Atalho: 6JDM2A9
Gostou do artigo? Compartilhe!

BMJ: ingestão moderada de bebida alcoólica pode ajudar a reduzir a incidência de artrite reumatoide em mulheres

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo prospectivo1 de coorte2, publicado pelo British Medical Journal (BMJ), mostrou que a ingestão moderada de bebida alcoólica pode ajudar a reduzir a incidência3 de artrite reumatoide4 em mulheres.

As participantes da pesquisa foram 34.141 mulheres, nascidas entre 1914 e 1948, seguidas de 1° de janeiro de 2003 a 31 dezembro de 2009. O resultado principal mediu os novos casos diagnosticados de artrite reumatoide4. Os dados sobre o consumo de álcool foram coletados em 1987 e 1997.

Durante o período de acompanhamento (226.032 pessoas/ano), 197 casos incidentes5 de artrite reumatoide4 foram identificados. Houve uma diminuição estatisticamente significativa de 37% no risco de artrite reumatoide4 entre as mulheres que bebiam mais de quatro copos de bebidas alcoólicas (um copo = 15 g de etanol) por semana, em comparação com aquelas que bebiam menos de um copo por semana ou que não ingeriam álcool. A análise do consumo de álcool a longo prazo mostrou que mulheres que relataram beber mais de três copos de bebidas alcoólicas por semana, em 1987 e em 1997, tinham risco 52% menor de artrite reumatoide4 em comparação com aquelas que nunca beberam.

Concluiu-se que o consumo moderado de bebida alcoólica está associado a um risco reduzido de artrite reumatoide4 em mulheres.

Fonte: BMJ, de 10 de julho de 2012 

NEWS.MED.BR, 2012. BMJ: ingestão moderada de bebida alcoólica pode ajudar a reduzir a incidência de artrite reumatoide em mulheres. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/308635/bmj-ingestao-moderada-de-bebida-alcoolica-pode-ajudar-a-reduzir-a-incidencia-de-artrite-reumatoide-em-mulheres.htm>. Acesso em: 17 out. 2019.

Complementos

1 Prospectivo: 1. Relativo ao futuro. 2. Suposto, possível; esperado. 3. Relativo à preparação e/ou à previsão do futuro quanto à economia, à tecnologia, ao plano social etc. 4. Em geologia, é relativo à prospecção.
2 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
3 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
4 Artrite reumatóide: Doença auto-imune de etiologia desconhecida, caracterizada por poliartrite periférica, simétrica, que leva à deformidade e à destruição das articulações por erosão do osso e cartilagem. Afeta mulheres duas vezes mais do que os homens e sua incidência aumenta com a idade. Em geral, acomete grandes e pequenas articulações em associação com manifestações sistêmicas como rigidez matinal, fadiga e perda de peso. Quando envolve outros órgãos, a morbidade e a gravidade da doença são maiores, podendo diminuir a expectativa de vida em cinco a dez anos.
5 Incidentes: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
Gostou do artigo? Compartilhe!