Gostou do artigo? Compartilhe!

Terapia endócrina adjuvante a longo prazo e risco de doença cardiovascular em mulheres que sobreviveram ao câncer de mama: revisão sistemática no BMJ

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Com o objetivo de investigar o efeito das terapias endócrinas em uma ampla gama de resultados clínicos específicos de doenças cardiovasculares1, em mulheres com história de câncer2 de mama3 não metastático, foi realizada uma revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos4 randomizados e estudos observacionais, usando as fontes de dados Medline e Embase até junho de 2018.

Saiba mais sobre "Câncer2 de mama3" e "Informações e cuidados sobre o câncer2 de mama3".

Nos critérios de elegibilidade para a seleção de estudos foram incluídos aqueles que investigaram o risco de uma doença cardiovascular específica associado ao uso de tamoxifeno ou de um inibidor de aromatase, ou compararam os dois tratamentos, em mulheres com história de câncer2 de mama3 não metastático.

Os estudos relevantes foram originalmente identificados e os resultados extraídos por um pesquisador, com uma replicação completa do processo de identificação do estudo por uma combinação de dois outros pesquisadores. A ferramenta Cochrane Collaboration foi usada para avaliar o risco de viés em ensaios clínicos4 randomizados e esta ferramenta foi adaptada para avaliar o risco de viés em estudos observacionais.

Foram identificados 26 estudos, com resultados para sete desfechos específicos de doença cardiovascular (tromboembolismo5 venoso, infarto do miocárdio6, acidente vascular cerebral7, angina8, insuficiência cardíaca9, arritmia10 e doença vascular periférica11). Os resultados sugeriram um aumento do risco de tromboembolismo5 venoso em usuárias de tamoxifeno em comparação com não-usuárias e com usuárias de inibidores de aromatase.

Os resultados também foram consistentes com um risco maior de doenças vasculares12, infarto do miocárdio6 e angina8 em usuárias de inibidores de aromatase em comparação com os usuárias de tamoxifeno, mas também houve uma sugestão de que isso pode ser parcialmente impulsionado por um efeito protetor do tamoxifeno sobre esses resultados. Os dados foram limitados e as evidências foram geralmente inconsistentes para todos os outros desfechos de doença cardiovascular.

Concluiu-se que esta revisão mostrou evidências substanciais do efeito das terapias endócrinas em vários desfechos específicos de doença cardiovascular, incluindo tromboembolismo5 venoso e infarto do miocárdio6, colaborando para a progressão do conhecimento. Embora a escolha do inibidor da aromatase ou do tamoxifeno se baseie principalmente na eficácia contra a recorrência13 do câncer2 de mama3, esta revisão mostra que o risco individual do paciente para doença vascular14 venosa ou arterial deve ser uma consideração secundária importante.

Veja também sobre "Tromboembolismo5 venoso", "Infarto do miocárdio6", "Angina8 do peito15" e "Doença vascular periférica11".

 

Fonte: The British Medical Journal (BMJ), em 8 de outubro de 2018

 

NEWS.MED.BR, 2018. Terapia endócrina adjuvante a longo prazo e risco de doença cardiovascular em mulheres que sobreviveram ao câncer de mama: revisão sistemática no BMJ. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1325143/terapia-endocrina-adjuvante-a-longo-prazo-e-risco-de-doenca-cardiovascular-em-mulheres-que-sobreviveram-ao-cancer-de-mama-revisao-sistematica-no-bmj.htm>. Acesso em: 20 out. 2018.

Complementos

1 Doenças cardiovasculares: Doença do coração e vasos sangüíneos (artérias, veias e capilares).
2 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
3 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
4 Ensaios clínicos: Há três fases diferentes em um ensaio clínico. A Fase 1 é o primeiro teste de um tratamento em seres humanos para determinar se ele é seguro. A Fase 2 concentra-se em saber se um tratamento é eficaz. E a Fase 3 é o teste final antes da aprovação para determinar se o tratamento tem vantagens sobre os tratamentos padrões disponíveis.
5 Tromboembolismo: Doença produzida pela impactação de um fragmento de um trombo. É produzida quando este se desprende de seu lugar de origem, e é levado pela corrente sangüínea até produzir a oclusão de uma artéria distante do local de origem do trombo. Esta oclusão pode ter diversas conseqüências, desde leves até fatais, dependendo do tamanho do vaso ocluído e do tipo de circulação do órgão onde se deu a oclusão.
6 Infarto do miocárdio: Interrupção do suprimento sangüíneo para o coração por estreitamento dos vasos ou bloqueio do fluxo. Também conhecido por ataque cardíaco.
7 Acidente vascular cerebral: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
8 Angina: Inflamação dos elementos linfáticos da garganta (amígdalas, úvula). Também é um termo utilizado para se referir à sensação opressiva que decorre da isquemia (falta de oxigênio) do músculo cardíaco (angina do peito).
9 Insuficiência Cardíaca: É uma condição na qual a quantidade de sangue bombeada pelo coração a cada minuto (débito cardíaco) é insuficiente para suprir as demandas normais de oxigênio e de nutrientes do organismo. Refere-se à diminuição da capacidade do coração suportar a carga de trabalho.
10 Arritmia: Arritmia cardíaca é o nome dado a diversas perturbações que alteram a frequência ou o ritmo dos batimentos cardíacos.
11 Doença vascular periférica: Doença dos grandes vasos dos braços, pernas e pés. Pode ocorrer quando os principais vasos dessas áreas são bloqueados e não recebem sangue suficiente. Os sinais são: dor e cicatrização lenta de lesões nessas áreas.
12 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
13 Recorrência: 1. Retorno, repetição. 2. Em medicina, é o reaparecimento dos sintomas característicos de uma doença, após a sua completa remissão. 3. Em informática, é a repetição continuada da mesma operação ou grupo de operações. 4. Em psicologia, é a volta à memória.
14 Vascular: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
15 Peito: Parte superior do tronco entre o PESCOÇO e o ABDOME; contém os principais órgãos dos sistemas circulatório e respiratório. (Tradução livre do original
Gostou do artigo? Compartilhe!