Gostou do artigo? Compartilhe!

Crianças nascidas de mães estressadas durante a gestação têm maiores chances de desenvolver asma e outras doenças alérgicas

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Mulheres estressadas durante a gravidez1 podem dar à luz bebês2 com tendência a desenvolver asma3 e outras doenças alérgicas. O estudo foi apresentado na conferência da Sociedade Torácica Americana em Toronto (Canadá) esta semana.


O estresse materno durante a gravidez1 pode ter como conseqüência mudanças no sistema imune4 em desenvolvimento das crianças. A pesquisadora Rosalind Wright e colaboradores da Escola Médica de Harvard observaram que as mães mais estressadas, mesmo não sendo expostas a muitos alergenos5 durante a gravidez1, dão à luz bebês2 com níveis mais altos de imunoglobulina6 E. Esta substância tem um papel importante na imunidade7 ativa contra parasitos e nas doenças alérgicas.


Os pesquisadores mediram os níveis de imunoglobulina6 E no sangue do cordão umbilical8 de 387 recém-nascidos. Estes níveis estavam mais altos nas crianças nascidas de mães estressadas.


Fonte: Toronto International Conference - American Thoracic Society

 

NEWS.MED.BR, 2008. Crianças nascidas de mães estressadas durante a gestação têm maiores chances de desenvolver asma e outras doenças alérgicas. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/17420/criancas-nascidas-de-maes-estressadas-durante-a-gestacao-tem-maiores-chances-de-desenvolver-asma-e-outras-doencas-alergicas.htm>. Acesso em: 21 set. 2021.

Complementos

1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
2 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
3 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
4 Sistema imune: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
5 Alérgenos: Substância capaz de provocar reação alérgica em certos indivíduos.
6 Imunoglobulina: Proteína do soro sanguíneo, sintetizada pelos plasmócitos provenientes dos linfócitos B como reação à entrada de uma substância estranha (antígeno) no organismo; anticorpo.
7 Imunidade: Capacidade que um indivíduo tem de defender-se perante uma agressão bacteriana, viral ou perante qualquer tecido anormal (tumores, enxertos, etc.).
8 Sangue do Cordão Umbilical: Sangue do feto. A troca de nutrientes e de resíduos entre o sangue fetal e o materno ocorre através da PLACENTA. O sangue do cordão é o sangue contido nos vasos umbilicais (CORDÃO UMBILICAL) no momento do parto.
Gostou do artigo? Compartilhe!