Atalho: 574GIGW
Gostou do artigo? Compartilhe!

Demência: leptina pode estar associada a menor incidência de demência e doença de Alzheimer, segundo artigo publicado no JAMA

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo prospectivo1 publicado no The Journal of the American Medical Association (JAMA) mostra que maiores concentrações plasmáticas de leptina2 estão associadas a menor incidência3 de demência4 e doença de Alzheimer5.

O estudo mostrou que níveis plasmáticos mais altos de leptina2 foram associados com menor incidência3 de demência4 e doença de Alzheimer5, já que 25% dos participantes com os níveis mais baixos de leptina2 desenvolveram Alzheimer6, comparados a 6% daqueles com os níveis mais altos deste hormônio7. Se estes achados forem confirmados com outras pesquisas, a leptina2 pode servir como futuro biomarcador de envelhecimento cerebral saudável e, mais importante, abrir as portas para intervenções preventivas e terapêuticas.

A leptina2 é um hormônio7 proteico produzido pelos adipócitos8. Ela age no sistema nervoso central9 promovendo saciedade, reduzindo a ingestão alimentar e incrementando o metabolismo10 energético. O hormônio7 já é estudado como uma poderosa arma contra a obesidade11. As evidências de que a leptina2 beneficie funções cerebrais estão crescendo na literatura.

Fonte consultada:

JAMA - Volume 302, número 23, de 16 de dezembro de 2009

NEWS.MED.BR, 2009. Demência: leptina pode estar associada a menor incidência de demência e doença de Alzheimer, segundo artigo publicado no JAMA. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/53055/demencia-leptina-pode-estar-associada-a-menor-incidencia-de-demencia-e-doenca-de-alzheimer-segundo-artigo-publicado-no-jama.htm>. Acesso em: 28 fev. 2020.

Complementos

1 Prospectivo: 1. Relativo ao futuro. 2. Suposto, possível; esperado. 3. Relativo à preparação e/ou à previsão do futuro quanto à economia, à tecnologia, ao plano social etc. 4. Em geologia, é relativo à prospecção.
2 Leptina: Proteína secretada por adipócitos que age no sistema nervoso central promovendo menor ingestão alimentar e incrementando o metabolismo energético, além de afetar o eixo hipotalâmico-hipofisário e regular mecanismos neuroendócrinos. Do grego leptos = magro.
3 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
4 Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
5 Doença de Alzheimer: É uma doença progressiva, de causa e tratamentos ainda desconhecidos que acomete preferencialmente as pessoas idosas. É uma forma de demência. No início há pequenos esquecimentos, vistos pelos familiares como parte do processo normal de envelhecimento, que se vão agravando gradualmente. Os pacientes tornam-se confusos e por vezes agressivos, passando a apresentar alterações da personalidade, com distúrbios de conduta e acabam por não reconhecer os próprios familiares e até a si mesmos quando colocados frente a um espelho. Tornam-se cada vez mais dependentes de terceiros, iniciam-se as dificuldades de locomoção, a comunicação inviabiliza-se e passam a necessitar de cuidados e supervisão integral, até mesmo para as atividades elementares como alimentação, higiene, vestuário, etc..
6 Alzheimer: Doença degenerativa crônica que produz uma deterioração insidiosa e progressiva das funções intelectuais superiores. É uma das causas mais freqüentes de demência. Geralmente começa a partir dos 50 anos de idade e tem incidência similar entre homens e mulheres.
7 Hormônio: Substância química produzida por uma parte do corpo e liberada no sangue para desencadear ou regular funções particulares do organismo. Por exemplo, a insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que diz a outras células quando usar a glicose para energia. Hormônios sintéticos, usados como medicamentos, podem ser semelhantes ou diferentes daqueles produzidos pelo organismo.
8 Adipócitos: Células do corpo que geralmente armazenam GORDURAS na forma de TRIGLICERÍDEOS. Os ADIPÓCITOS BRANCOS são os tipos predominantes encontrados, na maioria das vezes, na cavidade abdominal e no tecido subcutâneo. Os ADIPÓCITOS MARRONS são células termogênicas que podem ser encontradas em recém-nascidos de algumas espécies e em mamíferos que hibernam.
9 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
10 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
11 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
Gostou do artigo? Compartilhe!