Gostou do artigo? Compartilhe!

Preços de remédios sobem até 5,51% a partir de sexta-feira

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia
Os preços de 20 mil medicamentos vão subir até 5,51% a partir de sexta-feira. O reajuste foi autorizado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed). Os novos preços vão vigorar até março do ano que vem.

Remédios que enfrentam maior competição no mercado, ou seja, que tenham mais genéricos sendo comercializados na sua faixa, vão subir mais. Já os que competem com menor quantidade de genéricos terão reajuste menor. Os índices determinados pela Cmed são de 3,64%, 4,57% e 5,51%.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que regula o setor, o critério usado para definir o aumento é o mesmo do ano passado. Para chegar aos índices, foi considerada a concorrência estimulada pela comercialização de genéricos. O objetivo é promover a competição no mercado farmacêutico, contribuindo para a redução dos preços.

A Anvisa informa que, se todos os laboratórios adotarem os reajustes máximos permitidos em cada faixa, o acréscimo médio, ponderado pelo faturamento, será de 3,97%. Vale lembrar que os medicamentos fitoterápicos e os homeopáticos estão com os preços liberados.

Fonte: Anvisa

Acesse também:
Tabela gratuita de preços de medicamentos
NEWS.MED.BR, 2006. Preços de remédios sobem até 5,51% a partir de sexta-feira. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/saude/1236/precos-de-remedios-sobem-ate-5-51-a-partir-de-sexta-feira.htm>. Acesso em: 23 jan. 2020.
Gostou do artigo? Compartilhe!