Gostou do artigo? Compartilhe!

Cesárea pode aumentar risco de desenvolver rinoconjuntivite alérgica e asma em crianças

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A composição da flora intestinal de crianças jovens, se não for favorável, pode aumentar a susceptibilidade1 a doenças alérgicas. Bactérias intestinais benéficas, originadas do trato genital materno, são transferidas para os bebês2 durante a passagem pelo canal do parto em um parto vaginal, mas não durante cesáreas. Essas bactérias estimulam o sistema imune3 do bebê.

Com o objetivo de determinar se crianças nascidas de cesariana têm um risco diferente de desenvolver doenças alérgicas, quando comparadas àquelas nascidas de parto vaginal, foi realizado um estudo retrospectivo4 de coorte5 com 8.953 crianças - idade entre 3 e 10 anos. Este estudo foi publicado na revista Clinical and Experimental Allergy deste mês.

Crianças com diagnóstico6 de rinoconjuntivite7 alérgica, asma8, dermatite9 atópica ou alergia10 a alimentos foram identificadas por prontuários eletrônicos na Kaiser Permanente Northwest Region, uma organização sem fins lucrativos. Sexo, idade, peso ao nascimento, ordem de nascimento na família e exposição pós-natal a antibióticos das crianças; assim como idade, etnia, escolaridade, estado civil, se fumou ou não durante a gestação e uso de medicamentos para rinite11 sazonal ou asma8 pelas mães foram identificados através de registros médicos das mães ou pelo registro de nascimento em Oregon.

 

Os resultados da pesquisa mostraram que crianças nascidas de cesárea têm um maior risco de ter rinoconjuntivite7 alérgica do que aquelas nascidas de parto vaginal. Assim como um risco 20% maior de ter um diagnóstico6 subseqüente de asma8, sendo esta associação só observada para crianças do sexo feminino. Não houve associação significativa entre o tipo de parto e a dermatite9 atópica.


Fonte: Clinical and Experimental Allergy

 

Sobre flora intestinal, leia também: Apêndice12 pode ter a função de recolonizar o cólon13 após diarréias ou tratamentos com antibióticos

NEWS.MED.BR, 2007. Cesárea pode aumentar risco de desenvolver rinoconjuntivite alérgica e asma em crianças. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/12045/cesarea-pode-aumentar-risco-de-desenvolver-rinoconjuntivite-alergica-e-asma-em-criancas.htm>. Acesso em: 18 nov. 2019.

Complementos

1 Susceptibilidade: 1. Ato, característica ou condição do que é suscetível. 2. Capacidade de receber as impressões que põem em exercício as ações orgânicas; sensibilidade. 3. Disposição ou tendência para se ofender e se ressentir com (algo, geralmente sem importância); delicadeza, melindre. 4. Em física, é o coeficiente de proporcionalidade entre o campo magnético aplicado a um material e a sua magnetização.
2 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
3 Sistema imune: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
4 Retrospectivo: Relativo a fatos passados, que se volta para o passado.
5 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
6 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
7 Rinoconjuntivite: Rinite Alérgica ou Rinoconjuntivite é uma inflamação das mucosas das vias aéreas superiores e dos olhos. Os sintomas são espirros; coceira no nariz, na garganta, no céu da boca, nos olhos; lacrimejamento, obstrução nasal e dor de cabeça.
8 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
9 Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
10 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
11 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
12 Apêndice: Extensão do CECO, em forma de um tubo cego (semelhante a um verme).
13 Cólon:
Gostou do artigo? Compartilhe!