Gostou do artigo? Compartilhe!

Correlação entre a política universal de vacinação BCG e redução da morbimortalidade para COVID-19: um estudo epidemiológico

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A COVID-19 se espalhou para a maioria dos países do mundo. Curiosamente, o impacto da doença não é o mesmo entre os diferentes países. Essas diferenças são atribuídas a distinções nas normas culturais, esforços de mitigação e infraestrutura de saúde1.

Em artigo postado na plataforma medRxiv, pesquisadores propõem que as diferenças nacionais no impacto da COVID-19 possam ser parcialmente explicadas pelas diferentes políticas nacionais relacionadas à vacinação infantil com Bacillus Calmette-Guérin (BCG2).

Foi relatado que a vacinação com BCG2 oferece ampla proteção às infecções3 respiratórias. Comparou-se um grande número de políticas de vacinação BCG2 de países com a morbimortalidade da COVID-19. Descobriu-se que países sem políticas universais de vacinação BCG2 (Itália, Holanda, EUA) foram mais severamente afetados em comparação com países com políticas universais e antigas de BCG2.

Os países que iniciaram tardiamente a política universal do BCG2 (Irã, 1984) apresentaram alta mortalidade4, consistente com a ideia de que a BCG2 protege a população idosa vacinada. Também descobriu-se que a vacinação com BCG2 também reduziu o número de casos relatados de COVID-19 em um país.

A combinação de morbidade5 e mortalidade4 reduzidas faz da vacinação BCG2 uma nova ferramenta potencial na luta contra a COVID-19.

Leia sobre "Coronavírus e COVID-19 ", "Vacina6 BCG2", "Transmissão da COVID-19" e "Calendário de vacinação".

 

Fonte: medRxiv, publicação em 28 de março de 2020.

 

NEWS.MED.BR, 2020. Correlação entre a política universal de vacinação BCG e redução da morbimortalidade para COVID-19: um estudo epidemiológico. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/1365743/correlacao-entre-a-politica-universal-de-vacinacao-bcg-e-reducao-da-morbimortalidade-para-covid-19-um-estudo-epidemiologico.htm>. Acesso em: 10 jul. 2020.

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 BCG: Vacina utilizada para prevenir a tuberculose. Esta é composta por bacilos vivos e atenuados, que não produzem doença em pessoas com imunidade normal.
3 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
4 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
5 Morbidade: Morbidade ou morbilidade é a taxa de portadores de determinada doença em relação à população total estudada, em determinado local e em determinado momento.
6 Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
Gostou do artigo? Compartilhe!