Gostou do artigo? Compartilhe!

Stroke: menor estatura aos sete anos de idade pode estar relacionada a maior risco de acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorragia intracerebral

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A altura atingida na idade adulta, um indicador de potencial genético de crescimento infantil1, está inversamente associada ao risco de acidente vascular cerebral2 (AVC), mas os mecanismos são mal compreendidos. Um estudo dinamarquês, publicado no periódico Stroke, investigou se a altura e o crescimento na infância estão associados à ocorrência de AVC isquêmico3 (AVCi) e hemorragia4 intracerebral (HIC).

Leia também sobre "Crescimento infantil1" e "Acidente vascular cerebral2".

Em uma coorte5 de escolares dinamarqueses, nascidos em 1930 a 1989, com altura medida de 7 a 13 anos de idade, investigou-se as associações de estatura e crescimento infantis com riscos de AVC isquêmico3 (AVCi) e hemorragia4 intracerebral (HIC) na idade adulta. As regressões de riscos proporcionais de Cox foram realizadas para estimar as taxas de risco (HRs) com intervalos de confiança (ICs) separadamente para mulheres e homens.

Os resultados mostram que entre 311.009 indivíduos, 10.412 foram diagnosticados com AVC isquêmico3 (AVCi) e 2.546 com hemorragia4 intracerebral (HIC). A altura aos 7 anos foi inversamente e significativamente associada com AVCi em ambos os sexos (por pontuação z, equivalente a ≈ 5,2 cm em mulheres e 5,1 cm em homens; mulheres: HR = 0,89 [IC 95%: 0,87-0,92]; homens: HR = 0,90 [IC 95%: 0,88-0,92]) e com HIC em homens (HR = 0,89 [IC 95%: 0,84-0,94]), mas não em mulheres (HR = 0,97 [IC 95%: 0,91-1,04]). As associações foram semelhantes em idades mais avançadas e foram estáveis ao longo do período de estudo. Não foram observadas associações estatisticamente significativas para crescimento de 7 a 13 anos para AVCi ou HIC.

Concluiu-se que a estatura baixa dos 7 aos 13 anos está significativamente associada ao aumento dos riscos de AVCi em ambos os sexos e com HIC em homens. O crescimento durante este período de infância não está significativamente associado a nenhum destes subtipos de AVC, sugerindo que os mecanismos subjacentes que ligam a altura aos riscos de AVC podem exercer sua influência já na primeira infância.

 

Fonte: Stroke, em 15 de fevereiro de 2018

 

NEWS.MED.BR, 2018. Stroke: menor estatura aos sete anos de idade pode estar relacionada a maior risco de acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorragia intracerebral. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1313423/stroke-menor-estatura-aos-sete-anos-de-idade-pode-estar-relacionada-a-maior-risco-de-acidente-vascular-cerebral-isquemico-ou-hemorragia-intracerebral.htm>. Acesso em: 9 dez. 2019.

Complementos

1 Crescimento Infantil: Aumento na estrutura do corpo, tendo em vista a multiplicação e o aumento do tamanho das células. Controla-se principalmente o peso corporal, a estatura e o perímetro cefálico, com o objetivo de saber o quanto a criança ganhou ou perdeu em determinados intervalos de tempo e tendo por base um acompanhamento a longo prazo, através de anotações em gráficos ou curvas de crescimento. O pediatra precisa conhecer e analisar vários fatores referentes à criança e a sua família, como o peso e a altura dos pais, o padrão de crescimento deles, os dados da gestação, o peso e a estatura ao nascimento e a alimentação do bebê para avaliar a situação do crescimento de determinada criança. Não é simplesmente consultar gráficos. Somente o médico da criança pode avaliar seu crescimento. Uma criança pode estar fora da “faixa mais comum de referência“ e, ainda assim, ter um crescimento normal.
2 Acidente vascular cerebral: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
3 Isquêmico: Relativo à ou provocado pela isquemia, que é a diminuição ou suspensão da irrigação sanguínea, numa parte do organismo, ocasionada por obstrução arterial ou por vasoconstrição.
4 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
5 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
Gostou do artigo? Compartilhe!