Gostou do artigo? Compartilhe!

Estudo identifica ocorrência de eventos adversos somáticos emergentes após a descontinuação de antipsicóticos

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Eventos adversos podem ocorrer após a descontinuação de antipsicótico, mas as evidências de ensaios com medicamentos antipsicóticos são escassas. O objetivo neste estudo, publicado pelo The Lancet Psychiatry, foi estimar a ocorrência de eventos adversos após a descontinuação de antipsicóticos.

Para esta metanálise de dados de participantes individuais em dois estágios, foi pesquisado o banco de dados do Yale University Open Data Access Project para ensaios clínicos1 randomizados de antipsicóticos desde o início do banco de dados até 6 de maio de 2021.

Foram incluídos ensaios clínicos1 randomizados, controlados, de antipsicóticos, controlados por placebo2, com dados de participantes a nível individual, que incluíram participantes (idade ≥18 anos, de qualquer sexo e etnia) com esquizofrenia3, transtorno esquizoafetivo ou transtorno bipolar. Os estudos foram excluídos se o tratamento com antidepressivos, lítio ou drogas antiepilépticas foi iniciado como terapia aditiva no início da fase placebo2.

Leia sobre "O que saber sobre os antipsicóticos", "Esquizofrenia3" e "Psicoses - o que são".

A partir da triagem ou fase de washout (período sem tratamento), os participantes que foram randomizados para placebo2 foram divididos em dois grupos: o grupo de descontinuação (participantes que descontinuaram os antipsicóticos pré-estudo no início da triagem ou fase de washout) e grupo controle (participantes que não tomaram antipsicóticos pré-estudo por pelo menos 4 semanas antes do início da triagem ou fase de washout).

Os participantes foram excluídos dos grupos de descontinuação e controle se descontinuaram o tratamento pré-estudo com antidepressivos, lítio ou drogas antiepilépticas até 4 semanas antes da linha de base, receberam um antipsicótico como teste de tolerabilidade ou receberam uma injeção4 de ação prolongada de um antipsicótico dentro de 12 semanas antes da linha de base.

No grupo de descontinuação, os indivíduos foram excluídos se descontinuaram o tratamento antipsicótico pré-estudo mais de 3 dias antes, ou qualquer dia depois, do início da triagem ou da fase de washout.

O desfecho primário pré-especificado foi a ocorrência de pelo menos um novo evento adverso somático com início dentro de 4 semanas após o início da triagem ou fase de washout. Foi implementado um modelo linear generalizado que levou em conta potenciais fatores de confusão para estimar o efeito da descontinuação de antipsicóticos.

Foram identificados 409 registros, dos quais 18 foram elegíveis e incluídos na análise. Destes 18 estudos, 692 indivíduos (242 [35,0%] mulheres e 450 [65,0%] homens) foram elegíveis para o grupo de descontinuação e 935 indivíduos (339 [36,3%] mulheres e 596 [63,7 %] homens) eram elegíveis para o grupo controle (idade mediana em ambos os grupos: 39 anos [IQR 30-47]).

Novos eventos adversos somáticos ocorreram em 295 (43%) indivíduos no grupo de descontinuação e 293 (31%) indivíduos no grupo controle (OR 1,74; IC 95% 1,27-2,39; τ²=0,15; força moderada de evidência).

Novos eventos adversos psiquiátricos também foram mais frequentes no grupo de descontinuação do que no grupo controle (OR 2,01; IC 95% 1,38-2,94).

A duração mais longa do tratamento antes da descontinuação (OR para dobrar a duração do tratamento: 1,08; IC 95% 1,01-1,14) foi associada a uma maior probabilidade de novos eventos adversos somáticos após a descontinuação do antipsicótico.

A descontinuação crônica (comparada com a descontinuação abrupta: 0,54; 0,32-0,91) e não ter história de doença somática (comparado com história de doença somática: 0,63; 0,43-0,91) foram associados a menores probabilidades de novos eventos adversos somáticos após a descontinuação do antipsicótico.

O risco de viés foi moderado em 13 (72,2%) estudos e grave em 5 (27,8%) estudos.

Este estudo detectou evidências moderadas de eventos adversos somáticos emergentes após a descontinuação de antipsicóticos de primeira e segunda gerações, particularmente após a descontinuação de períodos mais longos de tratamento. A descontinuação crônica pode mitigar5 o risco de eventos adversos somáticos emergentes após a descontinuação do antipsicótico.

Esses achados têm implicações para a segurança da descontinuação do tratamento e podem ser usados para um planejamento de tratamento personalizado.

Veja também sobre "Transtorno bipolar do humor", "Principais transtornos mentais" e "Informações importantes sobre medicamentos".

 

Fonte: The Lancet Psychiatry, Vol. 9, Nº 3, em março de 2022.

 

NEWS.MED.BR, 2022. Estudo identifica ocorrência de eventos adversos somáticos emergentes após a descontinuação de antipsicóticos. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1410800/estudo-identifica-ocorrencia-de-eventos-adversos-somaticos-emergentes-apos-a-descontinuacao-de-antipsicoticos.htm>. Acesso em: 5 out. 2022.

Complementos

1 Ensaios clínicos: Há três fases diferentes em um ensaio clínico. A Fase 1 é o primeiro teste de um tratamento em seres humanos para determinar se ele é seguro. A Fase 2 concentra-se em saber se um tratamento é eficaz. E a Fase 3 é o teste final antes da aprovação para determinar se o tratamento tem vantagens sobre os tratamentos padrões disponíveis.
2 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
3 Esquizofrenia: Doença mental do grupo das Psicoses, caracterizada por alterações emocionais, de conduta e intelectuais, caracterizadas por uma relação pobre com o meio social, desorganização do pensamento, alucinações auditivas, etc.
4 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
5 Mitigar: Tornar mais brando, mais suave, menos intenso (geralmente referindo-se à dor ou ao sofrimento); aliviar, suavizar, aplacar.
Gostou do artigo? Compartilhe!