Gostou do artigo? Compartilhe!

Pediatrics: tira reagente de urinálise pode ser ferramenta para rastrear infecção do trato urinário em crianças febris

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Este estudo compara o desempenho da tira reagente de urinálise (urina1), com a microscopia de urina1 e com ambos os testes combinados como um rastreamento da infecção2 do trato urinário3 (ITU) em crianças febris com idades entre um e noventa dias.

Foram avaliados dados do Intermountain Healthcare para identificar lactentes4 febris com tira reagente de urinálise (urina1), microscopia e cultura realizados entre 2004 e 2011. A infecção2 do trato urinário3 (ITU) foi definida como mais de 50.000 unidades formadoras de colônias por mililitro de um patógeno urinário. Nós comparamos o desempenho da tira reagente de urinálise (urina1) com a microscopia ou com ambos os testes combinados ("urinálise combinada") para identificar ITU em crianças com idade entre um a noventa dias.

Das 13.030 crianças febris identificadas, 6.394 (49%) tinham feito todos os testes e foram incluídas na análise. Destas, 770 (12%) tiveram ITU. Os resultados da cultura de urina1 foram positivos dentro de 24 horas em 83% dos pacientes com ITU. O valor preditivo negativo (VPN) foi > 98% para todos os testes. O VPN da "urinálise combinada" foi de 99,2% (IC 95%: 99,1%-99,3%) e foi significativamente maior do que o VPN da tira reagente de urinálise (urina1) de 98,7% (98,6%-98,8%). O valor preditivo positivo (VPP) da tira reagente de urinálise (urina1) foi significativamente maior do que o da "urinálise combinada" (66,8% [66,2%-67,4%] versus 51,2% [50,6%-51,8%]). Estes dados sugerem que oito lactentes4 febris são previstos para ter um exame de urina5 combinado falso-positivo para cada criança com ITU inicialmente não diagnosticada pela tira reagente de urinálise (urina1).

Concluiu-se que a tira reagente de urinálise (urina1) se compara favoravelmente à microscopia e "urinálise combinada" em lactentes4 febris com idade entre um e noventa dias. A tira reagente de urinálise é uma ferramenta independente e adequada para rastreamento de ITU em crianças febris, enquanto se aguarda os resultados da urocultura.

Fonte: Pediatrics, publicação online, de 28 de abril de 2014

NEWS.MED.BR, 2014. Pediatrics: tira reagente de urinálise pode ser ferramenta para rastrear infecção do trato urinário em crianças febris. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/538537/pediatrics-tira-reagente-de-urinalise-pode-ser-ferramenta-para-rastrear-infeccao-do-trato-urinario-em-criancas-febris.htm>. Acesso em: 21 set. 2019.

Complementos

1 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
2 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
3 Trato Urinário:
4 Lactentes: Que ou aqueles que mamam, bebês. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
5 Exame de urina: Também chamado de urinálise, o teste de urina é feito através de uma amostra de urina e pode diagnosticar doenças do sistema urinário e outros sistemas do organismo. Alguns testes são feitos em uma amostra simples e outros pela coleta da urina durante 24 horas. Pode ser feita uma cultura da urina para verificar o crescimento de bactérias na urina.
Gostou do artigo? Compartilhe!