Gostou do artigo? Compartilhe!

Dois pacientes são curados de melanoma em estágio avançado com uso de terapia gênica

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Estudo publicado na revista Science Online de 31 de agosto mostra que cientistas do Instituto Nacional do Câncer1 dos EUA usaram células2 geneticamente modificadas para tratar 17 pacientes com melanoma3 (tumor4 de pele5) e obtiverem sucesso em dois deles.

Todos os 17 pacientes tinham tumores em estágio avançado com metástases6. Dois dos dezessete pacientes se curaram, 13 mostraram aumento do número de linfócitos sem regressão do tumor4 e em dois pacientes não houve nenhuma reação. Todos já tinham se submetido ao tratamento padrão de quimioterapia7 e radioterapia8 sem sucesso. É a primeira vez que esta técnica obtém sucesso no tratamento do câncer1.

A técnica consistiu em estimular o sistema imunológico9 dos próprios pacientes a reconhecer e atacar as células2 tumorais. Os pesquisadores extraíram linfócitos dos doentes e inseriram neles um gene, usando um vírus10 para transferir o gene para as células2 "normais". Este gene carrega o código para uma molécula tumoral específica chamada de célula11 T receptora. Esses novos linfócitos foram reimplantados nos pacientes na tentativa de serem acolhidos pelo sistema imune12. Uma vez incorporados eles poderiam reconhecer e atacar o melanoma3. Esses linfócitos modificados podem persistir no organismo por pelo menos 2 meses.

Este estudo é uma esperança para pacientes13 com melanoma3 em estágio terminal. A equipe do doutor Steven Rosenberg, coordenador do estudo, reconhece que a técnica ainda está em fase preliminar de desenvolvimento.

Fonte: Science Express

NEWS.MED.BR, 2006. Dois pacientes são curados de melanoma em estágio avançado com uso de terapia gênica. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/1870/dois-pacientes-sao-curados-de-melanoma-em-estagio-avancado-com-uso-de-terapia-genica.htm>. Acesso em: 12 ago. 2020.

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
3 Melanoma: Neoplasia maligna que deriva dos melanócitos (as células responsáveis pela produção do principal pigmento cutâneo). Mais freqüente em pessoas de pele clara e exposta ao sol.Podem derivar de manchas prévias que mudam de cor ou sangram por traumatismos mínimos, ou instalar-se em pele previamente sã.
4 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
5 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
6 Metástases: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
7 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
8 Radioterapia: Método que utiliza diversos tipos de radiação ionizante para tratamento de doenças oncológicas.
9 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
10 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
11 Célula: Unidade funcional básica de todo tecido, capaz de se duplicar (porém algumas células muito especializadas, como os neurônios, não conseguem se duplicar), trocar substâncias com o meio externo à célula, etc. Possui subestruturas (organelas) distintas como núcleo, parede celular, membrana celular, mitocôndrias, etc. que são as responsáveis pela sobrevivência da mesma.
12 Sistema imune: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
13 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
Gostou do artigo? Compartilhe!