Gostou do artigo? Compartilhe!

Eficácia das campanhas midiáticas pequenas e das campanhas de massa para melhorar as taxas de conscientização e de rastreio do câncer na Ásia

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O objetivo principal desta revisão sistemática, publicada pelo periódico Journal of Global Oncology, foi identificar se as intervenções midiáticas de massa e as intervenções pequenas melhoram o conhecimento e as atitudes sobre o câncer1, as taxas de rastreamento do câncer1 e a detecção precoce da doença na Ásia.

Saiba mais sobre "Prevenção do câncer1".

A revisão foi realizada de acordo com um protocolo pré-definido. Medline, EMBASE, CINAHL, Web of Science, Cochrane Library e Google Scholar foram pesquisados ​​em setembro de 2017, e a extração de dados e classificação da qualidade do estudo metodológico (de acordo com os procedimentos de classificação do Instituto Joanna Briggs) foram realizadas independentemente pelos revisores.

Vinte e dois estudos (relatados em 24 artigos) preencheram os critérios de inclusão. A maioria dos estudos (n = 21) foi realizada em países de renda alta ou média alta; focou em câncer1 de mama2 (n = 11), câncer1 cervical (n = 7), câncer1 colorretal (n = 3) ou câncer1 oral (n = 2); e usou pequenos meios de comunicação, isoladamente (n = 15) ou em combinação com meios de comunicação de massa e outros componentes (n = 5).

Estudos sobre a adesão ao rastreamento de câncer1 foram de média a alta qualidade e relataram principalmente resultados positivos para câncer1 cervical e resultados mistos para câncer1 de mama2 e colorretal. A força metodológica da pesquisa que investigou a mudança no conhecimento relacionado ao câncer1 e a relação custo-eficácia das intervenções, respectivamente, foi fraca e inconclusiva.

As evidências indicaram que pequenas campanhas midiáticas pareciam ser eficazes em termos de aumento da adesão ao rastreamento do câncer1 na Ásia, particularmente o rastreio do câncer1 de colo do útero3.

Devido ao número limitado de estudos na Ásia, não foi possível ter certeza sobre a eficácia dos meios de comunicação de massa para melhorar a adesão ao rastreamento e a eficácia das campanhas para melhorar o conhecimento relacionado ao câncer1.

Leia sobre "Câncer1 de mama2", "Câncer1 do colo do útero3", "Câncer1 colorretal" e "Câncer1 de cabeça4 e pescoço5".

 

Fonte: Journal of Global Oncology, no. 5, abril de 2019.

 

NEWS.MED.BR, 2019. Eficácia das campanhas midiáticas pequenas e das campanhas de massa para melhorar as taxas de conscientização e de rastreio do câncer na Ásia. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1336843/eficacia-das-campanhas-midiaticas-pequenas-e-das-campanhas-de-massa-para-melhorar-as-taxas-de-conscientizacao-e-de-rastreio-do-cancer-na-asia.htm>. Acesso em: 15 nov. 2019.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
3 Colo do útero: Porção compreendendo o pescoço do ÚTERO (entre o ístmo inferior e a VAGINA), que forma o canal cervical.
4 Cabeça:
5 Pescoço:
Gostou do artigo? Compartilhe!