Gostou do artigo? Compartilhe!

Amamentação protege as mães contra doenças cardiovasculares, segundo artigo da Obstetrics & Gynecology

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Pesquisa da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, avalia a relação entre a duração da amamentação1 e os fatores de risco pós-menopausa2 para doenças cardiovasculares3. O estudo envolveu 139.681 mulheres na pós-menopausa2 (idade média de 63 anos). Em média, essas mulheres haviam amamentado seus bebês4 há mais de 35 anos.

Mulheres com história de amamentação1 por mais de um ano desenvolvem menos hipertensão arterial5, diabetes mellitus6, hiperlipidemia7 ou doenças cardiovasculares3 do que aquelas mulheres que nunca amamentaram, mas não são menos propensas à obesidade8. Comparando os dois grupos, entre aquelas que não amamentaram 42,1% versus 38,6% terão hipertensão9, 5,3% versus 4,3% terão diabetes10, 14,8% versus 12,3% terão hiperlipidemia7 e 9,9% versus 9,1% podem desenvolver doenças cardiovasculares3 comparadas àquelas que amamentaram por mais de um ano.

As conclusões mostram que, entre as mulheres na pós-menopausa2, uma maior duração da amamentação1 está associada à baixa prevalência11 de hipertensão arterial5, diabetes mellitus6, hiperlipidemia7 e doenças cardiovasculares3. Mas mesmo aquelas que amamentam por pelo menos um mês já têm o risco de diabetes10, hipercolesterolemia12 e hipertensão arterial5 reduzido em relação às que nunca amamentaram. Acredita-se que esta redução ocorra porque, ao amamentar, as mulheres diminuem os depósitos de gordura13 no corpo.

Fonte: Obstetrics & Gynecology - Volume 113, n° 5.

NEWS.MED.BR, 2009. Amamentação protege as mães contra doenças cardiovasculares, segundo artigo da Obstetrics & Gynecology. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/34203/amamentacao-protege-as-maes-contra-doencas-cardiovasculares-segundo-artigo-da-obstetrics-amp-gynecology.htm>. Acesso em: 19 set. 2019.

Complementos

1 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
2 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
3 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
4 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
5 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
6 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
7 Hiperlipidemia: Condição em que os níveis de gorduras e colesterol estão mais altos que o normal.
8 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
9 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
10 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
11 Prevalência: Número de pessoas em determinado grupo ou população que são portadores de uma doença. Número de casos novos e antigos desta doença.
12 Hipercolesterolemia: Aumento dos níveis de colesterol do sangue. Está associada a uma maior predisposição ao desenvolvimento de aterosclerose.
13 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
Gostou do artigo? Compartilhe!