Gostou do artigo? Compartilhe!

Artigo do British Medical Journal afirma: China já concentra 20% dos obesos no mundo

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia
Um bilhão é o número de pessoas obesas ou com excesso de peso no mundo. Deste total, um quinto são chineses. De acordo com o British Medical Journal, a China, outrora um dos países mais magros do mundo, está invertendo esta tendência por conta de mudanças na alimentação e no estilo de vida.

Dados de 2002 mostram que 14,7% dos chineses, o que representa 184 milhões de pessoas, estão acima do peso, e outros 2,6%, ou 31 milhões de pessoas, são obesos. Apesar de ainda não ter atingido o nível de outros países, como os Estados Unidos - onde mais da metade da população adulta está acima do peso ou é obesa - a mudança do padrão na China, especialmente entre as crianças, está deixando os especialistas preocupados.

Dados de pesquisas chinesas sobre saúde1 infantil no país mostraram que o número de crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos obesos ou com excesso de peso aumentou 28 vezes entre 1985 e 2000. Algumas das explicações para uma alteração tão radical no perfil da população estão nas mudanças que afetaram a dieta tradicional chinesa e na diminuição do trabalho físico tanto nas áreas urbanas quanto nas rurais.

O fator cultural também pode ter um papel importante no aumento da obesidade2. Na China, a gordura3 é vista como um sinal4 de saúde1 e prosperidade, talvez por conseqüência da história recente do país. Nos anos 50, a fome e a desnutrição5 causaram a morte de milhões de chineses.

A modernização do país também fez com que menos pessoas optassem por andar de bicicleta, enquanto a popularidade de meios de transporte como carros, ônibus e motos só aumenta. Além disso, as mudanças arquitetônicas nas cidades fizeram com que os espaços que eram usados para atividades físicas praticamente desaparecessem, tornando mais difícil a prática de exercícios ou mesmo as caminhadas.

Fonte: British Medical Journal
NEWS.MED.BR, 2006. Artigo do British Medical Journal afirma: China já concentra 20% dos obesos no mundo. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/1736/artigo-do-british-medical-journal-afirma-china-ja-concentra-20-dos-obesos-no-mundo.htm>. Acesso em: 17 out. 2019.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
3 Gordura: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Os alimentos que fornecem gordura são: manteiga, margarina, óleos, nozes, carnes vermelhas, peixes, frango e alguns derivados do leite. O excesso de calorias é estocado no organismo na forma de gordura, fornecendo uma reserva de energia ao organismo.
4 Sinal: 1. É uma alteração percebida ou medida por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida. 2. Som ou gesto que indica algo, indício. 3. Dinheiro que se dá para garantir um contrato.
5 Desnutrição: Estado carencial produzido por ingestão insuficiente de calorias, proteínas ou ambos. Manifesta-se por distúrbios do desenvolvimento (na infância), atrofia de tecidos músculo-esqueléticos e caquexia.
Gostou do artigo? Compartilhe!