Gostou do artigo? Compartilhe!

Crescimento de 58% na incidência de câncer até 2035. Saiba como evitar a doença, de acordo com o relatório do Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer (WCRF)

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Relatório do Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer1 (WCRF), divulgado em 24 de maio de 2018, mostra um crescimento de 58% na incidência2 de câncer1 até 2035. Sobrepeso3, obesidade4 e estilo de vida sedentário são os principais responsáveis pelo aumento dos tumores malignos. Mudanças no estilo de vida que ajudem a prevenir a doença são fundamentais. O relatório vem exatamente divulgar quais são estas mudanças necessárias.

Saiba mais sobre "Cálculo5 do IMC6", "Obesidade4" e "Sedentarismo7".

De acordo com o relatório do Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer1 (WCRF, na sigla em inglês para World Cancer1 Research Fund), intitulado “Dieta, Nutrição8, Atividade Física e Câncer1: uma Perspectiva Global“, o estilo de vida moderno promove sobrepeso3, sedentarismo7 e consumo de alimentos processados9, e estes são os principais responsáveis pelo desenvolvimento da doença.

Os casos de câncer1 registrados em 2012 eram cerca de 14,1 milhões (7,4 milhões em homens e 6,7 milhões em mulheres). A estimativa é de que haja um aumento considerável até 2035, de cerca de 58%, alcançando aproximadamente 24 milhões de casos até esta data.

As recomendações para a redução do risco de desenvolvimento de câncer1 incluem:

  • Manter um peso corporal saudável
  • Ser fisicamente ativo
  • Comer cereais integrais, frutas, legumes e grãos
  • Limitar o consumo de alimentos do tipo fastfood, assim como de carnes vermelhas e processadas
  • Evitar o consumo de bebidas adoçadas, dando prioridade para a ingestão de água e outros líquidos sem açúcar10
  • Consumo moderado de bebidas alcoólicas
  • Priorizar alimentos nutritivos, ao invés de consumir suplementos alimentares
  • As mulheres devem amamentar, pois é um ato saudável tanto para a mãe quanto para o bebê

Vale ressaltar que doze tipos de câncer1 estão ligados ao excesso de peso, segundo o relatório. Por essa razão, procurar manter o peso corporal saudável é de grande importância.

Leia sobre "Consumo de bebidas alcoólicas", "Alimentação saudável", "Câncer1 de mama11" e "Prevenção do câncer1".

 

Acesse o relatório do World Cancer1 Research Fund na íntegra em: Diet, Nutriton, Physical Activity and Cancer1: a Global Perspective.

 

NEWS.MED.BR, 2018. Crescimento de 58% na incidência de câncer até 2035. Saiba como evitar a doença, de acordo com o relatório do Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer (WCRF). Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/1319293/crescimento-de-58-na-incidencia-de-cancer-ate-2035-saiba-como-evitar-a-doenca-de-acordo-com-o-relatorio-do-fundo-mundial-de-pesquisa-sobre-o-cancer-wcrf.htm>. Acesso em: 23 jul. 2019.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
3 Sobrepeso: Peso acima do normal, índice de massa corporal entre 25 e 29,9.
4 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
5 Cálculo: Formação sólida, produto da precipitação de diferentes substâncias dissolvidas nos líquidos corporais, podendo variar em sua composição segundo diferentes condições biológicas. Podem ser produzidos no sistema biliar (cálculos biliares) e nos rins (cálculos renais) e serem formados de colesterol, ácido úrico, oxalato de cálcio, pigmentos biliares, etc.
6 IMC: Medida usada para avaliar se uma pessoa está abaixo do peso, com peso normal, com sobrepeso ou obesa. É a medida mais usada na prática para saber se você é considerado obeso ou não. Também conhecido como IMC. É calculado dividindo-se o peso corporal em quilogramas pelo quadrado da altura em metros. Existe uma tabela da Organização Mundial de Saúde que classifica as medidas de acordo com o resultado encontrado.
7 Sedentarismo: Qualidade de quem ou do que é sedentário, ou de quem tem vida e/ou hábitos sedentários. Sedentário é aquele que se exercita pouco, que não se movimenta muito.
8 Nutrição: Incorporação de vitaminas, minerais, proteínas, lipídios, carboidratos, oligoelementos, etc. indispensáveis para o desenvolvimento e manutenção de um indivíduo normal.
9 Alimentos processados: São aqueles que passam por processamento industrial (larga escala) ou doméstico, contendo elementos químicos. Este processo de transformação, mesmo que caseiro, é percebido como menos saudável que o natural. Geralmente estes produtos sofrem junção com outro tipo de produto, como conservantes, ou alterações em sua temperatura. Exemplo: qualquer produto enlatado, engarrafado ou embutidos.
10 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
11 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
Gostou do artigo? Compartilhe!