Fonte: Clinical Cancer2 Research 2005;11:6889-6894

NEWS.MED.BR, 2005. Obesidade aumenta o risco de recorrência do câncer de próstata, segundo pesquisa publicada na Clinical Cancer Research. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/867/obesidade-aumenta-o-risco-de-recorrencia-do-cancer-de-prostata-segundo-pesquisa-publicada-na-clinical-cancer-research.htm>. Acesso em: 19 ago. 2019.

Complementos

1 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
2 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
3 Próstata: Glândula masculina, responsável por produzir o líquido e as proteínas que acompanham os espermatozóides no sêmen. Tem forma de amêndoa e localiza-se na base da bexiga, circundando a saída da uretra.
4 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
5 Recorrência: 1. Retorno, repetição. 2. Em medicina, é o reaparecimento dos sintomas característicos de uma doença, após a sua completa remissão. 3. Em informática, é a repetição continuada da mesma operação ou grupo de operações. 4. Em psicologia, é a volta à memória.
6 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
7 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
8 Prognóstico: 1. Juízo médico, baseado no diagnóstico e nas possibilidades terapêuticas, em relação à duração, à evolução e ao termo de uma doença. Em medicina, predição do curso ou do resultado provável de uma doença; prognose. 2. Predição, presságio, profecia relativos a qualquer assunto. 3. Relativo a prognose. 4. Que traça o provável desenvolvimento futuro ou o resultado de um processo. 5. Que pode indicar acontecimentos futuros (diz-se de sinal, sintoma, indício, etc.). 6. No uso pejorativo, pernóstico, doutoral, professoral; prognóstico.
9 Índice de massa corporal: Medida usada para avaliar se uma pessoa está abaixo do peso, com peso normal, com sobrepeso ou obesa. É a medida mais usada na prática para saber se você é considerado obeso ou não. Também conhecido como IMC. É calculado dividindo-se o peso corporal em quilogramas pelo quadrado da altura em metros. Existe uma tabela da Organização Mundial de Saúde que classifica as medidas de acordo com o resultado encontrado.
10 IMC: Medida usada para avaliar se uma pessoa está abaixo do peso, com peso normal, com sobrepeso ou obesa. É a medida mais usada na prática para saber se você é considerado obeso ou não. Também conhecido como IMC. É calculado dividindo-se o peso corporal em quilogramas pelo quadrado da altura em metros. Existe uma tabela da Organização Mundial de Saúde que classifica as medidas de acordo com o resultado encontrado.
Gostou do artigo? Compartilhe!