Gostou do artigo? Compartilhe!

Reino Unido introduz fortificação da farinha com ácido fólico para prevenir defeitos do tubo neural em bebês

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Trinta anos atrás, o MRC Vitamin Study Research Group, liderado pelo professor Sir Nicholas Wald, relatou que a suplementação1 de ácido fólico para mulheres na época da concepção2 reduziu o risco de graves defeitos do tubo neural3 (DTNs; anencefalia, espinha bífida4 e encefalocele5) em seus bebês6.

Esse estudo levou à introdução da fortificação obrigatória com ácido fólico de alimentos básicos como a farinha em mais de 80 países, em um esforço para reduzir a incidência7 de DTNs.

Recentemente, em julho de 2021, a Nova Zelândia exigiu a fortificação com ácido fólico. Em 2019, houve uma consulta pública no Reino Unido sobre as opções de fortificação com ácido fólico e, em 20 de setembro de 2021, o governo do Reino Unido anunciou que introduzirá a fortificação obrigatória da farinha de trigo não integral com ácido fólico.

Em um comunicado, o governo destacou:

  • A decisão procura evitar centenas de doenças da coluna vertebral8 potencialmente fatais em bebês6 todos os anos.
  • Adicionar ácido fólico à farinha em todo o Reino Unido baseia-se em 80 anos de fortificação e segue consultas com a indústria, as partes interessadas e o público.
  • A adição de ácido fólico aos alimentos ajudou a reduzir os defeitos do tubo neural3 em vários países em todo o mundo.
Saiba mais sobre "Ácido fólico - como e por que usar", "Dieta saudável na gravidez9" e "Hipovitaminoses".

Adicionar ácido fólico significará que alimentos feitos com farinha, como pão, ajudarão ativamente a evitar cerca de 200 defeitos do tubo neural3 a cada ano – cerca de 20% do total anual do Reino Unido.

A farinha não integral já é um veículo estabelecido para fortificação no Reino Unido e espera-se que os custos de fortificação para a indústria sejam mínimos.

A adição de ácido fólico aos alimentos tem sido uma política de saúde10 pública bem-sucedida em vários países do mundo, como Austrália, Nova Zelândia e Canadá, resultando em quedas nos defeitos do tubo neural3.

O primeiro-ministro Boris Johnson disse:

“Poucas coisas são tão importantes quanto a saúde10 de um bebê – e a farinha fortificada com ácido fólico é uma vitória rápida e simples para melhorar seu desenvolvimento. Isso dará mais tranquilidade aos pais e famílias, além de ajudar a melhorar a saúde10 dos adultos em todo o país.”

O Secretário de Saúde10 e Assistência Social, Sajid Javid disse:

“Estamos empenhados em dar a mais crianças um início de vida saudável. Com o ácido fólico seguro e sem sabor incorporado à dieta nacional, centenas de bebês6 nascerão saudáveis ​​a cada ano. Concentrar-se na prevenção de problemas de saúde10 com risco de vida, como espinha bífida4, garantirá que menos pessoas necessitarão de tratamento hospitalar e mais indivíduos e famílias poderão viver vidas mais saudáveis.”

O tubo neural3 forma a parte inicial do cérebro11 e da coluna nas primeiras 12 semanas de gravidez9 – geralmente antes que a mãe saiba que está grávida. O ácido fólico é a forma sintética / artificial do folato. Não receber folato suficiente (vitamina12 B9) neste momento crucial pode levar a defeitos do tubo neural3 e resultar em doenças da coluna vertebral8, como espinha bífida4 ou anencefalia.

O folato ajuda o corpo a produzir glóbulos vermelhos saudáveis ​​e ocorre naturalmente em certos alimentos, como vegetais de folhas verdes. O ácido fólico já é adicionado voluntariamente pelos fabricantes de alimentos aos cereais matinais, incluindo alguns produtos sem glúten13, o que significa que as pessoas geralmente podem obter tudo o que precisam com uma dieta balanceada, mas uma ingestão maior é necessária nas primeiras 12 semanas de gravidez9.

O NHS (National Health Service) recomenda fortemente que mulheres que podem engravidar ou planejam engravidar tomem um comprimido de ácido fólico de 400 microgramas todos os dias antes da gravidez9 e até a 12ª semana de gravidez9. Este conselho vai continuar, mas com cerca de 50% das gestações no Reino Unido não planejadas, o governo está tomando medidas para aumentar a ingestão de ácido fólico nacionalmente para ajudar a proteger mais bebês6, especialmente quando a gravidez9 não é planejada e os suplementos não são tomados a tempo.

Mais de 99% das famílias britânicas compram pão e mais de um quarto de todos os mantimentos nos quatro maiores supermercados contêm farinha, tornando a adição de ácido fólico a produtos à base de farinha uma maneira simples de aumentar os níveis de folato para dezenas de milhões de pessoas em todo o Reino Unido.

Desde a Segunda Guerra Mundial, a farinha foi fortificada com cálcio, ferro, niacina e tiamina durante a moagem para apoiar a saúde10 do país. O anúncio atual junta 80 países, como Austrália, Nova Zelândia e Canadá, adicionando ácido fólico a produtos alimentícios básicos para ajudar a reduzir defeitos do tubo neural3.

Esta decisão de saúde10 pública não deve exigir uma grande revisão para os produtores de farinha em escala industrial. O ácido fólico terá de ser adicionado à rotulagem de todos os alimentos feitos com farinha – como é o caso com outras fortificações.

Farinhas integrais e alimentos sem glúten13 não estão sujeitos à fortificação obrigatória e esses produtos não estão no escopo inicial desta política. A farinha integral tem mais folato que ocorre naturalmente do que a farinha de trigo não integral, e alguns alimentos integrais e sem glúten13 já são fortificados voluntariamente com ácido fólico no Reino Unido.

Uma revisão dos Regulamentos de Pão e Farinha de 4 nações está sendo realizada por funcionários na Defra, no Departamento de Saúde10 e Assistência Social, na Agência de Padrões Alimentares e no Padrões Alimentares da Escócia. A implementação da decisão do Reino Unido sobre a fortificação obrigatória da farinha com ácido fólico será incluída nesta revisão.

O Office for Health Improvement and Disparities – com lançamento total em 1º de outubro – liderará esforços para aumentar as disparidades de saúde10 em todo o país, apoiando pessoas de todas as idades, em todas as áreas do país, a viverem vidas mais saudáveis ​​e prevenirem doenças.

Leia sobre "Micronutriente ou oligoelemento - o que é isso", "Gestação semana a semana" e "Dicas para melhorar a alimentação".

 

Fontes:
UK Government, comunicado publicado em 20 de setembro de 2021.
The Lancet, comentário publicado em 22 de setembro de 2021.

 

NEWS.MED.BR, 2021. Reino Unido introduz fortificação da farinha com ácido fólico para prevenir defeitos do tubo neural em bebês. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/1403280/reino-unido-introduz-fortificacao-da-farinha-com-acido-folico-para-prevenir-defeitos-do-tubo-neural-em-bebes.htm>. Acesso em: 8 dez. 2021.

Complementos

1 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
2 Concepção: O início da gravidez.
3 Tubo neural: Estrutura embrionária que dará origem ao cérebro e à medula espinhal. Durante a gestação humana, o tubo neural dá origem a três vesículas: romboencéfalo, mesencéfalo e prosencéfalo.
4 Espinha bífida: Também conhecida como mielomeningocele, a espinha bífida trata-se de um problema congênito. Ela é caracterizada pela má formação no tubo neural do feto, a qual ocorre nas três primeiras semanas de gravidez, quando a mulher ainda não sabe que está grávida. Esta malformação pode comprometer as funções de locomoção, controle urinário e intestinal, dentre outras.
5 Encefalocele: Defeito de fechamento do tubo neural, o qual pode ocorrer em qualquer local da região dorsal do embrião em gestação. Quando ocorre na região da cabeça recebe o nome de encefalocele. Há um herniação do tecido cerebral devido a um defeito congênito ou adquirido.
6 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
7 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
8 Coluna vertebral:
9 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
10 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
11 Cérebro: Derivado do TELENCÉFALO, o cérebro é composto dos hemisférios direito e esquerdo. Cada hemisfério contém um córtex cerebral exterior e gânglios basais subcorticais. O cérebro inclui todas as partes dentro do crânio exceto MEDULA OBLONGA, PONTE e CEREBELO. As funções cerebrais incluem as atividades sensório-motora, emocional e intelectual.
12 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
13 Glúten: Substância viscosa, extraída de cereais, depois de eliminado o amido. É uma proteína composta pela mistura das proteínas gliadina e glutenina.
Gostou do artigo? Compartilhe!