Gostou do artigo? Compartilhe!

Metade da população mundial experimentará um transtorno de saúde mental

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Uma em cada duas pessoas no mundo desenvolverá um transtorno de saúde1 mental durante a vida, de acordo com um estudo em grande escala co-liderado por pesquisadores da Harvard Medical School e da Universidade de Queensland. As conclusões baseiam-se em entrevistas estruturadas e presenciais com mais de 150.000 adultos em 29 países de riqueza variada, de todas as regiões do mundo. Os resultados foram publicados no The Lancet Psychiatry.

Os pesquisadores disseram que os resultados demonstram a alta prevalência2 de transtornos de saúde1 mental em todo o mundo, com 50% da população desenvolvendo pelo menos um transtorno até os 75 anos de idade.

Ronald Kessler, professor de política de cuidados de saúde1 no Instituto Blavatnik na HMS, John McGrath, professor adjunto do Queensland Brain Institute na UQ, e seus colegas de 27 outros países analisaram dados coletados entre 2001 e 2022 como parte da Iniciativa Mundial de Pesquisa de Saúde1 Mental da OMS.

Leia sobre "Principais transtornos mentais", "Saúde1 mental - o que é" e "Psiquiatra, psicólogo ou psicanalista?"

“Os transtornos mentais são um grande problema de saúde1 em todo o mundo, com uma enorme necessidade não atendida de tratamento”, disse Kessler, o principal investigador da iniciativa. “Embora muitas intervenções escaláveis para prevenção e tratamento tenham sido desenvolvidas, a alocação geralmente é abaixo do ideal. Este estudo fornece informações importantes que podem ajudar a direcionar esforços para otimizar o benefício dessas intervenções”.

O estudo mostrou que as doenças mentais mais comuns eram transtornos de humor, como depressão maior ou ansiedade, e que o risco de certos transtornos mentais variava de acordo com o sexo.

Os três distúrbios de saúde1 mental mais comuns entre as mulheres foram:

Os três distúrbios de saúde1 mental mais comuns entre os homens foram:

Os pesquisadores também descobriram que os transtornos de saúde1 mental geralmente surgem pela primeira vez na infância, adolescência ou idade adulta jovem.

“Ao entender a idade em que esses distúrbios geralmente surgem, podemos adaptar as intervenções de saúde1 pública e alocar recursos para garantir que o suporte adequado e oportuno esteja disponível para indivíduos em risco”, disse Kessler.

O pico de idade de início foi aos 15 anos, com uma idade média de início aos 19 anos para homens e aos 20 anos para mulheres, segundo o estudo.

“Isso reforça a necessidade de investir em neurociência básica para entender por que esses distúrbios se desenvolvem, bem como em serviços de saúde1 mental com foco particular em jovens”, disse McGrath, autor correspondente do estudo. “Os serviços precisam ser capazes de detectar e tratar transtornos mentais comuns prontamente e ser otimizados para atender os pacientes nessas partes críticas de suas vidas.”

No artigo, os pesquisadores avaliaram a idade de início e o risco cumulativo de transtornos mentais.

Eles relatam que informações sobre a frequência e o momento do início dos transtornos mentais ao longo da vida são de fundamental importância para o planejamento da saúde1 pública. Estimativas amplas e transnacionais dessas informações de pesquisas populacionais gerais coordenadas foram atualizadas pela última vez em 2007. O objetivo, portanto, foi fornecer estimativas atualizadas e aprimoradas de distribuições de idade de início, prevalência2 ao longo da vida e risco mórbido.

Nesta análise internacional, analisou-se dados de entrevistados com 18 anos ou mais de idade para as pesquisas mundiais de saúde1 mental, uma série coordenada de pesquisas epidemiológicas comunitárias transversais e presenciais administradas entre 2001 e 2022.

Nas pesquisas, a Entrevista Diagnóstica Internacional Composta da OMS, uma entrevista diagnóstica psiquiátrica totalmente estruturada, foi usada para avaliar a idade de início, a prevalência2 ao longo da vida e o risco mórbido de 13 transtornos mentais do DSM-IV até os 75 anos de idade em pesquisas por sexo. Não avaliou-se a etnia.

As pesquisas foram agrupadas geograficamente e ponderadas para ajustar a probabilidade de seleção, e os erros padrão das taxas de incidência4 e curvas de incidência4 cumulativa foram calculados usando o método de simulação de replicações repetidas de jackknife, levando em consideração a ponderação e o agrupamento geográfico dos dados.

Foram incluídos 156.331 entrevistados de 32 pesquisas em 29 países, incluindo 12 países de baixa e média renda e 17 países de alta renda, incluindo 85.308 (54,5%) entrevistadas do sexo feminino e 71.023 (45,4%) entrevistados do sexo masculino.

A prevalência2 ao longo da vida de qualquer transtorno mental foi de 28,6% (IC 95% 27,9-29,2) para os entrevistados do sexo masculino e 29,8% (29,2-30,3) para as entrevistadas do sexo feminino.

O risco mórbido de qualquer transtorno mental aos 75 anos de idade foi de 46,4% (44,9-47,8) para os entrevistados do sexo masculino e 53,1% (51,9-54,3) para as entrevistadas do sexo feminino.

As probabilidades condicionais do primeiro início atingiram o pico aproximadamente aos 15 anos, com uma idade média de início de 19 anos (IQR 14-32) para entrevistados do sexo masculino e 20 anos (12-36) para entrevistadas do sexo feminino.

Os dois transtornos mais prevalentes foram transtorno do uso de álcool e transtorno depressivo maior para os entrevistados do sexo masculino e transtorno depressivo maior e fobia3 específica para as entrevistadas do sexo feminino.

O estudo concluiu que, aos 75 anos, aproximadamente metade da população pode esperar desenvolver um ou mais dos 13 transtornos mentais considerados neste artigo. Esses distúrbios geralmente surgem pela primeira vez na infância, adolescência ou idade adulta jovem.

Os serviços devem ter a capacidade de detectar e tratar prontamente transtornos mentais comuns e otimizar os cuidados adequados às pessoas nessas partes cruciais do curso da vida.

Veja também sobre "Depressão maior", "Ansiedade", "Fobias5" e "Alcoolismo".

 

Fontes:
The Lancet Psychiatry, publicação em 30 de julho de 2023.
Harvard Medical School, notícia publicada em 31 de julho de 2023.

 

NEWS.MED.BR, 2023. Metade da população mundial experimentará um transtorno de saúde mental. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1443120/metade-da-populacao-mundial-experimentara-um-transtorno-de-saude-mental.htm>. Acesso em: 22 abr. 2024.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Prevalência: Número de pessoas em determinado grupo ou população que são portadores de uma doença. Número de casos novos e antigos desta doença.
3 Fobia: Medo exagerado, falta de tolerância, aversão.
4 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
5 Fobias: Medo exagerado, falta de tolerância, aversão.
Gostou do artigo? Compartilhe!