Gostou do artigo? Compartilhe!

Estudo de associação ampla do genoma viral identifica novos polimorfismos do vírus da hepatite C associados ao fracasso do tratamento com sofosbuvir

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A infecção1 persistente pelo vírus2 da hepatite3 C (VHC) é uma das principais causas de doença hepática4 crônica em todo o mundo. Com o desenvolvimento de antivirais de ação direta, o tratamento de pacientes cronicamente infectados tornou-se altamente eficaz, embora um subconjunto de pacientes responda menos bem à terapia.

O sofosbuvir é um componente comum das terapias atuais novas ou de combinação de resgate, que tem como alvo a polimerase NS5B do VHC.

Neste estudo, publicado na revista Nature Communications, pesquisadores usaram sequências de genoma completo pré-tratamento do VHC de 507 pacientes infectados com VHC subtipo 3a e tratados com regimes contendo sofosbuvir para detectar polimorfismos virais associados à resposta ao tratamento.

Foram encontrados três polimorfismos comuns nas proteínas5 NS2 e NS3 não direcionadas do VHC que estão associados a uma resposta reduzida ao tratamento. Esses polimorfismos são enriquecidos em sequências de VHC pós-tratamento de pacientes que não respondem ao tratamento. Eles também estão associados a reduções mais baixas da carga viral na primeira semana de terapia.

Usando ensaios in vitro de resposta à dose de curto prazo, esses polimorfismos não causam qualquer redução na potência do sofosbuvir, sugerindo um mecanismo de ação indireto na diminuição da eficácia do sofosbuvir.

A identificação de polimorfismos nas proteínas5 NS2 e NS3 associados a resultados de tratamento insatisfatórios enfatiza o valor das análises sistemáticas de todo o genoma de vírus2 na descoberta de polimorfismos clinicamente relevantes que afetam o tratamento.

Leia sobre "Hepatites6 - o que são", "Hepatite3 C" e "Genética - conceitos básicos".

 

Fonte: Nature Communications, publicação em 20 de outubro de 2021.

 

NEWS.MED.BR, 2021. Estudo de associação ampla do genoma viral identifica novos polimorfismos do vírus da hepatite C associados ao fracasso do tratamento com sofosbuvir. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1404945/estudo-de-associacao-ampla-do-genoma-viral-identifica-novos-polimorfismos-do-virus-da-hepatite-c-associados-ao-fracasso-do-tratamento-com-sofosbuvir.htm>. Acesso em: 8 dez. 2021.

Complementos

1 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
2 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
3 Hepatite: Inflamação do fígado, caracterizada por coloração amarela da pele e mucosas (icterícia), dor na região superior direita do abdome, cansaço generalizado, aumento do tamanho do fígado, etc. Pode ser produzida por múltiplas causas como infecções virais, toxicidade por drogas, doenças imunológicas, etc.
4 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
5 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
6 Hepatites: Inflamação do fígado, caracterizada por coloração amarela da pele e mucosas (icterícia), dor na região superior direita do abdome, cansaço generalizado, aumento do tamanho do fígado, etc. Pode ser produzida por múltiplas causas como infecções virais, toxicidade por drogas, doenças imunológicas, etc.
Gostou do artigo? Compartilhe!