Gostou do artigo? Compartilhe!

The Lancet: uso de paracetamol no primeiro ano de vida pode estar associado a risco de asma na idade de 6-7 anos

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo publicado no The Lancet relata que a exposição ao paracetamol durante o primeiro ano de vida pode aumentar o risco de desenvolvimento de asma1, rinoconjuntivite2 e eczema3 na idade de 6-7 anos e que este risco depende da dose utilizada.

Foram estudadas 205.487 crianças, com idade de 6-7anos, na Fase Três do programa International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC), para investigar a associação entre o uso de paracetamol e asma1.

Os pais das crianças completaram um questionário sobre sintomas4 de asma1, rinoconjuntivite2 e eczema3. Além de perguntas sobre vários fatores de risco, incluindo o uso de paracetamol para febre5 em crianças no primeiro ano de vida e a freqüência do uso deste medicamento nos últimos 12 meses.

Os primeiros resultados mostram que os sintomas4 de asma1 na idade de 6-7 anos podem estar associados ao uso desta medicação para a febre5 no primeiro ano de vida. O risco de sintomas4 de asma1 é dose-dependente. O estudo também mostrou uma associação da medicação com sintomas4 de rinoconjuntivite2 e eczema3.

 

Fonte: The Lancet de 19 de setembro de 2008

NEWS.MED.BR, 2008. The Lancet: uso de paracetamol no primeiro ano de vida pode estar associado a risco de asma na idade de 6-7 anos. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/pharma-news/23470/the-lancet-uso-de-paracetamol-no-primeiro-ano-de-vida-pode-estar-associado-a-risco-de-asma-na-idade-de-6-7-anos.htm>. Acesso em: 19 nov. 2019.

Complementos

1 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
2 Rinoconjuntivite: Rinite Alérgica ou Rinoconjuntivite é uma inflamação das mucosas das vias aéreas superiores e dos olhos. Os sintomas são espirros; coceira no nariz, na garganta, no céu da boca, nos olhos; lacrimejamento, obstrução nasal e dor de cabeça.
3 Eczema: Afecção alérgica da pele, ela pode ser aguda ou crônica, caracterizada por uma reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido.
4 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
5 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.

Informações selecionadas

Gostou do artigo? Compartilhe!