Gostou do artigo? Compartilhe!

Atogepant se mostrou eficaz para o tratamento preventivo da enxaqueca

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O atogepant é um antagonista1 do receptor de peptídeo relacionado ao gene da calcitonina2, de administração oral, de molécula pequena, que está sendo investigado para o tratamento preventivo3 da enxaqueca4.

Em um estudo duplo-cego5 de fase 3, com publicação pelo The New England Journal of Medicine, pesquisadores designaram aleatoriamente adultos com 4 a 14 dias de enxaqueca4 por mês em uma proporção de 1:1:1:1 para receber uma dose diária de atogepant oral (10 mg, 30 mg ou 60 mg) ou placebo6 por 12 semanas.

O desfecho primário foi a mudança da linha de base no número médio de dias de enxaqueca4 por mês ao longo das 12 semanas. Os desfechos secundários incluíram dias de cefaleia7 por mês, uma redução da linha de base de pelo menos 50% na média de 3 meses de dias de enxaqueca4 por mês, qualidade de vida e pontuações no Activity Impairment in Migraine–Diary (AIM-D).

Saiba mais sobre "Enxaqueca4" e "Orientações para tratamento da cefaleia7".

Um total de 2.270 participantes foram selecionados, 910 foram inscritos e 873 foram incluídos na análise de eficácia; 214 foram atribuídos ao grupo atogepant de 10 mg, 223 ao grupo atogepant de 30 mg, 222 ao grupo atogepant de 60 mg e 214 ao grupo placebo6.

O número médio de dias de enxaqueca4 por mês no início do estudo variou de 7,5 a 7,9 nos quatro grupos.

As alterações da linha de base ao longo de 12 semanas foram -3,7 dias com atogepant 10 mg, -3,9 dias com atogepant 30 mg, -4,2 dias com atogepant 60 mg e -2,5 dias com placebo6.

As diferenças médias na mudança da linha de base em relação ao placebo6 foram -1,2 dias com atogepant de 10 mg (intervalo de confiança [IC] de 95%, -1,8 a -0,6), -1,4 dias com atogepant de 30 mg (IC 95%, -1,9 a -0,8), e -1,7 dias com atogepant 60 mg (IC 95%, -2,3 a -1,2) (P <0,001 para todas as comparações com placebo6).

Os resultados para os desfechos secundários favoreceram o atogepant em relação ao placebo6, com as exceções da pontuação de Performance em Atividades Diárias do AIM-D e da pontuação de Disfunção Física do AIM-D para a dose de 10 mg.

Os eventos adversos mais comuns foram prisão de ventre (6,9 a 7,7% entre as doses administradas) e náuseas8 (4,4 a 6,1% entre as doses administradas). Os eventos adversos graves incluíram um caso de asma9 e neurite10 óptica no grupo de atogepant de 10 mg.

O estudo concluiu que o atogepant oral uma vez ao dia foi eficaz na redução do número de dias de enxaqueca4 e dias de dor de cabeça11 durante um período de 12 semanas. Os eventos adversos incluíram prisão de ventre e náuseas8.

Ensaios mais longos e maiores são necessários para determinar o efeito e a segurança do atogepant para a prevenção da enxaqueca4.

Leia sobre "Dor de cabeça11: a maioria não é sinal12 de doenças graves", "Mitos e verdades sobre dor de cabeça11" e "Dores crônicas".

 

Fonte: The New England Journal of Medicine, publicação em 19 de agosto de 2021.

 

NEWS.MED.BR, 2021. Atogepant se mostrou eficaz para o tratamento preventivo da enxaqueca. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1400170/atogepant-se-mostrou-eficaz-para-o-tratamento-preventivo-da-enxaqueca.htm>. Acesso em: 20 set. 2021.

Complementos

1 Antagonista: 1. Opositor. 2. Adversário. 3. Em anatomia geral, que ou o que, numa mesma região anatômica ou função fisiológica, trabalha em sentido contrário (diz-se de músculo). 4. Em medicina, que realiza movimento contrário ou oposto a outro (diz-se de músculo). 5. Em farmácia, que ou o que tende a anular a ação de outro agente (diz-se de agente, medicamento etc.). Agem como bloqueadores de receptores. 6. Em odontologia, que se articula em oposição (diz-se de ou qualquer dente em relação ao da maxila oposta).
2 Calcitonina: Hormônio secretado pela glândula tireoide que inibe a perda de cálcio dos ossos.
3 Preventivo: 1. Aquilo que previne ou que é executado por medida de segurança; profilático. 2. Na medicina, é qualquer exame ou grupo de exames que têm por objetivo descobrir precocemente lesão suscetível de evolução ameaçadora da vida, como as lesões malignas. 3. Em ginecologia, é o exame ou conjunto de exames que visa surpreender a presença de lesão potencialmente maligna, ou maligna em estágio inicial, especialmente do colo do útero.
4 Enxaqueca: Sinônimo de migrânea. É a cefaléia cuja prevalência varia de 10 a 20% da população. Ocorre principalmente em mulheres com uma proporção homem:mulher de 1:2-3. As razões para esta preponderância feminina ainda não estão bem entendidas, mas suspeita-se de alguma relação com o hormônio feminino. Resulta da pressão exercida por vasos sangüíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente. O tratamento da enxaqueca envolve normalmente drogas vaso-constritoras para aliviar esta pressão. No entanto, esta medicamentação pode causar efeitos secundários no sistema circulatório e é desaconselhada a pessoas com problemas cardiológicos.
5 Estudo duplo-cego: Denominamos um estudo clínico “duplo cego” quando tanto voluntários quanto pesquisadores desconhecem a qual grupo de tratamento do estudo os voluntários foram designados. Denominamos um estudo clínico de “simples cego” quando apenas os voluntários desconhecem o grupo ao qual pertencem no estudo.
6 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
7 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
8 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
9 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
10 Neurite: Inflamação de um nervo. Pode manifestar-se por neuralgia, déficit sensitivo, formigamentos e/ou diminuição da força muscular, dependendo das características do nervo afetado (sensitivo ou motor). Esta inflamação pode ter causas infecciosas, traumáticas ou metabólicas.
11 Cabeça:
12 Sinal: 1. É uma alteração percebida ou medida por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida. 2. Som ou gesto que indica algo, indício. 3. Dinheiro que se dá para garantir um contrato.
Gostou do artigo? Compartilhe!