Gostou do artigo? Compartilhe!

Ensaio clínico inédito demonstra que ultrassom focalizado pode fornecer terapia com anticorpos para metástases de câncer de mama no cérebro

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Médicos demonstraram que é possível entregar medicamentos com segurança diretamente no cérebro1 de uma pessoa, em um tratamento de câncer2 inédito no mundo que envolve a quebra da barreira hematoencefálica.

O método envolve temporariamente tornar os vasos sanguíneos3 em uma determinada região do cérebro1 mais porosos, através de um ultrassom focalizado guiado por ressonância magnética4, para permitir que uma droga flua para fora da corrente sanguínea e alcance as células5 tumorais. Quatro mulheres com câncer2 de mama6 que se espalhou para o cérebro1 tiveram seus tumores reduzidos por um medicamento chamado Herceptin usando esse método.

No ensaio clínico de Fase I para pacientes7 com câncer2 de mama6 Her2-positivo, a equipe de pesquisadores capturou imagens da terapia com anticorpos8, trastuzumabe (ou Herceptin), visando precisamente tumores no cérebro1 após usar o dispositivo de ultrassom focado Exablate Neuro da Insightec para abrir temporária e não invasivamente o barreira hematoencefálica (BHE) ​​e permitir que o trastuzumabe intravenoso a acessar os locais do tumor9 de maneira mais eficaz.

As terapias com anticorpos8 podem ajudar o sistema imunológico10 a combater as células5 cancerígenas e costumam ser usadas em combinação com radiação e quimioterapia11. No entanto, a BHE apresenta um desafio ao tentar atacar locais no cérebro1. A BHE é uma camada de células5 que reveste os vasos sanguíneos3 e que protege o cérebro1 de vírus12, bactérias e outras toxinas13 – mas também pode impedir que agentes terapêuticos, como o trastuzumabe, cheguem ao cérebro1 em concentrações altas o suficiente para serem eficazes.

Leia sobre "Câncer2 de mama6 - o que é", "Ultrassom terapêutico", "Imunoterapia" e "O que são metástases14".

“Esta é a primeira confirmação visual de que o ultrassom focalizado pode melhorar a entrega da terapia de anticorpos8 direcionados em toda a BHE”, diz o Dr. Nir Lipsman, o principal investigador do estudo e diretor do Harquail Center for Neuromodulation no Sunnybrook Health Sciences Centre, no Canadá. “Estes são resultados preliminares, mas muito promissores, que com a pesquisa contínua têm implicações muito além do câncer2 cerebral para outras condições neurológicas, incluindo a doença de Parkinson e Alzheimer15, onde a barreira hematoencefálica representa um desafio para a entrega de drogas.”

Os resultados dos primeiros quatro pacientes neste estudo de 10 pacientes foram publicados na revista Science Translational Medicine.

No artigo os pesquisadores relatam como a barreira hematoencefálica (BHE) ​​é um fator importante que limita a eficácia da terapêutica16 do sistema nervoso central17 (SNC18). O ultrassom focalizado guiado por ressonância magnética4 (USFgRM) é uma tecnologia não invasiva e espacialmente precisa que aprimora a administração de medicamentos em uma BHE temporariamente permeável.

No entanto, apesar dos dados pré-clínicos promissores, a administração bem-sucedida do medicamento ainda não havia sido comprovada em pacientes humanos.

Neste estudo, os pesquisadores fornecem evidências primárias de maior penetração cerebral de trastuzumabe com USFgRM em pacientes com câncer2 de mama6 Her2-positivo e metástases14 cerebrais.

Quatro pacientes com doença intracraniana progressiva e doença sistêmica estável foram incluídas em um estudo aberto de braço único. Vinte tratamentos combinando USFgRM transcraniano com o padrão de tratamento com terapias concomitantes à base de trastuzumabe intravenoso foram administrados como procedimentos ambulatoriais.

O desfecho primário foi a segurança e não houve eventos adversos graves relacionados ao tratamento.

A eficácia da administração de trastuzumabe foi demonstrada usando imagens SPECT de 111In-BzDTPA-NLS-trastuzumabe. A taxa do valor de captação padronizado (SUVR, do inglês standardized uptake value ratio) de lesões19 tratadas com USFgRM aumentou, em média, 101 ± 71%, em comparação com -18 ± 26% nas lesões19 de controle.

O USFgRM aumentou a captação de drogas em 87 ± 17% dos voxels sonicados (>20% de aumento na SUVR), com um aumento de até 450% no voxel detectado. As lesões19 de controle tinham voxels de 8 ± 8% com aumento >20% na SUVR. Com o tratamento, as medições unidimensionais do tumor9 diminuíram em 19 ± 12%.

Este estudo fornece a primeira evidência em humanos de entrega não invasiva de anticorpos8 monoclonais direcionados espacialmente através da barreira hematoencefálica usando ultrassom focalizado guiado por ressonância magnética4, demonstrando a promessa desta tecnologia para uma ampla gama de doenças do sistema nervoso central17.

Veja também sobre "Tratamento do câncer2 de mama6", "Prevenção do câncer2" e "É possível acabar com o câncer2?"

 

Fontes:
Science Translational Medicine, Vol. 13, Nº 615, em 13 de outubro de 2021.
EurekAlert!, notícia publicada em 13 de outubro de 2021.
New Scientist, notícia publicada em 13 de outubro de 2021.

 

Créditos da imagem: Sunnybrook Health Sciences Centre

 

NEWS.MED.BR, 2021. Ensaio clínico inédito demonstra que ultrassom focalizado pode fornecer terapia com anticorpos para metástases de câncer de mama no cérebro. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1404745/ensaio-clinico-inedito-demonstra-que-ultrassom-focalizado-pode-fornecer-terapia-com-anticorpos-para-metastases-de-cancer-de-mama-no-cerebro.htm>. Acesso em: 27 nov. 2021.

Complementos

1 Cérebro: Derivado do TELENCÉFALO, o cérebro é composto dos hemisférios direito e esquerdo. Cada hemisfério contém um córtex cerebral exterior e gânglios basais subcorticais. O cérebro inclui todas as partes dentro do crânio exceto MEDULA OBLONGA, PONTE e CEREBELO. As funções cerebrais incluem as atividades sensório-motora, emocional e intelectual.
2 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
3 Vasos Sanguíneos: Qualquer vaso tubular que transporta o sangue (artérias, arteríolas, capilares, vênulas e veias).
4 Ressonância magnética: Exame que fornece imagens em alta definição dos órgãos internos do corpo através da utilização de um campo magnético.
5 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
6 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
7 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
8 Anticorpos: Proteínas produzidas pelo organismo para se proteger de substâncias estranhas como bactérias ou vírus. As pessoas que têm diabetes tipo 1 produzem anticorpos que destroem as células beta produtoras de insulina do próprio organismo.
9 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
10 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
11 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
12 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
13 Toxinas: Substâncias tóxicas, especialmente uma proteína, produzidas durante o metabolismo e o crescimento de certos microrganismos, animais e plantas, capazes de provocar a formação de anticorpos ou antitoxinas.
14 Metástases: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
15 Alzheimer: Doença degenerativa crônica que produz uma deterioração insidiosa e progressiva das funções intelectuais superiores. É uma das causas mais freqüentes de demência. Geralmente começa a partir dos 50 anos de idade e tem incidência similar entre homens e mulheres.
16 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
17 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
18 SNC: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
19 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
Gostou do artigo? Compartilhe!