Gostou do artigo? Compartilhe!

BMJ: antipsicóticos aumentam o risco de derrame, principalmente em pacientes com demência

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O uso de medicamentos antipsicóticos aumenta o risco de acidente vascular cerebral1 (derrame2), segundo estudo publicado no British Medical Journal (BMJ). O risco é ainda maior para pacientes3 com demência4.

Todos os antipsicóticos estão associados a um aumento do risco de derrame2 e este risco pode ser ainda maior para pessoas que usam antipsicóticos atípicos, se comparados àqueles que usam antipsicóticos típicos. Pessoas com demência4 também apresentam maior risco e, sempre que possível, devem evitar o uso destes medicamentos.

Foram incluídos no estudo os registros de 6.790 pacientes com relato de AVC e com prescrição de pelo menos um antipsicótico em seu histórico de saúde5. Os dados são do General Practice Research Database (GPRD).

Os resultados mostram que, em pacientes que recebem qualquer antipsicótico, o índice de derrame2 é de 3,5 para pacientes3 com demência4 e de 1,41 para pacientes3 sem demência4.
 
Fonte: British Medical Journal de 28 de Agosto de 2008

NEWS.MED.BR, 2008. BMJ: antipsicóticos aumentam o risco de derrame, principalmente em pacientes com demência. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/22595/bmj-antipsicoticos-aumentam-o-risco-de-derrame-principalmente-em-pacientes-com-demencia.htm>. Acesso em: 24 out. 2019.

Complementos

1 Acidente vascular cerebral: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
2 Derrame: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
3 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
4 Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
5 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
Gostou do artigo? Compartilhe!