Atalho: 6FGQS80
Gostou do artigo? Compartilhe!

Apêndice pode ter a função de recolonizar o cólon após diarréias ou tratamentos com antibióticos

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

De acordo com novas pesquisas, ao contrário do que se sabe até hoje, o apêndice vermiforme1 pode ser importante para a sobrevivência2 de bactérias intestinais comensais e para a recolonização do cólon3 após diarréias ou uso de antibióticos que matam, além das bactérias patogênicas, também a flora comensal4.

As bactérias comensais estão presentes no intestino e vivem em harmonia com o hospedeiro, ajudando a digerir a celulose, sintetizando compostos nutricionais como a vitamina5 K e componentes vitamínicos do complexo B. Também ajudam a matar bactérias que podem agredir o intestino humano.

Estudo, publicado no Journal of Theoretical Biology e realizado por cientistas da Universidade de Duke, propõe esta nova e única função para o apêndice vermiforme1. Vários experimentos mostraram que o apêndice6 funciona como reserva de proteção da flora bacteriana comensal4. Após uma infecção7 intestinal ou o uso de antibióticos que matam a flora intestinal do cólon3, as bactérias presentes no apêndice6 podem ajudar na recolonização do intestino, reequilibrando as funções deste órgão.

Apesar dos resultados desta pesquisa, os cientistas alertam que nada muda no tratamento atual da apendicite8. Ela continua a ser tratada com a retirada cirúrgica do apêndice6. Postergar uma cirugia como esta pode ser perigoso para a saúde9.

Fonte: Journal of Theoretical Biology

NEWS.MED.BR, 2007. Apêndice pode ter a função de recolonizar o cólon após diarréias ou tratamentos com antibióticos. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/11993/apendice-pode-ter-a-funcao-de-recolonizar-o-colon-apos-diarreias-ou-tratamentos-com-antibioticos.htm>. Acesso em: 22 ago. 2019.

Complementos

1 Apêndice Vermiforme: Extensão do CECO, em forma de um tubo cego (semelhante a um verme).
2 Sobrevivência: 1. Ato ou efeito de sobreviver, de continuar a viver ou a existir. 2. Característica, condição ou virtude daquele ou daquilo que subsiste a um outro. Condição ou qualidade de quem ainda vive após a morte de outra pessoa. 3. Sequência ininterrupta de algo; o que subsiste de (alguma coisa remota no tempo); continuidade, persistência, duração.
3 Cólon:
4 Comensal: 1. Diz-se de ou cada um dos que comem juntos. 2. Diz-se de ou indivíduo que habitualmente frequenta e come em casa de outrem. 3. No sentido figurado, em uso pejorativo, diz-se de ou indivíduo que vive à custa alheia; parasita. 4. Em ecologia, é aquilo ou aquele que vive em comensalismo (diz-se de organismo), ou seja, em relação ecológica interespecífica na qual duas espécies de animais se encontram associadas com benefício para uma delas mas sem prejuízo para a outra; inquilinismo.
5 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
6 Apêndice: Extensão do CECO, em forma de um tubo cego (semelhante a um verme).
7 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
8 Apendicite: Inflamação do apêndice cecal. Manifesta-se por abdome agudo, e requer tratamento cirúrgico. Sua complicação mais freqüente é a peritonite aguda.
9 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
Gostou do artigo? Compartilhe!