Gostou do artigo? Compartilhe!

Uma vacina contra dois vírus que causam a maioria dos casos de câncer de colo do útero pode estar disponível no mercado em 2006

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia
Uma vacina1 contra dois vírus2 que causam a maioria dos casos de câncer3 de colo do útero4 e que se mostrou 100% bem-sucedida em testes pode estar disponível no mercado daqui a um ano.

Produzido pelas companhias Sanofi Pasteur e Merck & Co Inc, o Gardasil age contra o papilomavírus (HPV), que é transmitido sexualmente e é responsável por 70% dos casos desse câncer3, também conhecido como câncer3 cervical.

Participaram da pesquisa 12.167 mulheres, entre 16 e 23 anos, de 13 países. Metade recebeu três injeções da vacina1 num período de seis meses e, a outra metade, injeções de placebo5. Elas foram acompanhadas durante dois anos e constatou-se que o Gardasil é 100% efetivo na prevenção de câncer3 em estágio inicial e anomalias pré-cancerosas causadas pelos vírus2 HPV 16 e HPV 18. O Gardasil também funciona contra o HPV 6 e o HPV 11, que causam verrugas genitais.

Chegou-se a resultados semelhantes num teste menor feito anteriormente, com 277 mulheres. Cerca de 274 mil mulheres no mundo morrem de câncer3 cervical todos os anos. Apesar de o HPV ser transmitido por meio de relações sexuais, a vacina1 deve ser administrada em meninas de 10 a 13 anos e alguns críticos afirmam que isso pode estimular o sexo precoce.

Em alguns países também já existe resistência à vacina1 porque muitos acreditam que as mulheres não deveriam ter relações sexuais antes do casamento. Grupos religiosos nos Estados Unidos argumentam que a abstinência sexual é a melhor forma de evitar o câncer3 cervical.

Fonte: The Lancet
NEWS.MED.BR, 2005. Uma vacina contra dois vírus que causam a maioria dos casos de câncer de colo do útero pode estar disponível no mercado em 2006. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/868/uma-vacina-contra-dois-virus-que-causam-a-maioria-dos-casos-de-cancer-de-colo-do-utero-pode-estar-disponivel-no-mercado-em-2006.htm>. Acesso em: 28 fev. 2020.

Complementos

1 Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
2 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
3 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
4 Colo do útero: Porção compreendendo o pescoço do ÚTERO (entre o ístmo inferior e a VAGINA), que forma o canal cervical.
5 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
Gostou do artigo? Compartilhe!