Atalho: 5Y2M76U
Gostou do artigo? Compartilhe!

Aspirina e outros anti-inflamatórios podem aumentar o risco de diverticulite e sangramento diverticular, de acordo com publicação do Gastroenterology

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs), incluindo a aspirina, têm sido implicados em complicações diverticulares. Estudo prospectivo1, de coorte2, publicado pelo periódico Gastroenterology, relata que o uso rotineiro de aspirina e AINEs aumentou o risco de diverticulite3 e sangramento diverticular em uma grande população estudada.

Foram acompanhados 47.210 homens dos EUA no Health Professionals Follow-up Study. No início do estudo, em 1986, eles tinham entre 40 e 75 anos de idade. Foram avaliados o uso de aspirina e outros AINEs, além de outros fatores de risco a cada dois anos.

Os resultados documentaram 939 casos de diverticulite3 e 256 casos de sangramento diverticular durante um período de 22 anos de seguimento. Após ajustes para os fatores de risco, os homens que usaram aspirina regularmente (≥ 2 vezes / semana) apresentavam uma taxa de risco maior para diverticulite3 e para sangramento diverticular em comparação com os não-usuários de aspirina e AINEs.

Concluiu-se que o uso regular de aspirina ou AINEs está associado a um risco aumentado de diverticulite3 e sangramento diverticular. Pacientes com risco de complicações diverticulares devem considerar cuidadosamente os riscos e benefícios potenciais do uso desses medicamentos.

Fonte: Gastroenterology – Volume 140, número 5, de maio de 2011

NEWS.MED.BR, 2011. Aspirina e outros anti-inflamatórios podem aumentar o risco de diverticulite e sangramento diverticular, de acordo com publicação do Gastroenterology. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/185310/aspirina-e-outros-anti-inflamatorios-podem-aumentar-o-risco-de-diverticulite-e-sangramento-diverticular-de-acordo-com-publicacao-do-gastroenterology.htm>. Acesso em: 15 out. 2019.

Complementos

1 Prospectivo: 1. Relativo ao futuro. 2. Suposto, possível; esperado. 3. Relativo à preparação e/ou à previsão do futuro quanto à economia, à tecnologia, ao plano social etc. 4. Em geologia, é relativo à prospecção.
2 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
3 Diverticulite: Inflamação aguda da parede de um divertículo colônico. Produz dor no quadrante afetado (em geral o inferior esquerdo), febre, etc.Necessita de tratamento com antibióticos por via endovenosa e raramente o tratamento é cirúrgico.
Gostou do artigo? Compartilhe!