Gostou do artigo? Compartilhe!

Sildenafil, princípio ativo do Viagra e de outros medicamentos para disfunção erétil, pode piorar apnéia do sono

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

A apnéia1 do sono é mais comum em homens obesos e ocorre quando a respiração regular é interrompida por um período de 10 segundos ou mais devido a uma obstrução ou estreitamento das vias respiratórias causando sintomas2 como roncos e distúrbios do sono.

Um estudo recente mostrou que a apnéia1 do sono contribui para o desenvolvimento de disfunção erétil. Mas a disfunção erétil não é diagnosticada em 80% dos pacientes com apnéia1 do sono, mesmo quando os sintomas2 estão presentes.

Em um estudo publicado nos Archives of Internal Medicine, os pesquisadores examinaram, os efeitos da dose única de 50 miligramas de Sildenafil versus placebo3 em 14 adultos de meia idade que apresentam apnéia1 do sono por obstrução severa.

Após receberem Sildenafil ou placebo3 os homens foram monitorados durante uma noite por polissonografia4 que mede o nível de oxigenação do sangue5, entre outros parâmetros.

Os resultados mostraram que a dose única de Sildenafil aumentou significativamente a quantidade de tempo de sono com nível mais baixo de saturação de oxigênio no sangue5 (saturação menor que 90%). O nível médio de saturação de oxigênio no sangue5 era também mais baixo após ter comparado Sildenafil e placebo3.

Também foi observado que a respiração foi mais irregular - com mais pausas em um intervalo de uma hora - nos homens que usaram Sildenafil antes de dormir.

A pesquisadora Suely Roizenblatt da Universidade Federal de São Paulo e colaboradores disseram que este é um estudo com um número pequeno de pacientes e que novos estudos são necessários para determinar se realmente o Sildenafil apresenta risco para homens com apnéia1 severa.

Os efeitos colaterais6 mais comuns com o uso do Viagra são cefaléia7, flushing e congestão nasal.

Fonte: Archives of Internal Medicine Sept. 18, 2006; vol 166: pp 1763-1767

NEWS.MED.BR, 2006. Sildenafil, princípio ativo do Viagra e de outros medicamentos para disfunção erétil, pode piorar apnéia do sono. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/pharma-news/1876/sildenafil-principio-ativo-do-viagra-e-de-outros-medicamentos-para-disfuncao-eretil-pode-piorar-apneia-do-sono.htm>. Acesso em: 19 out. 2020.

Complementos

1 Apnéia: É uma parada respiratória provocada pelo colabamento total das paredes da faringe que ocorre principalmente enquanto a pessoa está dormindo e roncando. No adulto, considera-se apnéia após 10 segundos de parada respiratória. Como a criança tem uma reserva menor, às vezes, depois de dois ou três segundos, o sangue já se empobrece de oxigênio.
2 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
3 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
4 Polissonografia: Exame utilizado na avaliação de algumas das causas de insônia.
5 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
6 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
7 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
Gostou do artigo? Compartilhe!