Gostou do artigo? Compartilhe!

México é o primeiro país a autorizar a comercialização de uma vacina contra a dengue

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A Federal Commission for the Protection against Sanitary Risks (COFEPRIS) aprovou a Dengvaxia®, vacina1 tetravalente contra a dengue2, para a prevenção da doença causada por todos os quatro sorotipos do vírus3 da dengue2 em pré-adolescentes, adolescentes e adultos, de 9 a 45 anos de idade, que vivem em áreas endêmicas. Esta vacina1 começou a ser desenvolvida há 20 anos.

A Sanofi Pasteur pediu autorizações em 20 países da Ásia e América Latina e fará o mesmo na União Europeia (2016) e Estados Unidos (2017).

A aprovação da Dengvaxia® pela COFEPRIS é baseada nos resultados de um extenso programa de desenvolvimento clínico envolvendo mais de 40.000 pessoas de diferentes idades, contextos geográficos e epidemiológicos, origens étnicas e sócio-econômicas que vivem em 15 países. Regiões endêmicas de dengue2 no México participaram em todas as três fases do programa de desenvolvimento clínico para a vacina1.

Os testes clínicos demonstram que a vacina1 é eficaz em 66% dos indivíduos a partir dos nove anos de idade. No caso da dengue2 hemorrágica4, esta porcentagem aumenta para 93%.

A dengue2 causa cerca de 400 milhões de novas infecções5 por ano, incluindo os casos de países desenvolvidos. A doença pode provocar febre6, dor nos ossos e nas articulações7, hemorragias8, podendo levar à morte. Em 50 anos, a dengue2 se tornou endêmica em mais de cem países de regiões tropicais e subtropicais.

O mosquito transmissor da dengue2 alimenta-se principalmente ao amanhecer e ao entardecer e pode se reproduzir em quantidades muito pequenas de água parada.

Fonte: Laboratório Sanofi Pasteur, em 9 de dezembro de 2015

NEWS.MED.BR, 2015. México é o primeiro país a autorizar a comercialização de uma vacina contra a dengue. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/813574/mexico-e-o-primeiro-pais-a-autorizar-a-comercializacao-de-uma-vacina-contra-a-dengue.htm>. Acesso em: 11 nov. 2019.

Complementos

1 Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
2 Dengue: Infecção viral aguda transmitida para o ser humano através da picada do mosquito Aedes aegypti, freqüente em regiões de clima quente. Caracteriza-se por apresentar febre, cefaléia, dores musculares e articulares e uma erupção cutânea característica. Existe uma variedade de dengue que é potencialmente fatal, chamada dengue hemorrágica.
3 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
4 Hemorrágica: Relativo à hemorragia, ou seja, ao escoamento de sangue para fora dos vasos sanguíneos.
5 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
6 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
7 Articulações:
8 Hemorragias: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
Gostou do artigo? Compartilhe!