Gostou do artigo? Compartilhe!

CFM reconhece em caráter de excepcionalidade o uso da telemedicina durante o combate à COVID-19

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Em ofício enviado em 19 de março de 2020 ao ministro da saúde1, Luiz Henrique Mandetta, o Conselho Federal de Medicina (CFM) informou sua decisão de reconhecer a possibilidade e a eticidade de uso da telemedicina no Brasil, além, do que está estabelecido na Resolução CFM nº 1.643/2002 (que continua em vigor), diante a situação atual de combate à epidemia do novo coronavírus que se espalha pelo país.

A decisão visa a contribuir para máxima eficiência dos serviços médicos prestados nesse momento, levando em consideração a tamanha ameaça representada pela COVID-19 e sendo o isolamento social uma das principais recomendações para controle do coronavírus. A situação pede medidas que permitam proteger tanto a saúde1 dos médicos, na linha de frente de combate ao coronavírus, e também a saúde1 dos pacientes.

A telemedicina poderá ser exercida em três moldes:

  • Teleorientação: profissionais da medicina podem realizar à distância orientação e encaminhamento de pacientes em isolamento;
  • Telemonitoramento: ato realizado sob orientação e supervisão médica para monitoramento à distância de parâmetros de saúde1 e/ou doença;
  • Teleinterconsulta: exclusivamente para troca de informações e opiniões entre médicos para auxílio diagnóstico2 ou terapêutico.

» Veja a íntegra do ofício enviado ao Ministério da Saúde1

 

Fonte: Conselho Federal de Medicina, publicação em 19 de março de 2020.

 

NEWS.MED.BR, 2020. CFM reconhece em caráter de excepcionalidade o uso da telemedicina durante o combate à COVID-19. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/tecnologia-e-saude/1363878/cfm-reconhece-em-carater-de-excepcionalidade-o-uso-da-telemedicina-durante-o-combate-a-covid-19.htm>. Acesso em: 24 nov. 2020.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
Gostou do artigo? Compartilhe!