Atalho: 5GHAVMU
Gostou do artigo? Compartilhe!

Não escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia pode aumentar em 70% o risco para doenças cardiovasculares, segundo artigo do BMJ

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Artigo publicado no British Medical Journal, baseado em dados da pesquisa Scottish Health Survey, mostra que esquecer de escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia pode aumentar em 70% o risco para doenças cardiovasculares1.

A pesquisa escocesa, envolvendo 11.869 adultos com idade média de 50 anos, avaliou os hábitos de higiene e as doenças cardíacas nesta população. O coordenador do estudo, Cesar de Oliveira (pesquisador em epidemiologia e saúde2 pública da University College London), e colaboradores seguiram os pacientes por cerca de oito anos.

Aqueles que não escovavam os dentes pelo menos duas vezes ao dia tendiam a ser homens mais velhos, fumantes e que tinham outros problemas de saúde2 como diabetes3, hipertensão arterial4 ou obesidade5. Após controle destas variáveis e ajustes no grupo socioeconômico, foi observado que a higiene bucal deficiente está associada ao risco para doenças cardiovasculares1.

Outras pesquisas mostraram resultados semelhantes, mas com um percentual mais modesto de aumento do risco.

Os pesquisadores acreditam que a inflamação6 seja um mecanismo envolvido na causa do problema. A resposta do organismo à inflamação6 crônica é um fator de risco7 para doença cardíaca. A doença periodontal8 é uma das infecções9 crônicas mais comuns e está associada a uma resposta inflamatória sistêmica moderada.

Em outra parte do estudo, os pesquisadores avaliaram amostras sanguíneas de 4.830 participantes para dois marcadores inflamatório (proteína C reativa) e de coagulação10 (fibrinogênio11). Observou-se forte associação entre a higiene oral deficiente e os altos níveis destes marcadores, sugerindo que a inflamação6 é uma possível causa para a associação entre saúde2 bucal e cardíaca.

Fonte: BMJ , de 27 de maio de 2010

NEWS.MED.BR, 2010. Não escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia pode aumentar em 70% o risco para doenças cardiovasculares, segundo artigo do BMJ. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/60209/nao-escovar-os-dentes-pelo-menos-duas-vezes-ao-dia-pode-aumentar-em-70-o-risco-para-doencas-cardiovasculares-segundo-artigo-do-bmj.htm>. Acesso em: 18 out. 2019.

Complementos

1 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
2 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
3 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
4 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
5 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
6 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
7 Fator de risco: Qualquer coisa que aumente a chance de uma pessoa desenvolver uma doença.
8 Periodontal: Relativo ao ou próprio do tecido em torno dos dentes, o periodonto. O periodonto é o tecido conjuntivo que fixa o dente no alvéolo.
9 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
10 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
11 Fibrinogênio: Proteína plasmática precursora da fibrina (que dá origem à fibrina) e que participa da coagulação sanguínea.
Gostou do artigo? Compartilhe!