Atalho: 59YCJ28
Gostou do artigo? Compartilhe!

Consumo de dois ou mais refrigerantes adocicados por semana pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer no pâncreas, segundo dados do Singapore Chinese Health Study

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O estudo Singapore Chinese Health Study avalia há 14 anos os hábitos dietéticos, as atividades físicas e a exposição ambiental de mais de 60 mil habitantes de Cingapura. As conclusões publicadas no periódico Cancer1 Epidemiology, Biomarkers & Prevention, mostram que o consumo regular de refrigerantes adocicados pode aumentar o risco de desenvolver câncer1 de pâncreas2.


Uma análise prospectiva foi realizada para examinar a associação entre o consumo de refrigerantes adocicados e sucos de frutas e sua relação com o aumento do risco de câncer1 pancreático em 60.524 participantes do estudo Singapore Chinese Health Study.


Os resultados mostraram que as pessoas que consomem mais de 2 refrigerantes por semana apresentam estatisticamente um risco significativamente mais elevado de desenvolver câncer1 de pâncreas2, comparadas àquelas que não consomem refrigerantes. Não houve associação observada entre o consumo de sucos de frutas e riscos para este tumor3.


Fonte: Cancer1 Epidemiology, Biomarkers & Prevention, volume 19, de fevereiro de 2010

 

Alguns estudos mostram uma associação entre dietas com alto teor de gorduras e o câncer1 pancreático, outros indicam que uma alimentação rica em frutas e vegetais reduz o risco de câncer1 de pâncreas2.

Alguns trabalhos sugerem que o consumo de café aumenta o risco deste tipo de tumor3, mas estudos mais recentes não confirmaram tal afirmação.

O álcool em excesso aumenta o risco de diabetes mellitus4 e pancreatite5 crônica, ambos são fatores de risco para o câncer1 pancreático.


Fonte: American Cancer1 Society

NEWS.MED.BR, 2010. Consumo de dois ou mais refrigerantes adocicados por semana pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer no pâncreas, segundo dados do Singapore Chinese Health Study. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/54945/consumo-de-dois-ou-mais-refrigerantes-adocicados-por-semana-pode-aumentar-o-risco-de-desenvolvimento-de-cancer-no-pancreas-segundo-dados-do-singapore-chinese-health-study.htm>. Acesso em: 14 nov. 2019.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Pâncreas: Órgão nodular (no ABDOME) que abriga GLÂNDULAS ENDÓCRINAS e GLÂNDULAS EXÓCRINAS. A pequena porção endócrina é composta pelas ILHOTAS DE LANGERHANS, que secretam vários hormônios na corrente sangüínea. A grande porção exócrina (PÂNCREAS EXÓCRINO) é uma glândula acinar composta, que secreta várias enzimas digestivas no sistema de ductos pancreáticos (que desemboca no DUODENO).
3 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
4 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
5 Pancreatite: Inflamação do pâncreas. A pancreatite aguda pode ser produzida por cálculos biliares, alcoolismo, drogas, etc. Pode ser uma doença grave e fatal. Os primeiros sintomas consistem em dor abdominal, vômitos e distensão abdominal.
Gostou do artigo? Compartilhe!