Gostou do artigo? Compartilhe!

BMJ: risco de hemorragia intracraniana em usuários de antidepressivos e de anti-inflamatórios não esteroides

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie esta notícia

Para definir o risco de hemorragia1 intracraniana em doentes tratados com antidepressivos e drogas anti-inflamatórias não-esteroides (AINEs), em comparação com o risco entre aqueles tratados com antidepressivos sem AINEs, foi realizado um estudo publicado pelo BMJ.

Os participantes eram pacientes que começaram a usar antidepressivos pela primeira vez, sem história de ter recebido uma prescrição de antidepressivos durante o ano anterior. Os pacientes que tinham sido diagnosticados como tendo doenças cerebrovasculares dentro de um ano antes do início do estudo foram excluídos. Foram usadas informações de bancos de dados coreanos de 1° de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2013.

A principal medida foi o tempo da primeira internação por hemorragia1 intracraniana dentro de 30 dias após o uso da medicação. Modelos de regressão de Cox emparelhados foram usados para comparar o risco de hemorragias2 intracranianas em pacientes que foram tratados com antidepressivos, com e sem AINEs, após correspondência de escore de propensão em uma proporção de 1: 1.

Após estimativa do escore de propensão e correspondência na proporção de 1: 1, a coorte3 utilizada na análise incluiu 4.145.226 pessoas. O risco de hemorragia1 intracraniana em 30 dias durante todo o período de estudo foi maior para o uso combinado de antidepressivos e AINEs do que para uso de antidepressivos sem AINEs (hazard ratio 1,6; intervalo de confiança de 95% de 1,32 a 1,85). Não houve diferenças estatisticamente significativas no risco de hemorragia1 intracraniana entre as classes de antidepressivos.

Neste estudo, o uso combinado de antidepressivos e AINEs foi associado a um risco aumentado de hemorragia1 intracraniana dentro do prazo de 30 dias do início do uso dessa combinação.

Fonte: The British Medical Journal (BMJ), de 14 de julho de 2015

NEWS.MED.BR, 2015. BMJ: risco de hemorragia intracraniana em usuários de antidepressivos e de anti-inflamatórios não esteroides. Disponível em: <https://www.news.med.br/p/medical-journal/796239/bmj-risco-de-hemorragia-intracraniana-em-usuarios-de-antidepressivos-e-de-anti-inflamatorios-nao-esteroides.htm>. Acesso em: 19 set. 2019.

Complementos

1 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
2 Hemorragias: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
3 Coorte: Grupo de indivíduos que têm algo em comum ao serem reunidos e que são observados por um determinado período de tempo para que se possa avaliar o que ocorre com eles. É importante que todos os indivíduos sejam observados por todo o período de seguimento, já que informações de uma coorte incompleta podem distorcer o verdadeiro estado das coisas. Por outro lado, o período de tempo em que os indivíduos serão observados deve ser significativo na história natural da doença em questão, para que haja tempo suficiente do risco se manifestar.
Gostou do artigo? Compartilhe!