Gostou do artigo? Compartilhe!

FDA aprova o Tykerb para tratamento do câncer de mama avançado

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

O Food and Drug Administration (FDA) aprovou, em 13 de março de 2007, o Tykerb (lapatinib), um novo tratamento para o câncer1 de mama2 em estágio avançado com metástases3 e HER2 positivo. Deve ser usado juntamente com capectabine (Xeloda), um outro quimioterápico. Esta associação é indicada para mulheres que receberam tratamento prévio com outras drogas anti-câncer1, incluindo antraciclina, taxane e trastuzumab (Herceptin).

De acordo com a American Cancer1 Society, cerca de 180.000 novos casos de câncer1 de mama2 são diagnosticados anualmente. De 8 a 10 mil mulheres morrem de câncer1 com metástases3 que são HER2 positivos a cada ano.

Tykerb é um inibidor de quinase que age em diferentes estágios que privam as células4 tumorais do que elas precisam para crescer. Ao contrário do Herceptin - um anticorpo5 monoclonal que é uma molécula grande de proteína que se acopla a uma parte da proteína HER2 do lado de fora da célula6 - o Tykerb é uma molécula pequena de proteína que entra na célula6 e bloqueia a função desta e de outras proteínas7. Devido a esta diferença no mecanismo de ação, o Tykerb age em alguns tumores de mama2 HER2 positivos que já foram tratados com trastuzumab (Herceptin) e não tenham mais efeito benéfico. Isto é um progresso na terapia de tumores de mama2, aumentando as opções de tratamento para os pacientes.

A aprovação do Tykerb foi baseada em estudos randomizados com 400 mulheres com tumores de mama2 avançados, com metástases3 e que são HER2 positivos. A associação com capectabine (Xeloda) mostrou ser mais eficaz que o uso do Tykerb sozinho e atrasou em 8 meses e meio o crescimento de tumores.

Os principais efeitos colaterias foram diarréia8, náuseas9, vômitos10, rash11 cutâneo12 e síndrome13 mão14-pé. Os pacientes devem conversar com seu médico a respeito dos efeitos colaterais15, interações medicamentosas e problemas hepáticos e cardíacos antes de usar o medicamento.

O Tykerb está disponível em comprimidos de 250mg e será distribuído pelo laboratório GlaxoSmithKline.

Fonte: FDA

NEWS.MED.BR, 2007. FDA aprova o Tykerb para tratamento do câncer de mama avançado. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/pharma-news/10626/fda-aprova-o-tykerb-para-tratamento-do-cancer-de-mama-avancado.htm>. Acesso em: 20 jan. 2022.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
3 Metástases: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
4 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
5 Anticorpo: Proteína circulante liberada pelos linfócitos em reação à presença no organismo de uma substância estranha (antígeno).
6 Célula: Unidade funcional básica de todo tecido, capaz de se duplicar (porém algumas células muito especializadas, como os neurônios, não conseguem se duplicar), trocar substâncias com o meio externo à célula, etc. Possui subestruturas (organelas) distintas como núcleo, parede celular, membrana celular, mitocôndrias, etc. que são as responsáveis pela sobrevivência da mesma.
7 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
8 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
9 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
10 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
11 Rash: Coloração avermelhada da pele como conseqüência de uma reação alérgica ou infecção.
12 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
13 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
14 Mão: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
15 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
Gostou do artigo? Compartilhe!