Gostou do artigo? Compartilhe!

Ministério da Saúde lança campanha de prevenção à hipertensão e outras doenças crônicas

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O descuido com a própria saúde1 mata 400 mil brasileiros todos os anos. Doenças como infarto2, derrame3 cerebral, cânceres, diabetes4 e hipertensão5 causam 40% das mortes. Estudos comprovam que a prática de hábitos mais saudáveis, como alimentação balanceada e atividades físicas, pode evitar esses males. O país ainda economizaria cerca de R$ 11 bilhões, gastos anualmente em consultas, internações e cirurgias (incluindo transplantes). O Ministério da Saúde1 lança nesta sexta-feira, 7 de outubro, uma campanha orientando a população sobre como afastar o risco de doenças: o slogan é Pratique Saúde1.

A primeira fase da campanha terá como tema a hipertensão arterial6, que atinge hoje 17 milhões de brasileiros. Essa primeira etapa ficará no ar até o dia 16 de outubro, com o slogan "Sal aumenta a pressão. Ninguém merece trabalhar sob pressão". Já a segunda fase chama atenção para o diabetes4 e uma das dicas será "Diabetes4 - seu corpo fala: evite o açúcar7 e controle a glicemia8".

O Pratique Saúde1 abordará ainda a prevenção ao tabagismo e à obesidade9. A campanha contribuirá para que o Ministério da Saúde1 atinja a meta da Organização Mundial da Saúde1 (OMS), que é reduzir em 2% ao ano o número de mortes por doenças crônicas.

Fonte: Ministério da Saúde1

NEWS.MED.BR, 2005. Ministério da Saúde lança campanha de prevenção à hipertensão e outras doenças crônicas. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/988/ministerio-da-saude-lanca-campanha-de-prevencao-a-hipertensao-e-outras-doencas-cronicas.htm>. Acesso em: 19 jan. 2020.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Infarto: Morte de um tecido por irrigação sangüínea insuficiente. O exemplo mais conhecido é o infarto do miocárdio, no qual se produz a obstrução das artérias coronárias com conseqüente lesão irreversível do músculo cardíaco.
3 Derrame: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
4 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
5 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
6 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
7 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
8 Glicemia: Valor de concentração da glicose do sangue. Seus valores normais oscilam entre 70 e 110 miligramas por decilitro de sangue (mg/dl).
9 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
Gostou do artigo? Compartilhe!