Gostou do artigo? Compartilhe!

JAMA: beber mais água pode colaborar para a prevenção de cistite recorrente

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Por décadas, tem sido dito que o aumento da ingestão de líquidos pode ajudar a prevenir ou curar infecções1 do trato urinário2. Nesta edição da JAMA Internal Medicine, um ensaio clínico randomizado3 confirma essa sabedoria popular.

O Dr. Thomas M. Hooton, professor de medicina clínica da Universidade de Miami, e colaboradores randomizaram 140 mulheres na pré-menopausa4, com infecção5 urinária recorrente, que habitualmente bebiam menos de um litro e meio de água por dia e apresentaram 3 ou mais episódios de cistite6 no ano anterior, para consumir 1,5 litro de água por dia (três garrafas de 0,5 litro), além de sua ingestão habitual, ou para não consumir água adicional.

As mulheres que consumiram água adicional tiveram uma redução de aproximadamente 50% no número de episódios de cistite6 no ano após a randomização e usaram menos antibióticos. Grupo controle apresentou em média 3,2 episódios de infecção5 urinária versus 1,7 episódio no grupo com maior ingestão de líquido, em um ano. Não houve efeitos adversos entre os participantes.

As limitações do ensaio incluem o fato de não se tratar de um estudo cego, o resultado primário foi autorrelatado e a pesquisa foi patrocinada pela Danone Research, que vende a água engarrafada Evian usada neste estudo. No entanto, a questão da pesquisa é importante e a intervenção foi segura, fácil e eficaz (e seria impossível cegar um ensaio em que a água potável é a intervenção).

Como os autores observam, a redução nos episódios de cistite6 é provavelmente devido ao aumento do volume de urina7 e dos espaços vazios que reduzem a carga bacteriana na bexiga8. Perante isto, parece claro que qualquer água segura para beber servirá, incluindo a água filtrada, que também poupará o impacto ambiental da água engarrafada e melhorará a rentabilidade da intervenção.

Saiba mais sobre "Cistite6", "Infecção5 urinária" e "Sangue9 na urina7".

 

Fonte: JAMA Internal Medicine, em 1º de outubro de 2018

 

NEWS.MED.BR, 2018. JAMA: beber mais água pode colaborar para a prevenção de cistite recorrente. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1325363/jama-beber-mais-agua-pode-colaborar-para-a-prevencao-de-cistite-recorrente.htm>. Acesso em: 19 jan. 2019.

Complementos

1 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
2 Trato Urinário:
3 Randomizado: Ensaios clínicos comparativos randomizados são considerados o melhor delineamento experimental para avaliar questões relacionadas a tratamento e prevenção. Classicamente, são definidos como experimentos médicos projetados para determinar qual de duas ou mais intervenções é a mais eficaz mediante a alocação aleatória, isto é, randomizada, dos pacientes aos diferentes grupos de estudo. Em geral, um dos grupos é considerado controle – o que algumas vezes pode ser ausência de tratamento, placebo, ou mais frequentemente, um tratamento de eficácia reconhecida. Recursos estatísticos são disponíveis para validar conclusões e maximizar a chance de identificar o melhor tratamento. Esses modelos são chamados de estudos de superioridade, cujo objetivo é determinar se um tratamento em investigação é superior ao agente comparativo.
4 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
5 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
6 Cistite: Inflamação ou infecção da bexiga. É uma das infecções mais freqüentes em mulheres, e manifesta-se por ardor ao urinar, urina escura ou com traços de sangue, aumento na freqüência miccional, etc.
7 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
8 Bexiga: Órgão cavitário, situado na cavidade pélvica, no qual é armazenada a urina, que é produzida pelos rins. É uma víscera oca caracterizada por sua distensibilidade. Tem a forma de pêra quando está vazia e a forma de bola quando está cheia.
9 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
Gostou do artigo? Compartilhe!